2013-04-21 13:21:00 -0300 2013-04-21 13:21:00 -0300
fredacp Frederico Albano
Post by fredacp: Artigo escrito por David Wong, do Cracked.com sobre

Artigo escrito por David Wong, do Cracked.com sobre as estratégias que os jogos utilizam para nos viciar e manter jogando mesmo quando não há muito mais diversão. É meio antigo, mas muito bom.
Esse é um assunto pouco discutido aqui no Alva, então acho que isso seria uma boa.
Sugestão do amigo @razikain.
http://www.cracked.com/article_18461_5-creepy-ways-video-games-are-trying-to-get-you-addicted.html

Resumindo os pontos:
#5. Putting You in a Skinner Box
#4. Creating Virtual Food Pellets For You To Eat
#3. Making You Press the Lever
#2. Keeping You Pressing It... Forever
#1. Getting You To Call the Skinner Box Home

Eu já sabia que jogos como WoW usavam algumas estratégias para nos viciar, mas nunca havia refletido tanto sobre o assunto para entender a profundidade do problema.
Um dos trechos que mais me impressionaram foi esse:

"#3. Making You Press the Lever
So picture the rat in his box. (...)
If you want to make him press the lever as fast as possible, how would you do it? Not by giving him a pellet with every press--he'll soon relax, knowing the pellets are there when he needs them. No, the best way is to set up the machine so that it drops the pellets at random intervals of lever pressing. He'll soon start pumping that thing as fast as he can. Experiments prove it.
They call these "Variable Ratio Rewards" in Skinner land and this is the reason many enemies "drop" valuable items totally at random in WoW. This is addictive in exactly the same way a slot machine is addictive. You can't quit now because the very next one could be a winner. Or the next. Or the next."

Algumas referências interessantes:
Wikipedia sobre Skinner Box:
http://en.wikipedia.org/wiki/Operant_conditioning_chamber
Jonathan Blow criticando a ética desse tipo de jogos:
http://www.smh.com.au/news/articles/ethical-dilemmas/2007/09/19/1189881577195.html
Mike Fahey (do Kotaku) falando sobre seus dias de vício e como isso destruiu sua vida (e deixou de fazer sexo com a namorada pra pegar level 40 no Everquest):
http://kotaku.com/5384643/i-kept-playing--the-costs-of-my-gaming-addiction
Reflexão de Mike Fahey sobre o artigo de David Wong:
http://kotaku.com/5488596/the-disturbing-ways-our-video-games-addict-us

E aí, o que acham desse assunto?
Vocês conseguem se dominar bem e parar de jogar exatamente quando querem e não deixam isso atrapalhar a sua vida?

World of Warcraft

Platform: PC
9614 Players
547 Check-ins

16
  • Micro picture
    fredacp · almost 7 years ago · 0 pontos

    Pois é, acho que o grande desafio desse tipo de jogos é conseguir balancear a vida real com a virtual. O jogo nos prende muito e tem pessoas dependendo de nós ali, não dá simplesmente pra dar pause e voltar depois.

  • Micro picture
    fredacp · almost 7 years ago · 0 pontos

    Exatamente. Auto-controle é essencial.
    Ahh e parabéns pelo site, achei muito legal. =D

  • Micro picture
    coja · almost 7 years ago · 0 pontos

    @fredacp Infelizmente desde que o homem teve ciência e o conhecimento de como fazer as pessoas serem dominadas elas usam isso, temos casos mais graves como o Nazismo e coisas mais simples como o Wow, mas por exemplo o Mc Donald's usa uma combinação de Pão, gordura, queijo e refrigerante que vicia a maiora das crianças a comer isso (não que eu não coma :P), se você por exemplo pega a quantidade de vezes que um pai fala pra criança comer algo saudável (quando a família tem ciência) comparado com a TV por exemplo é fora de cogitação, a família fala ao ano cerca de 10k enquanto a TV fala pra criança comer Mc, cerca de 1 milhão de vezes (fonte documentário Super Size-me). OU seja o importante é você saber que é viciado isso já é um grande passo. A @donasdecasawow mesmo sabe que se eu não logar 1 dia se quer é que aconteceu alguma coisa do tipo o coja morreu :P.
    Mas ter ciência de aproveitar o seu tempo é essêncial, falando nisso deixa eu ir arrumar a casa porque senão eu realmente vou tá atrapalhando a minha vida com o Wow :) ótimo post, parabéns.

  • Micro picture
    fredacp · almost 7 years ago · 0 pontos

    Valeu pela participação @cojanowow.
    Realmente reconhecer o problema é um grande passo, o mais importante.

    O complicado é quando a pessoa sabe do problema mas não consegue controlar o tempo de jogo, ou quando não tem idéia do que está acontecendo até o momento que sua vida pessoal começa a desmoronar.

  • Micro picture
    coja · almost 7 years ago · 0 pontos

    @fredacp vou fechar o site e abrir um clínica de recuperação de viciados em WOW, pelo menos vou fazer uma grana lá :P

  • Micro picture
    fredacp · almost 7 years ago · 0 pontos

    Não é uma má idéia. O problema de se jogar MMO é que realmente é muito difícil ter um equilíbrio.
    No geral ou não se joga nada ou joga-se muito mesmo.

    Eu joguei WoW por mais de um ano, e agora olhando pra trás vejo o tanto de besteira que fiz.
    Tipo ficar horas e horas pescando escondido em Orgrimmar pra pegar um Achievement, ou então muito mais horas ainda campeando pra pegar o Time-lost Proto Drake. XD

    Mas é claro que também tive excelentes momentos jogando. WoW é um jogo que tem muita coisa boa, o que eu mais gosto é principalmente toda a história que vem desde o Warcraft e as dungeons e raids com bosses muito legais e desafiantes.
    O problema é quando o jogo começa a te forçar a fazer a mesma coisa dezenas ou até centenas de vezes pra pegar alguns itens/achievements. Aí tudo perde um pouco o sentido e o jogo começa a virar um trabalho. O problema é perceber isso e conseguir se controlar e dizer: "Isso aqui eu não vou fazer não, mas vou continuar jogando".

  • Micro picture
    razikain · almost 7 years ago · 0 pontos

    @fredacp eu nem tenho mais paciência pra MMO direito, mas eu reparei uma coisa que nem eu entendo: quando eu to num MMO e tenho que ficar grindando pra subir de nível ou ficar caçando item, eu enjoo rapido pq pra mim aquilo ta repetitivo demais, da a sensação que aquilo não tem propósito, que to fazendo aquilo só pra ver número crescer. Mas se eu to fazendo exatamente a mesma coisa, por exemplo no Torchlight, Diablo ou Borderlands, que são jogos single-player, pra mim é muito mais divertido e eu sinto como se aquilo tivesse algum propósito, alguma finalidade maior, mesmo que seja simplesmente o mesmo caso: ver números crescerem. Nesses casos demora muito, muito mais pra eu enjoar.

  • Micro picture
    fredacp · almost 7 years ago · 0 pontos

    @razikain, isso é bem interessante mesmo, e acontece comigo também.
    Mas acho que é porque os jogos single player em geral usam menos essas "técnicas de viciamento".

    O que eu percebo mais claramente é que nos jogos single player o grinding na maioria das vezes é aceitável. Nos MMOs o grinding é mais intenso, mas se você ta jogando com um grupinho você faz numa boa. A parada fica tensa quando você tem que grindar num MMO sozinho... aí que da pra perceber bem como a gente está fazendo uma coisa repetitiva e meio sem sentido.

  • Micro picture
    realgex · almost 7 years ago · 0 pontos

    Ótimaaaaa matéria, li ela no site original, e fiquei realmente, não abismado, mas como coisas idiotas "putz, por que EU não pensei nisso antes" realmente acontecem no dia-a-dia dos jogos e nós não percebemos. Sempre achei o esquema de recompensas do World of Warcraft, a coisa mais brilhante que os caras já bolaram em um jogo, sempre te recompensando com algo feito. E, como no exemplo dado na matéria, no item 1, a famigerada hora da luz dourada irradiante, explodindo na sua cabeça, quando você passa de nível, nosssa, a primeira vez que vi aquilo, achei fenomenal !!! Até hoje, jogo Wow, porque não consegui realmente ver NENHUM jogo idêntico/similar/copiado à ele, onde alia jogabilidade simples (veja algum jogo onde ao invés de usar o mouse pra jogar, você simplesmente controla a câmera, é tão bobo e tão ultra-legal), sistema recompensatório constante (Wow é campeão nisso) e o que realmente acho que Wow é Wow porque foi pensando pra ser assim: ele é imensamente e insanamente gigantesco. Há tantas coisas pra se fazer nele, que, desafio, no mesmo patamar dele, me deem algum outro jogo que chegue no calcanhar do mesmo. Mesmo os parentes próximos de Mmos à ele (como Ultima Online, Everquest, os "infantis" Ragnarok e seus primos, ou até o recente Guild Wars 2), nem beiram a imensidão do Wow. E sim, somos todos marionetes daqueles que realmente sabem pensar mais que a gente, hehehe! Mas... continuem jogando viu, :D ! Eu vou!!!

  • Micro picture
    fredacp · almost 7 years ago · 0 pontos

    Hahahaha... excelente o comentário, @realgex, matou a pau.
    O WoW só continua com milhões de jogadores porque ele realmente é bom no que faz, é o melhor.
    Eu joguei WoW por mais de um ano e vi o quão viciante ele é. Não conheço nenhum outro jogo que deixe o jogador tão envolvido.
    Cheguei a comprar o Guild Wars 2, aí por duas semanas fiquei muito viciado, e depois de mais ou menos um mês já tinha parado de jogar.
    Apesar de bem velho (com gráficos que merecem uma renovada) o WoW continua tendo jogabilidade excelente, trilha sonora sensacional, sem contar na parte social, que ganha de qualquer outro jogo.

Keep reading → Collapse ←
Loading...