erugazetto

Living is.. anxiety. And pain. (https://myanimelist.net/profile/SkullSatan)

You aren't following erugazetto.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • erugazetto Rafael Salvador
    2017-10-03 18:32:05 -0300 Thumb picture
  • 2017-10-03 15:34:10 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    DARK HORSE | FINAL FANTASY ULTIMANIA ARCHIVE

    A Dark Horse e a Square Enix anunciaram o livro Final Fantasy Ultimania Archive para o 5 de junho de 2018.

    Este será o primeiro de três volumes previstos que oferece basicamente tudo (artes, comentários de desenvolvedores e muito mais) sobre os 6 primeiros Final Fantasy.

    O livro terá mais de 300 páginas e uma capa dura. O preço será de 39,99 dólares. A Amazon do Brasil já possui um registro para o livro.

    FONTE: SITE OFICIALPSXBRASIL

    @u3marcos

    Final Fantasy

    Platform: NES
    1246 Players
    69 Check-ins

    33
    • Micro picture
      rafaelseiji · about 2 years ago · 4 pontos

      Pegarei um dia

    • Micro picture
      seufi · about 2 years ago · 3 pontos

      Compra certa

    • Micro picture
      pauloe · about 2 years ago · 2 pontos

      Quero demais!

  • 2016-08-24 16:45:31 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    BLUE REFLECTION

    ...PRIMEIRAS IMAGENS DO FUTURO JRPG DE PS4 E DE VITA.

    ===============================

    FONTE: DUALSHOCKERSPSXBRASIL

    ===============================

    11
    • Micro picture
      katsuragi · about 3 years ago · 3 pontos

      Mas que lindinha essa primeira. *-*

  • 2017-08-25 23:04:46 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    "Suba até o topo"

    Medium 466901 3309110367

    Arte de ByronB contemplando as primeiras versões de Pokémon e seus desafios, ou os líderes de ginásio e a elite dos 4 de Kanto. Parece designs de manual de instruções de jogos, muito simpática.

    portfólio de Byron é cheio de outras fan arts gamers também.

    [@jvhazuki]

    Pokemon Blue Version

    Platform: Gameboy
    4698 Players
    50 Check-ins

    44
    • Micro picture
      matsugaki · about 2 years ago · 3 pontos

      A elite dos 4 de KANTO rs

    • Micro picture
      caramatur · about 2 years ago · 2 pontos

      Muito legal essa arte! *o*

  • miss_dani Dani Patiné
    2017-08-25 08:31:48 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Num momento doido de: faça você mesmo...

    Como havia comentado em uns check-in do Spec Ops: The Line, meu PS3 está com uns probleminhas, mas em grande parte, por conta do controle que estava super bugado, como se eu estivesse apertando diversos botões ao mesmo tempo, sendo quase impossível jogar ou até mesmo navegar pelos menus.

    Na internet, tinha visto um vídeo de um rapaz que usava apenas uma fita dupla face pra arrumar esse bug, mas estava com um baita medo de fazer o que ele recomendava, então tentei levar em duas assistências aqui perto de casa. Na primeira, o cara não arrumava controles e na segunda cobrava R$70 e disse que tinha que tirar um monte de coisas dele (o que achei muito estranho) mas disse que valia a pena.

    Sem saber muito o que fazer, acabei tomando coragem e decidi fazer o esqueminha da fita pra ver no que dava...

    O processo que realizei foi feito a partir desse link:

    E não é que o controle está funcionando sem bugar quase nada agora :D

    Vamos ver se ele permanece assim, hihihi :) Tomara ^-^

    Spec Ops: The Line

    Platform: Playstation 3
    940 Players
    129 Check-ins

    60
    • Micro picture
      jorgegt · about 2 years ago · 5 pontos

      Eu sou muito medroso pra essas coisas. Nem a capa do celular eu removo. XD

      3 replies
    • Micro picture
      msvalle · about 2 years ago · 3 pontos

      Boa! Apesar do receio, na situação que seu controle estava foi o melhor que você fez. Já guardei o vídeo para caso eu precise no futuro hehe

      1 reply
    • Micro picture
      diegolvf · about 2 years ago · 2 pontos

      Boooa isso ai! No fim das contas o problema era a porcaria de uma borrachinha que ficou gasta... Pagar R$ 70,00 reais pro cara trocar uma borrachinha ou até mesmo fazer o que o cara do vídeo fez é meio caro... Se o problema for simples como esse seu, apesar tb sentir um pouquinho de medo, eu prefiro me arriscar e tentar concertar sozinho do pagar pra alguém arrumar. Eu só mandaria para assistência técnica se fosse algo muito complexo, tipo refazer solda etc..
      Sem falar que dá um baita orgulho arrumar e depois ver funcionando certinho!!!

      1 reply
  • jcelove José Carlos
    2017-08-22 00:17:32 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Devil Summoner: conhecendo a família Kuzunoha

    Medium 3529954 featured image

    A Duologia Raidou Kuzunoha “vs” é um spin off de outro spin off de SMT: Devil Summoner, e foi um marco na franquia trazendo  mecânicas e ambientação únicos na série. 

    Os jogos do Raidou são os únicos SMT situados no passado (Tem os  Last Bible no Game Boy, mas ninguém liga) com combates em tempo real onde se controla o protagonista se dá comandos a seus demônios misturando magia, Hack'n slash e tiros, além de ter histórias com um clima um pouco menos dark que o habitual.

    Mas comecemos pelo começo: 

    Criado originalmente pra o saudoso Sega Saturn, o primeiro Devil Summoner trazia o dungeon crawl em primeira pessoa e demônios que poderiam se tornar aliados do protagonistas através de persuasão, elementos tradicionais da série principal, mas com um diferencial no enredo já que não se tratava mais de decidir o destino de um mundo pós (ou pré) apocalíptico de acordo com seu alinhamento moral, e sim de  uma história de investigação sobrenatural cheia de aventura e ação (em forma de dungeons labirínticas cheias de batalhas randômicas que podem te dar game over a qualquer momento) e altas confusões.

    Infelizmente nunca traduziram nenhuma versão do jogo, mas tem o script no gamefaqs. Com esforço da pra entender em japa mesmo.

    Logo no começo o protagonista, um estudante comum e sem nome é atacado e morto pelo “Dark Summoner” Sid Davis e o protagonista se vê ressuscitado dentro do corpo do “summoner” Kyouji Kuzunoha, membro de uma longa linhagem de conjuradores que jurou proteger o Japão de demônios e ameaças sobrenaturais mas que infelizmente,  também morto pelo vilão. 

    Preso no corpo de seu suposto salvador, o protagonista acaba se vendo forçado a trabalhar no lugar dele pra descobrir como impedir o vilão de encher a cidade de Hirasaki de demônios e também uma forma de voltar a seu corpo original.

    Com dungeons e interface em primeira pessoa, os fãs dos SMT originais se sentem em casa. Acima Rei Reiho, a parceira do Kuzunoha do primeiro jogo.

    Esse primeiro jogo já define bem o diferencial da série, sempre focada em uma cidade (fictícia ou não) do Japão com ambientação contemporânea e climão de história de detetive com algum personagem possuído protagonizando e girando em torno da lendária famílida de Summoners Kuzunoha. Infelizmente o primeiro jogo nunca foi localizado pra inglês nem nos seus ports para Playstation e PSP. Também nunca teve terminada a tradução feita por fãs como ocorre por sinal com seu meio-irmão SMT If (o jogo que deu origem a série Persona) tbm, infelizmente.

    Trailer do Remaster pra 3ds. Única versão oficialmente lançada no ocidente. Antes tarde que nunca né?

    O segundo jogo, subintitulado de Soul Hackerstrazia de volta praticamente tudo do anterior com algumas melhorias e uma história diferente. Dessa vez o plot se passa na fictícia Amane City, uma cidade onde tudo se conecta a networks virtuais. 

    O protagonista é membro do grupo de hackers "Spookies" e se vê envolvido numa corrida contra o tempo para salvar sua cidade da invasão de demônios supostamente invocados através de um jogo de realidade virtual, o Paradigm X que virou mania. 

    Nesse ao invés do personagem principal, é sua parceira, a tímida Hitomi Hitomi que acaba sendo possessa nesse jogo. Ao invés da alma de algum inocente é a carismática “demonha” Nemissa que divide o corpo com a garota, geralmente roubando a cena quando aparece.

    Acredite, não tem como não gostar da Nemissa (mesmo com o bullying que ela faz com a coitada da Hitomi)

    Juntos eles devem descobrir as conspirações em volta do Paradigm X e combater a perigosa organização conhecida por Phantom Society (as vezes encarnando um de seus membros-melhores partes do jogo!), que pra variar é inimiga dos Kuzunohas e quer dominar o mundo também (dentre outras coisas). Soul Hackers só foi lançado oficialmente no ocidente muitos anos depois do lançamento original para Saturn e Playstation, com o port/remaster feito pro 3ds em 2012.

    A franquia ficou na geladeira por anos até ressurgir totalmente reformulada no Playstation 2 com Devil Summoner: Raidou Kuzunoha VS the Soulless army, o spin off do spin off que curiosamente foi o primeiro jogo da série pra muita gente já que só os jogos do Raidou foram localizados para o ocidente na época do seu lançamento.

    Lançado em 2006, Raidou Kuzunoha VS the soulless army mudava completamente a ambientação da série voltando no tempo, para 1931 em pleno período Taishõ, onde o Protagonista é o 14º membro da lendária linhagem de Kuzunohas e continua com a missão da familia, mesmo sendo ainda um colegial, trabalhando como aprendiz na agência Narumi, respondendo diretamente ao dono dela, Shohei Narumi (a verdade ele acaba fazendo todo o trabalho de seu chefe os casos).

    Se passando no início do século XX, em meio às transformações tecnológicas e políticas que tomavam o Japão na época, Raidou vive resolvendo casos sobrenaturais enquanto treina para manter o legado da família. Diferente dos outros Devil Summoner, nesse o protagonista não usa um artefato tecnológico como os tradicionais COMPS, mas sim pequenos tubos chamados de Kudas, onde usando sua energia espiritual, consegue confinar os demônios e invoca-los quando quiser, praticamente uma pokébola demoníaca XD, o que realça ainda mais o estilo Ninja maquinista de trem que o rapaz tem.

    Sempre caladão, Raidou tem como parceiro Gôto, um gato falante que acompanha os membros da família desde o segundo Kuzunoha e o auxilia bastante nos casos, além da ousada porém não muito sensata repórter do jornal “Capital Daily” Tae Asakura que está sempre querendo provar como uma mulher pode ser tão capaz quanto um homem e sempre se mete no meio dos casos bizarros que assolam a “Capital” (no caso, a Capital é a forma como chama Tóquio no jogo)

    Como antagonista, temos o lendário “monge louco” Rasputim que no jogo é um Dark summoner e principal rival do Raidou.

    A campanha é dividida em episódios, cada um com várias partes e sub-casos onde o jovem detetive sobrenatural precisa desvendar uma conspiração que pretende tomar o Japão com a ajuda do tal exército mencionado no título enquanto busca salvar uma donzela inocente, pra variar e derrotar um maluco que invoca demônios usando Matrioskas (sim, aquelas bonequinhas russas)

    No gameplay, temos gráficos na mesma engine dos aclamados SMT 3: Nocturne e Digital Devil Saga, também lançados no PS2, mas com a diferença que Raidou luta em tempo real contra seus inimigos, podendo usar sua espada, pistola e ainda invocar um dos demônios de seu arsenal para auxilia-lo. As batalhas são randômicas e acontecem em espaços fechados (estilo Devil May Cry) onde o jogador pode fugir se for para os cantos da “arena”.

    As lutas chamam atenção mas no primeiro jogo são um pouco travadas, além de Raidou só poder invocar um demon por vez, o que divide opiniões sobre o quanto são divertidas. Pessoalmente acho bem legais e sensivelmente mais fáceis e amigáveis que as batalhas com press turn dos outros SMT de PS2.

    Pra recrutar os demons, Raidou tem que ter level suficiente e enfraquecê-los para então poder ter a chance de confina-los, bem Pokémon mesmo.

    Apesar de não ter os melhores gráficos do PS2, os jogos tem um charme incrível com belos visuais, retratando uma Tókio do início do séc XX e todo aquele clima noir só que japonês.

    Após o primeiro jogo, a Atlus lançou no Japão uma novel chamada Devil Summoner: Kuzunoha Raidou tai Shibito Ekishi. Trata-se de uma prequel contando a primeira grande aventura de Raidou após chegar a Capital, onde ele enfrenta um Devil summoner renegado. Tem tradução do texto para inglês feito por fãs se quiser conferir.

    Em 2008, a Atlus lançou o segundo jogo do Raidou entitulado Devil Summoner: Raidou Kuzunoha VS King Abaddon. No Japão, a limited edition do jogo jogo vinha junto com a versão “definitiva” de SMT 3: Nocturne, sub-entitulada como Maniax Chronicle Edition, onde ao invéns da participação especial de Dante da série Devil May Cry, (destaque que é meme até hoje na versão normal do jogo), tinha Raidou como boss e personagem recrutável.

    A edição limitada da versão americana trazia um fofíssimo pushie de Jack Frost, mascote de SMT e da própria Atlus no seu cosplay de Raidou, chamada de Raiho no jogo (é possível recruta-lo por sinal). Essa edição custa os olhos da cara por aqui hoje em dia.

    No gameplay a principal novidade está nas batalhas, bem mais dinâmicas e gostosas de jogar, com o personagem menos “duro” e maior liberdade, além do herói poder invocar 2 demons ao mesmo tempo nas lutas.

    O esquema de captura a lá Pokémon sai de cena pois a tradicional mecânica de negociar com os demônios para trazê-los para seu lado retorna, mas para conseguir conversar é preciso ou ter level muito maior que o inimigo, ou deixa-lo enfraquecido até que ele suplique por misericórdia. 

    Em ambos os jogos é possível andar pelos cenários com um demon ativo acompanhando o Raidou (tipo Pokémon novamente) sendo que alguns tem habilidades que podem ser utilizadas pra ajudar na exploração. O bacana é que os NPCs normais não conseguem enxergar eles.

    A engine continua a mesma então os gráficos e demais elementos de gameplay recebem só um tapinha e alguma melhorada mas como já era bom não da pra reclamar.

    Dentre os Elementos padrão na série que continuam em ambos os jogos estão o “mago” da fusão Victor, que aparece em todos os 4 jogos (é que nem o Igor de Persona), a possibilidade de usar armas brancas e de fogo nas lutas, bem como a a fusão de demons nas armas, podendo aumentar significativamente o poder das espadas. Em vez de MP, temos o clássico MAG que é consumido tanto pra invocar quanto pra manter os demons ativos.

    A OST dos dois jogos do Raidou segue na responsabilidade do sempre competente Shoji Meguro, que dificilmente desaponta.

    O enredo continua com as aventuras do 14º Kuzunoha e seu parceiro Gôto e praticamente todo elenco base do original como o chefe da agência de detetive Narumi e a repórter Tae.

    Dessa vez, Raidou se vê as voltas com um membro dissidente do clan Kuzunoha enquanto procura por pistas de um homem misterioso chamado Dahn.

    O enredo de ambos os jogos apesar de sério passa longe da pegada sinistra de SMT. Apesar de ter toda fauna de entidades características da série, com direito a fusões e seres bizarrões, a história tem bastante foco na investigação e aventura, cheio de diálogos e situações engraçadas e personagens que não se levam tão a sério. Talvez o SMT mais Scooby doo sinistro, depois de Persona 4.

    Algumas curiosidades:

    -A família Kuzunoha é bem recorrente na série, sendo bastante citada e com aparição de "membros" em persona 2. Em ambos os jogos existe um agência de detetives com esse nome e uma Devil summoner 

    -Persona 4 - Chie cita em certa parte do jogo que a Naoto parece com um Kuzunoha que ela viu em um filme. Existe a teoria entre fãs que ela teria algum parentesco apesar de provavelmente ser só fanservice mesmo.

    -Raidou e sua contraparte badass alternativa foram colocados como bosses extra no remaster de Soul Hackers pro 3ds. Basta zerar o jogo e encarar a infernal dungeon extra (não consegui)

    -Raiho, o Jack frost de Cosplay de Raidou aparece em outros jogos da série como SMT IV

    -A turma do Raidou é uma das homenageadas em Persona 5 com uma DLC de skins próprias

    Leves e divertidos (se comparados a série principal) Os Devil Summoner do Raidou são provavelmente os SMT mais light em termos de ambientação (Pelamor, os Devil Children não contam!!!hehe) da franquia. Pra quem não curte batalhas por turnos ou acha as temáticas do SMT pesadas demais, pode ser uma opção, apesar de ser um ponto bem fora da curva, que que se desprende de muitos elementos dos jogos principais e mesmo dos outros spin offs.

    O Raidou é um personagem bem estiloso e carismático apesar de não dar uma palavra no jogo e todos os NPCs são legais, vale a pena conferir se puder. Atualmente é possivel jogar no PS2 e no PS3. Comprem pra ver se a Atlus empolga pra lançar um novo jogo.

    Su puder jogue o Soul Hackers também. O visual é datado mesmo na versão do 3ds MAS ainda é um SMT bem divertido, além de ser bem tranquilo graças as facilidades que podem ser acionadas se o jogador quiser. Se for roots da pra jogar na dificuldade sinistra original, ao gosto do masoquismo do freguês!^^

    Shin Megami Tensei: Devil Summoner: Raidou Kuzunoha vs. the Soulless Army

    Platform: Playstation 2
    271 Players
    23 Check-ins

    35
    • Micro picture
      zefie · about 2 years ago · 4 pontos

      Eu queria jogar algum dos SMT de clima pesado mesmo, mas não animo com dungeon crawler x_x quem sabe algum dia...

      8 replies
    • Micro picture
      _gustavo · about 2 years ago · 3 pontos

      Putz, sem zoeira ontem eu tava pensando em baixar o Raidou Kozonoha vs Souless Army pra jogar kkkk, foi literalmente meu ultimo jogo de ps2 no console mesmo, pq pouco tempo depois eu vendi ele

      3 replies
    • Micro picture
      brunothebigboss · about 2 years ago · 2 pontos

      Porra nem tinha visto isso!
      Ainda tenho que jogar isso... Quando eu conseguir um PS2, eu acho essa porra!

      3 replies
  • 2017-08-20 17:39:46 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Velvet Room: Calculadoras de Fusão

    Querendo completar o seu Compendium ou fazer aquela Persona Badass que você tanto sonhou, mas está difícil?

    Eis aqui uma ferramenta muito útil: Calculadora de Fusões

    Existem diferenças de um jogo para o outro e também entre as versões de um "mesmo" jogo. Logo, existem diversas calculadoras... Mas vou postar algumas delas!

    Persona 3:

    P3 FES

    P3 Portable

    Persona 4:

    P4

    P4 Golden

    Persona 5:

    P5

    Ok... E como eu uso essa coisa?

    Basicamente, é só clicar no nome da Persona que você quer, para visualizar as possibilidades de fusão que levam ao resultado desejado! Esse método de "Lista de Receitas" é o mais recomendado por ser bem mais simples e exato. Já a ferramenta de calcular de fato o resultado de fusões pode gerar resultados incorretos algumas vezes... #fail

    Foi com a dúvida de um colega que acabei criando essa postagem. Espero ter ajudado de alguma forma e se alguém souber de mais algum outro tipo de Calculadora de Fusão ou tiver alguma dúvida, é só comentar!

    @kurou

    Persona 5

    Platform: Playstation 4
    692 Players
    422 Check-ins

    38
  • 2017-07-03 19:01:17 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    27
    • Micro picture
      jcelove · over 2 years ago · 2 pontos

      Tadinho do Shinji.hehe

  • leoaldrighi Leonardo Heling Aldrighi
    2017-06-20 16:08:57 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    meus pcs

    Medium 3505822 featured image

    Hoje parei pra pensar desde quando eu e meu irmão montamos primeiro computador pra jogar até hoje a evolução das placas de videos e todas que eu tive, bateu aquela nostalgia então vou compartilhar um pouco da minha linha do tempo de hardware de video 

    Começando em meados 2003 lançamento de Need Underground, lembro que foi primeiro game não consigo lembrar se era realmente essa placa só lembro que era uma AGP Gforce 5200 

    - Clock Processamento: 250MHz
    - Slot: agp 8x/4x
    - RAMDAC: 350 MHz
    - Clock de memória efetivo: 340 MHz
    - Memória: 128 MB DDR
    - Banda de memória: 64 bits
    - Suporta: Microsoft Directx 9.0, Open GL 1,5

    Apos queimar fiquei comprei uma  AGP Gecube ATI Radeon 9600 pro 256 mb. Era boa a placa mas pela época que comprei era bem fraca 2007 dai vendi pro meu primo um ano depois 

    Radeon 9600PRO

    Core Clock - 400MHz

    Memory Size - 256MB

    Memory Interface - 128-Bit

    Memory Type - DDR

    2008 comprei uma AGP HD 4650 XFX 1GB ele era bem boa mas o resto do meu pc era antigão e não ajudava alem de ainda ser AGP, faltava tudo memoria, fonte, processador, usei até queimar minha placa mae fiquei um bom tempo sem 

    Clock800 MHz

    Tamanho1GB

    TipoDDR2

    BUS128 bi

    ts

    2011 Troquei todo pc comprei tudo novo vendi as peças antigas montei phenom x6 1090t, 8bg memoria ram, e uma HD 5770 1gb foi o meu auge tinha agora um pc bom pra games zica das bailantas, pensa num muleque feliz

    Base Clock850 MHz

    Stream Processors800

    Clock4800 MHz

    Tamanho1GB

    TipoGDDR5

    BUS128 bits

    Depois de um tempo por 2013 troquei por um R9 270x  porque queria rodar melhor os games mas não tinha dinheiro ainda pra investir 

    Memória

    - Padrão: GDDR5.

    - Interface: 256bits.

    - Capacidade: 2GB.

    - Freqüência: 5,8GHz.

    Processador Gráfico

    AMD Radeon R9 270X.

    - Processadores Stream: 1.280.

    2016 estragou meu processador e placa mãe ja estava juntando dinheiro 2017  pra um pc novo então montei oque eu tenho hoje FX 8350, 12 gb de ram SSHD 1tb  RX 480 strix  GB  

    Memória de Vídeo

    GDDR5 8GB

    Clock do processador

    1330 MHz (OC Mode)

    1310 MHz (Gaming Mode)

    Clock de memória 8000 MHz

    Interface de memória

    256-bits

    No resumão se for contar toda minha historia game, meu deus vem la do tempo do NES é coisa pra paginas. mas é isso 

    11
  • a2 A2(天照大神)
    2017-05-03 00:45:02 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Aulas de Japonês;

    Olha pessoas tem uma amiga minha que dá aulas de japonês. É uma pessoa maravilhosa e tem experiencia no campo da didatica, ela ja trabalhou com isso por um longo tempo e agora ensina japonês. Caso tenham interesse entrem em contato com ela ok? E Seria legal se isso pudesse se espalhar pelo Alva, por que aqui tem bastante gente que não sabe JP e quer aprender pra jogar coisas que só tem em JP ou mesmo antes de lançar aqui.

    Dêem repost pra ajudar tá? Seria uma coisa realmente MUITO BOA  se isso pudesse reverberar pelo alva. Muito obrigado!

    pode contatar ela pelo twitter tambem

    @aneekichan

    24
Keep reading → Collapse ←
Loading...