erto

Adoro jogos de qualquer plataforma. Bom pra mim, ruim pro bolso =P

You aren't following erto.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • erto Everton Agner
    2016-02-10 00:09:09 -0200 Thumb picture

    Meu novo brinquedo antigo!

    Em ótimo estado e com caixa e manuais originais! :D

    Preciso falar... Essa foi a primeira vez que joguei Mario 64 no 64, com o controle do 64 (nunca tive um, só joguei emulando). Finalmente esses botões fazem sentido! <o>

    Super Mario 64

    Platform: N64
    15523 Players
    214 Check-ins

    2
  • erto Everton Agner
    2015-05-15 18:48:13 -0300 Thumb picture

    Sobre infância e videogames

    Medium 3071566 featured image

    (publicado originalmente no blog Grumpy is the new Charming)

    Não sei vocês, mas eu tenho lembranças esparsas da minha infância. Uma delas, porém, é muito viva, nítida e marcante: Um dia, no alto dos meus 6 ou 7 anos, acordei mais cedo que o normal - antes até dos meus pais -, e fui direto da minha cama para a sala, de pijamas e meia. Na sala, liguei a TV e o nosso Mega Drive, sentei no chão e comecei a jogar Sonic 2 até minha mãe acordar e ir fazer café da manhã.

    Agora, o que isso tem de tão extraordinário? Nada. E isso, meu amigo, é que torna essa memóriaincrível. Aquele era um dia como qualquer outro. Meus dias eram assim e eu era apaixonado por isso.

    Eu era uma criança que não curtia muito socializar. Seja com aqueles priminhos altamente estereotipados ou os vizinhos da rua. Não quer dizer que eu não brincasse com eles de vez em quando, mas que isso não era uma prioridade na minha importanteto-do list. O que eu gostava mesmo era de passar as tardes sozinho montando LEGO, fazendo batalhas épicas com meus monstros de brinquedo e bonecos de super-heróis - e improvisando sem pudor algum, a sonoplastia necessária - e, principalmente, jogando videogames.

    Nós tínhamos dois: um Turbo Game (uma das versões nacionais do Nintendinho) e um Mega Drive. Já as fitas em si não me lembro muito bem, mas creio que só tínhamos uma ou duas. No entanto, isso não era problema algum, pois na época era muito difícil ter os jogos, comum mesmo era alugá-los. Lembro das tardes de sexta-feira quando ia com meu irmão mais velho à pé em uma locadora perto de casa, na ansiedade e esperança de que o jogo que queríamos não estivesse alugado. Chegando lá, falávamos com a dona, uma mulher loira de uns 30 e poucos anos (analisando agora, acho que era bem... simpática ( ͡° ͜ʖ ͡°)), e ela procurava a fita que queríamos em uma gaveta. E aí voltávamos com aqueles itens imaculados pra casa...

    As memórias de momentos jogando videogame nessa primeira fase da infância são várias: Quando finalmente consegui terminar Sonic 2; Quando meu irmão não me deixava ganhar dele no Street Fighter (quem me conhece sabe que até hoje não sou bom em jogos competitivos); No dia que finalmente tínhamos chegado nas últimas fases de Battletoads, mas era Reveillón e a gente não queria pausar pra ir ver os fogos de artifício na sacada com meus pais; Dos jogos engraçados e esquisitos dos Simpsons; Do dia fatídico em que meu irmão ficou tão revoltado com a dificuldade de Ghouls 'n Ghosts que tacou a fita na parede (e tivemos que pagar a quantia imensurável de 50 reais para a locadora)... E ah, tudo isso sempre assoprando a fita pra funcionar direitinho.

    Aí meu mundo acabou, quando o primogênito dos meus pais teve a brilhante ideia de trocar os dois videogames por um incrível Vídeo K7 de ~4 cabeças~.

    A única explicação:

    Anos depois ele se redimiu, mas essa parte da história vai ficar pra outra hora; Vou deixar vocês o odiando por enquanto. ;)

    ~ HOJE ~

    Agora os tempos são outros: Cada dólar custa três reais,temos carros voadores, achamos que assistir um filme com óculos 3D é uma ótima ideia, os videogames são ultra poderosos e os jogos, realistas. UAU! Mas e como explicar o fato de que diversas vezes acho muito mais divertido jogar Battletoads no computador do que jogos como The Last of Us no Playstation 4? Nada contra vocês, Joel e Ellie, mas é difícil competir com a fase Turbo Tunnel.

    Com esse sentimento nostálgico, e depois de ensaiar por anos, finalmente decidi começar a colecionar videogames e jogos antigos, em especial das eras 8-bit e 16-bit; Ou seja: Nintendinho, Master System, Mega Drive e Super Nintendo. O clique foi quando um colega de trabalho me mostrou fotos de seu Super Nintendo e dos jogos que tinha, e ficamos conversando por um longo tempo sobre como era diferente e, principalmente, divertido, jogar videogame naquele tempo. Pensei: por que não?

    Isso fora do horário de trabalho, ok? :P

    Não poderia ter escolhido um momento pior pra isso: Os jogos antigos estão bem mais caros no mercado hoje do que a 5 anos atrás, e está sendo caro importar qualquer coisa. Mas sinceramente, eu não ligo muito; Não tenho grandes ambições com minha coleção e muito menos pressa. E tudo isso é bem insignificante, já que, mesmo agora, já está valendo a pena a sensação indescritível de passar horas pesquisando na Internet as diferenças entre modelos de Mega Drive; Ou sobre quais as versões de Sonic 2 em que as nuvens se mexem.

    E bom, tenho certeza de que, a cada vez que tiver conseguido um novo videogame ou jogo, estarei viajando lá pr'aquela manhãzinha... lá atrás.

    Sentarei ao lado daquele garotinho na sala e ficarei assistindo ele jogar.

    E vai valer a pena, cara. Ô se vai.

    3
  • erto Everton Agner
    2015-05-01 01:01:40 -0300 Thumb picture
    erto checked-in to:
    Post by erto: <p>Uma volta no tempo! Adorando esse clima de rpg c
    Pier Solar and the Great Architects HD

    Platform: Playstation 4
    48 Players
    7 Check-ins

    Uma volta no tempo! Adorando esse clima de rpg clássico em um console moderno. As opções de gráficos 8-bit ou HD, além de poder habilitar até scanlines, são muito bacanas :D

    0
  • erto Everton Agner
    2015-04-30 19:33:19 -0300 Thumb picture
    erto checked-in to:
    Post by erto: <p>Difícil pra caramba! Não imaginei que teria tant
    Mega Man 9

    Platform: Playstation 3
    450 Players
    55 Check-ins

    Difícil pra caramba! Não imaginei que teria tanta dificuldade em me acostumar a jogar sem o slide e o tiro carregado. =P

    Jogo baseado nos primeiros Mega Man de NES. Músicas maravilhosas e estágios bem pensados. ;)

    2
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...