2015-10-06 00:08:26 -0300 2015-10-06 00:08:26 -0300
elanlopes Elan Lopes

MD Play - O que saber?

Single 3170072 featured image

Recentemente adquiri um exemplar do MD Play, o "Mega Drive Portátil", que é comercializado pela Tec Toy aqui no Brasil. O impulso em ir atrás de comprar esse console me veio após ter feito uma visita ao Museu do Videogame Itinerante , que esteve aqui em Fortaleza(CE), e ter momentos de nostalgia que resultaram em uma vontade enorme de voltar a ter meu antigo Mega Drive.

Cheguei até mesmo a ir a algumas lojas que vendem video games antigos e paquerar com consoles de Mega Drive muito bem conservados e funcionando. Apesar da vontade grande, acabei não comprando, já que iria ficar limitado a ter os cartuchos para jogar novamente alguns dos meus jogos preferidos. Pesquisei sobre o MD Play, assisti alguns reviews que encontrei no YouTube e procurando na internet encontrei uma pessoa aqui da cidade que estava se desfazendo de um exemplar muito bem conservado (com caixa e tudo) e fechei negócio com ele.

Com meu MD Play na mão e já tendo operado e descoberto algumas coisas sobre ele, seguem algumas informações que podem ser de valia a quem tem interesse em adquirir um.

Console

O MD Play se trata na verdade de um console portátil de fabricação chinesa que emula... sim, eu falei EMULA os jogos de Mega Drive/Sega Genesis. 

Aqui no Brasil ele é distribuído pela Tec Toy desde 2009, lá fora ele é conhecido como Sega Gopher. Ele já vem com 20 jogos na memória, dentre eles alguns clássicos como Alex Kid, Altered Beast, Golden Axe, Kid Chameleon, Shadow Dancer e Sonic and Knuckles. 

O aparelho possui bateria interna, slot para cartão SD, saída para fone de ouvido e para TV e o corpo, feito de plástico nas cores preto e laranja, deve resistir a pequenas quedas (eu, não me arrisco com o meu).

Houve uma versão anterior que a Tec Toy distribuiu. Essa era nas cores azul e branco, possuía somente os três botões ABC e não tinha o slot SD.

Slot SD e  Emulação

O principal ponto de destaque do MD Play é a possibilidade de se inserir um SD Card de até 8GB no slot que o aparelho possui na parte superior e rodar os ROMs de Mega Drive. 

Aqui no Brasil a Tec Toy ainda chegou 

a comercializar dois modelos do que ela chamava de MD Card Game, que na verdade se tratavam de SD Cards que vinham com ROMs, mas é possível se utilizar qualquer SD Card que esteja formatado em sistema FAT ou FT32 e com ROMs no formato .BIN dentro de uma pasta intitulada GAME que o aparelho reconhece o jogo. Com isso se tem a possibilidade de jogar além dos 20 jogos da memória, PRATICAMENTE toda a coletânea de jogos do Mega Drive/Sega Genesis.

Quando digo PRATICAMENTE, é porque apesar de rodar todos os jogos, o MD Play não possui o recurso de SaveRAM, ou seja, não é possível em jogos como Shinning Force e Fantasy Star salvar o jogo para continuar depois, com certeza um dos contras deste console.

Outro recurso que também não tem são os Saves States, mesmo sendo emulado tem que se jogar na raça de forma antiga, ou seja: morreu, acabou a bateria, não tem mais continue ou não anotou o password? Tem que começar tudo de novo e isso pra mim é um dos prós. ;)

É possível criar um arquivo MDB.DAT contendo as imagens preview de cada jogo que tem no SD Card. Basta usar o ScreenGhoper, criar e editar o arquivo e colocar dentro da pasta GAME juntamente com os ROMs.

Bateria

A bateria interna tem uma duração média de 4 horas e pode ser recarregada através do cabo mini USB juntamente com um adaptador de USB bivolt. Seu compartimento pode ser acessado na parte de trás do console e a mesma pode ser substituída por uma dessas baterias de celular Nokia de 3.7v (o site da Tec Toy informa erroneamente que a bateria é de 4,2v) tendo-se apenas o cuidado com os conectores e suas polaridades. O aparelho também tem um led que indica quando a bateria está fraca e outro para indicar quando o aparelho está ligado.

Som

Ao meu ver outro ponto fraco do console. O pequeno auto falante frontal é mono, bem como a saída de fone de ouvido. Isso não estraga a diversão, porém não dá para aproveitar a trilha sonora bacana que alguns jogos tem, ficando a experiência sonora mediana.

O aparelho também tem um controle de volume de som na parte superior.

Imagem

A tela de LCD de 2,8 polegadas do aparelho de alto brilho tem uma resolução 320x240 pixels e 65.000 cores e apesar de pequena é bem nítida e bem iluminada não atrapalhando em nada a jogatina.

O aparelho também pode ser ligado em uma TV através de cabo AV que acompanha o mesmo. Nesse caso nota-se uma leve perda de qualidade na imagem, mas tão leve que não atrapalha em nada. Quando conectado a uma TV o aparelho passa a funcionar apenas como joystick e sua tela fica desligada, o que economiza um pouco mais da bateria.

Dica: é recomendado desligar o console antes de plugar o cabo AV no mesmo.

Também tem alguns jogos que apresentam pequenos bugs nas imagens, como Contra Hard Corps, no entanto é possível baixar algumas ROMs corrigidas deste site russo.

A Usabilidade


O aparelho apesar de pequeno tem uma pegada boa. O direcional é de um conforto e resposta incrível. Os botões de jogo respondem bem e a disposição em diagonal é bem acessível. O botão de start fica sobre os botões de jogo o que permite pausar o jogo ou iniciar o mesmo de forma rápida. Já o botão de menu fica sobre o direcional. Ambos esses botões são de relevo baixo, o que impede seu acionamento acidental.

O slot para SD Card fica na parte superior e quando há cartão inserido, o mesmo não sobra para o lado de fora do slot

Conclusão

Estou bem satisfeito com o MD Play e me divertindo um tanto com ele. A relação custo-benefício é muito boa para quem é gamer retrô e quer ter um video game portátil que roda jogos de Mega Drive dentro da bolsa.

Próxima etapa? Finalizar os 20 jogos que vieram na memória dele.

2
Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...