2018-10-02 21:54:55 -0300 2018-10-02 21:54:55 -0300
diegogonz Diego Gonz

​RPGs clássicos que todo gamer deveria experimentar

Single 3676077 featured image

Todos os anos são lançados diversos RPGs e nas últimas décadas o número de títulos disponíveis é praticamente imensurável. Apesar dessa quantidade enorme de lançamentos, apenas alguns desses títulos realmente possuem qualidades e características boas o suficiente para merecerem o precioso tempo dos jogadores.

Nesse artigo, estão dois dos maiores RPGs clássicos e atemporais que já foram lançados para qualquer sistema, um JRPG e um RPG, que todo gamer precisa jogar pelo menos uma vez na vida. Então basta seguir algumas regras básicas e cair de cabeça nesses títulos.

Foto por BagoGames/CC BY 2.0

Vale a pena conferir a versão original de Final Fantasy VII (FFVII) antes da chegada do tão aguardado remake. Segundo jogo mais vendido do primeiro PlayStation, o título provou sozinho que havia uma audiência para os JRPGs no mercado ocidental e abriu o mercado para literalmente todos os títulos que vieram depois.

A produção do game custou impressionantes 45 milhões de dólares e exigiu uma equipe de mais 100 funcionários, uma quantidade de recursos completamente sem precedentes para a época, mas que indubitavelmente resultou em um dos maiores clássicos da história.

Grande parte disso ocorre porque o jogo apresenta alguns companheiros incríveis. Tifa Lockhart é considerada uma das melhores personagens coadjuvantes da história, mas todos eles têm muita profundidade e fazem sua jornada mais incrível apenas por estarem lá.

A dinâmica das interações entre os personagens é muito leve e divertida, o que torna fácil perceber de onde surgiu a inspiração para o aclamado time do recente Final Fantasy XV. Por exemplo, durante as longas viagens, Barrett, o líder natural da trupe, repetidamente pergunta a Tifa quanto tempo ainda falta de uma maneira impaciente e engraçada.

O apego inevitável que começamos a sentir pelos personagens também faz com que as diversas reviravoltas inesperadas e dramáticas no decorrer da história tenham um peso muito maior do que normalmente teriam.

Algumas das suas cutscenes mais longas inclusive contam com mais de 40 minutos e a soma de tudo isso serve para tornar o jogo praticamente um longo e incrível filme do qual o jogador pode ativamente participar. Isso, aliás, é um dos maiores elogios que se pode fazer a qualquer título de videogame.

 Foto por GOG/Divulgação

Star Wars: Knights of the Old Republic (KOTOR) e a sua continuação, Star Wars: Knights of the Old Republic II: The Sith Lords (KOTOR II), são os dois melhores jogos de Star Wars já criados e alguns dos melhores RPGs de todos os tempos.

Assim como FFVII abriu o mercado para os JRPGS, Kotor foi um dos principais responsáveis pela introdução de um sistema de moralidade no qual os jogadores podem gravitar em direção aos lados claro e escuro da força em função das suas escolhas ao longo da trama.

Cada uma delas tem um impacto drástico no desenrolar dos acontecimentos e no final da história, o que aumenta muito o replay par descobrir como as coisas aconteceriam do outro lado da força.

Assim como as classes escolhidas, já que em ambos os títulos o jogador eventualmente se torna um Jedi ou Sith, as escolhas morais também afetam os poderes que estão disponíveis para utilização. Além disso, elas também aumentam ou diminuem a eficiência deles de acordo com a afinidade do personagem principal em relação a um dos dois lados.

A história de ambos ocorre aproximadamente 4.000 anos antes dos eventos que acontecem nos filmes da saga e é possível viajar por diversos planetas da galáxia, como Tatooine e Kashyyyk, para realizar a maioria das atividades incríveis mostradas nos vários filmes da franquia.

Desde construir o próprio sabre de luz, passando por reunir uma equipe com diversos estilos de personagens clássicos e até chegar em dramáticos confrontos finais com mestres dos dois lados da força, os dois KOTORs dão ao jogador uma das experiências mais completas de Star Wars que se pode ter.

De diversas maneiras diferentes, cada um dos RPGs mencionados nesse artigo ajudou a indústria de games a se tornar o que é hoje, revolucionou as expectativas do que os jogadores poderiam esperar e eventualmente se tornou um clássico.

Jogar esses títulos nos dias de hoje é muito mais do que descobrir coisas boas do passado. Fazer isso é viver uma experiência única de história e evolução que qualquer jogador deveria experimentar pelo menos uma vez. 

0
Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...