desafio

Challenge accepted!

You aren't following desafio.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • rh Raphael Henrique
    2019-10-13 13:22:58 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    (TAG) Cinco jogos que me fizeram ser gamer

    Um desafio criado pelo @lukenakama, que me foi indicado pela @ntampinha. Regras básicas:

    1) Indicar @desafio e o @lukenakama

    2) Marcar uma galera pra fazer também.

    3) Fazer uma lista com cinco jogos que fizeram você ser gamer, que te fizeram ver que é mais que videogame, é arte!!

    Segue o bonde...

    -----------------------------------------------------------------


    1 - Super Mario Kart


    Foi o meu primeiro jogo que eu me lembro por gente. Já fui introduzido a um jogo com uma mecânica super difícil, ainda mais pra mim que deveria ter por volta de cinco/seis anos kkkkk
    Esse game me mostrou que nada na vida seria tão fácil. Se eu quisesse vencer, eu teria que me esforçar para isso.


    2 - Goof Troop


    Foi o primeiro jogo que eu zerei. Sim, eu sei, é um jogo de passatempo que dá pra zerar em uma, duas horas brincando, mas imagina na cabeça de uma criança? "CARA, EU ZEREI UM JOGO!" Não há emoção tão nostálgica quanto essa, sem sombra de dúvidas!


    3 - Counter Strike 1.6


    Foi o game que me mostrou o mundo do FPS. Consegui pegar ali o finalzinho da época das lanhouses, onde tinha que chegar com meia hora de antecedência senão você simplesmente não conseguia jogar kkkkkkk
    Ainda quando eu era criança, vi o meu irmão jogando esse game em uma pousada lá em Ubatuba (vai vendo a aleatoriedade) e acabei me apaixonando pelo CS e pelo próprio estilo de jogo. Massa demais!


    4 - Cat Mario


    Foi o jogo que me mostrou o universo das speedruns e, também, foi o jogo que tirou algumas das minhas noites de sono por puro pesadelo mesmo kkkkk
    Seis anos depois, retornei ao game, zerei e conheci a comunidade dos speedrunners. Graças a essa comunidade e a minha tamanha persistência, hoje sou o segundo melhor jogador dessa bagaça xD
    O ranking está aqui: 
    https://www.speedrun.com/cm#Any

    5 - Warface


    Foi o primeiro game online (não-flash) que joguei. Toda a minha paixão de FPS convergiu até aqui, onde atingi o meu auge como gamer ao vencer o campeonato da Liga Brasileira de Clãs pela MOBB, em 2017, o que equivalia (na época em questão) como um título nacional, por ter presente todas as principais equipes da elite do servidor brasileiro. Começar a jogar esse game em 2013 e somente quatro anos depois cheguei ao meu ápice.
    A tabela do mata-mata e a única evidência que tenho de tudo isso está presente aqui: http://2campeonatolbc.challonge.com/2CampeonatoLbc...

    -----------------------------------------------------------------

    E esse foi o meu Top 5 de jogos que fundamentaram minha vida gamer. Joguei muitos jogos incríveis, mas acho que os que me tornaram realmente um gamer, foram estes...

    Marco para fazerem a TAG (se quiserem e caso ainda não tenham feito): @jcelove, @andre_andricopoulos e @mastershadow.

    É isso, até a próxima! :)

    27
  • rax
    2019-10-07 11:03:27 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio 1 semana de música dia 7

    Desafio 1 semana de música dia 7

    1 - Postar uma musica por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:

    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos

    Dia 7:Ost a sua escolha.

    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também.

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    Dia 7:Ost a sua escolha.

    Velho mas que porre,eu ia postar o post direto aqui no Alva e me manda na bosta da pagina de login do alva.Perdi o texto que eu tinha feito antes nesse post.

    Fiz moh textinho aqui bakana que droga.

    Fiquem com a ost aqui mesmo e pronto.

    Atelier Marie + Elie: Zarlburg no Renkinjutsushi 1&2

    Platform: Playstation 2
    10 Players
    2 Check-ins

    20
    • Micro picture
      vante · 7 days ago · 2 pontos

      Curioso, sua lista foi cheia de jogos e músicas inesperadas, eu pensei que o Megaman X5 ia comer solto kkkkkkkkkkkkk

    • Micro picture
      rax · 7 days ago · 1 ponto

      Cara eu AMO o X5 mas eu já falo dele a exaustão aqui no Alvanista.

      Além do mais eu gosto de variedade,ai é bom dar chance pra outros jogos né?

      Até pq eu não jogo só Mega Man UAHSUHAUSHAUSHAUSHUAHSU :P

      Mas relaxa que amanhã eu faço uma menção honrosa haha lol

  • rax
    2019-10-05 10:39:09 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio 1 semana de música dia 5

    Desafio 1 semana de música dia 5

    1 - Postar uma musica por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:

    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos
    Dia 7: RODADA BONUS: Música completamente a sua escolha, tema de personagem, tela inicial, save room, tela de pause: VOCÊ ESCOLHE!
    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também.

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    Dia 5: Música tema de final boss

    Essa é fácil pra min.De longe uma das melhores osts de final boss que eu já escutei até hoje,a ost de final boss do Xenogears.

    Sério,é TÃO BOA a ost que tentem imaginar uma luta de 2 bonecos palitos brigando com a ost no fundo tocando.

    Por mais que a cena pareça algo bobo com a ost fica extremamente épico.Principalmente pra quem sabe do contexto do jogo e sabe do plot do início até o fim do game.

    É simplesmente AMAZING,só isso que eu digo uahsuhaushuahsuahs :P

    Xenogears

    Platform: Playstation
    1918 Players
    241 Check-ins

    18
  • natnitro Renata
    2019-10-05 01:10:46 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p><strong>#Desafio: 5 jogos que me fizeram um(a) g
    Super Mario World

    Platform: SNES
    26470 Players
    365 Check-ins

    #Desafio: 5 jogos que me fizeram um(a) gamer + checkin tudo junto :-) 

    Já tinha uns dias que aquele bichinho da SNEStalgia estava me mordendo, pra matar aquela saudade de umas coisinhas que tinha tempo que não jogava, e ontem a noite, quando eu estava pensando em retomar a maratona de Dragon Age que vou enrolando há séculos, bateu aquela mistura de cansaço com preguiça e foi só aquela capotada básica na cama e ai, em vez de ficar só meditando e olhando pro teto, fui de Super Mario World, que tinha uma eternidade que não jogava... 

    E pra variar, o comecinho foi aquela ferrugem maravilhosa acumulada, já que não lembrava mais nem qual era o botão pra arremessar os cascos de tartaruga, mas foi só pegar o embalo do jogo que nem vi o tempo passar e lá se foram umas quase 3h direto e reto, e só parei mesmo porque ainda tinham umas pedreiras boas pela frente como aquelas fases secretas, e meu estado de sono era basicamente esse ai mesmo...

    E nessa vibe da snestalgia, fiquei pensando também no desafio que o @hard_frolics me sumonou, pra falar sobre 5 jogos que marcaram minha jornada gamer, e apesar de não ser tarefa das mais fáceis escolher só 5 jogos, então lá vai minha lista:

    1º - River Raid

    Pra começar do começo, esse foi o primeiro jogo de videogame que lembro de ver meus primos bem mais velhos do que eu jogarem, com um cartucho bem detonado num Atari 2600 já beeemm velho, em uma noite de natal na casa deles... E quando o dono do console parou de jogar pra ir abastecer o prato de novo na hora do jantar, joguei um pouquinho e isso já foi suficiente para a paixão por jogos entrar até no meu dna e me fazer mergulhar de vez nesse mundo dos videogames... 

    E tudo ali conspirou pra isso naquela noite, porque dias depois aquele mesmíssimo Atari 2600 sixer estaria no meu quarto, juntamente com o River Raid e mais uma caixa de sapatos cheia de cartuchos que incluíam ai PacMan, Os Caça-Fantasmas, Pitfall e mais um monte de coisinhas bem obscuras, já que meu primo topou vender o console pra poder comprar uma bicicleta, porque no ano seguinte ele começaria o ensino médio em outra escola um pouquinho mais longe de casa e também porque aos 14 anos já estava se considerando "velho" para aquele tipo de joguinhos de criança... xD

    E o melhor é que o Atari continua lindão e na ativa aqui em casa até hoje e meu pobre priminho véio vive se lamentando de ter me vendido o console com a caixa de jogos dele, já que na época o bobão ficou com medo de ser zoado no ensino médio por ainda gostar de "jogos de criancinha"... Se arrependimento matasse... huahuahauahua 

    2º: Super Mario World (Snes)

    Apesar de ter jogado os Castlevania oldschool e outras pedreiras similares antes, o Super Mario World me marcou de um jeito diferente porque foi nesse jogo que pela primeira vez empaquei em uma fase, que foi justamente a Tubular e depois de tentar por horas a fio até cansar e não passar de jeito nenhum, tive que jogar a toalha, já que toda hora me enrolava com os balões de ar e me ferrava bonitinho... Lembro que joguei até a hora de dormir na sexta à noite e depois fui pra cama no maior baixo astral, já que sempre fui do tipo mula teimosa que não desiste nunca e nessa noite ai o jogo me venceu pelo cansaço literalmente...

    Daí, no dia seguinte, que era justamente um sábado, lá pelas 9h da manhã, apareceram aqui em casa meus parças de escola/arruaça para fazermos o dever do final de semana e depois o plano era de brincarmos o resto do dia descendo as ladeiras daqui do sítio de "trole", (como o pessoal daqui chama os carrinhos de rolimã sabe-se lá porquê kkkkk)e na hora do dever, comentei sobre a fase Tubular do Super Mario World e ai um dos meus amiguinhos começou a me zoar dizendo que a fase era fácil até demais e lá fomos nós para o Snes pra tirar a prova e ele conseguiu me deixar igual a uma pimentinha vermelha de raiva porque ele não deve ter levado nem 3 fucking minutos pra fechar a maledetta fase Tubular, só com aquela manha do Yoshi azul... >-<

    Depois disso tive que aguentar a zoação dele o resto do dia, mas valeu a pena, porque ficou uma lição altamente filosófica pro resto da vida, que é nunca desistir, por pior que as coisas pareçam, porque a solução pode ser mais simples do que você imagina... :-)

    3º: Need for Speed Carbon

    Esse jogo foi provavelmente um dos que mais joguei na vida e não só devo meu nick Natnitro a ele, como também foi o primeiro multiplayer online que joguei pra valer no modo competitivo e consegui a façanha de chegar (e ficar por um bom tempo) no ranking dos melhores jogadores do mundo, na época dos servidores do NFS Carbon ainda ativos... E de fato, foi muito bom mesmo enquanto durou... @_@

    4º - Assassin's Creed 2:

    (Resista a esse trailer quem puder :-)

    Bem antes do AC1, eu já era fã da trilogia das areias do tempo do Prince of Persia e, num dia qualquer, chegou uma newsletter da Ubi anunciando o lançamento de uma nova franquia que se chamaria Assassin's Creed e se passaria na época das cruzadas, envolvendo o conflito entre assassinos e templários, etc e talz... Li isso achando a ideia interessante mas até ai não foi nada empolgante o suficiente pra deixar com hype, mas acabei comprando o jogo assim mesmo, porque se fosse pelo menos parecido com os Prince of Persia, já estava valendo... 

    Ai, quando joguei o primeiro AC, tive aquele feeling de que a ideia era boa, mas a execução não foi das melhores porque o jogo era altamente repetitivo e um pouco demorado demais para os padrões da época, ainda mais para quem estava acostumado com Prince of Persia, que era muito mais dinâmico em praticamente tudo... 

    E ai se foram 2 anos até que um dia chegou outra newsletter da Ubi anunciando o Assassin's Creed 2, que dessa vez se passaria na Itália renascentista, com um novo protagonista bem estiloso, em uma ambientação espetacular parecida com essa ai... 

    Então pensei comigo que a ideia de ir pra Itália renascentista seria legal e talz, mas o AC1 foi tão repetitivo que se aquele fosse o padrão da franquia, até desanimaria um pouco de jogar, mas ai bastou descobrir que o inimigo principal e grão-mestre dos templários era ninguém menos que o Rodrigo Bórgia, que se tornaria Alexandre VI, um dos papas mais poderosos e devassos da história, que quem leu o livro do Mario Puzo já conhecia muitíssimo bem, e ai não pensei duas vezes e garanti logo o meu AC2... 

    Ai bastou começar a jogar o AC2 que foi logo amor à primeira vista pela ambientação, pela história, personagens e tudo mais, e esse foi logo para o topo dos meus jogos preferidos de todos... E só perdeu o posto no ano seguinte, quando saiu o AC Brotherhood, que superou o AC2 em tudo, com um Ezio mestre assassino bem mais maduro e com o senso humor tão afiado quanto a sua hidden blade, que é meu jogo preferido de todos até hoje... ♥♥♥ 

    5º - Castlevania: Lords of Shadow 2

    (Se o jogo tivesse sido perfeito igual a esse trailer... ♥♥♥)

    Minha história de amor e ódio pelo LoS2 está registrada aqui no Alva desde antes do lançamento do jogo, quando fui jogar o Lords of Shadow 1, que me fez redescobrir Castlevania e me apaixonar novamente pela franquia desde os jogos oldschool... 

    E mesmo sendo um jogo que tinha Castlevania só no nome e uma jogabilidade que não era das melhores, o LoS1 me causou quase o mesmo efeito do AC2, me envolvendo com a história, personagens, ambientação e tudo mais, e ai depois veio o Mirror of Fate que empolgou ainda mais pelo Gabriel como Drácula e, com isso, o hype para o LoS2 foi pra estratosfera, já que o jogo parecia espetacular, com uma história forte e tensa, além da possibilidade de jogarmos com o Drácula pela primeira vez e até ai tudo parecia incrivelmente perfeito, mas...

    Assim que o jogo saiu, quase tudo que prometeram estava lá, como o Gabriel como o Drácula definitivo, a história envolvente, a ambientação espetacular com um dos gráficos mais bonitos da geração passada, a jogabilidade super estilosa chegando perto da perfeição, etc. Só que o amor virou ódio por causa de alguns erros imperdoáveis que fizeram no jogo como colocarem stealth em um hack'n'slash com a desculpa mais furada do mundo, e ainda deixarem a campanha linear igual a um corredor, já que não colocaram nenhuma mísera sidequest, nem boss rush e nem nada além da Arena do Kleidos, que não passa de uma área de treino com inimigos e aliados do jogo e nadica de nada mais...

    Ai realmente bateu uma tristeza enorme de ver como estragaram o LoS2 dessa forma e, por causa disso, um dia estava no pc e do nada, comecei a listar tudo que eu gostava no LoS2 e principalmente o que eu não gostei e ai fui anotando nos pontos negativos o que teria ficado melhor e logo depois abri a CryEngine, (que é o mesmíssimo motor gráfico do Crysis, FarCry3, Prey, Ryse: Son of Rome e cia), e comecei a testar na prática aquelas ideias do que daria certo no LoS2 e, com isso, acabei desenvolvendo meu primeiro protótipo de jogo e dai em diante, em vez de ficar reclamando que os ACs ou Castlevanias eram ruins por isso ou por aquilo, passei a tirar essas ideias no papel e a executá -las na prática pra ir aprendendo cada vez mais com os jogos...

    E dessa vez vou marcar o sumido do @zefie e também deixo ai o convite para quem quiser participar do @desafio e dizer quais foram os 5 jogos que fizeram ser um(a) gamer, já que é sempre legal ver o que pessoal daqui gosta de jogar, porque costuma aparecer alguns jogos bem inusitados e até umas coisinhas que nunca tínhamos ouvido falar e com isso acabamos descobrindo até umas boas novidades... :-) 

    35
    • Micro picture
      raiden · 10 days ago · 2 pontos

      Também tenho amor e ódio pelo castlevania LoS2. Realmente se fosse tão sensacional quanto o trailer... Aliás quando assisti pela primeira vez fiquei em choque logo após o final dele e só berrava "É o Alucard!!!! É o Alucard!!!!" É pena que a dlc dele no jogo dá pra terminar em uma hora... Quanto ao AC2, sem comentários.... Obra de arte. É também comecei a jogar exatamente nesse Atari com o jogo Enduro. XD

      1 reply
    • Micro picture
      lukenakama · 9 days ago · 2 pontos

      Zerei(de novo) Super Mario World recentemente, até hoje sofro na Tubular.
      Primeira pessoa que vejo que coloca Castlevania Lord of Shadow 2, mas faz sentido estar ali pois te ajudou a não ficar só reclamando do jogo, mas falando e executando na prática como ele poderia ficar melhor.

      1 reply
    • Micro picture
      rax · 9 days ago · 2 pontos

      Boa lista.AC2 joguei muuuuito no PS3 xD

      2 replies
  • rax
    2019-10-04 09:53:09 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio 1 semana de música dia 4

    Desafio 1 semana de música dia 4

    1 - Postar uma musica por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:

    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos
    Dia 7: RODADA BONUS: Música completamente a sua escolha, tema de personagem, tela inicial, save room, tela de pause: VOCÊ ESCOLHE!
    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também.

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    Dia 4: Música tema para chefões

    Tema de Boss não é algo que noto tanto assim (até noto),mas em OSTs de games eu curto algo mais calmo e animado (tbm curto osts com outras vibes),e uma que combina bem é essa do Grandia 2.

    Escolhi ela porquê é bem animada e é uma ost até interessante e um tanto incomun (não me lembro de osts de boss fight que sejam exatamente animadas agora de cabeça.)

    E também curto a ost então vai ela mesmo :)

    Grandia II

    Platform: Dreamcast
    446 Players
    13 Check-ins

    18
  • jesspras Jessica
    2019-10-04 01:01:29 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Tag 5 jogos que me fizeram ser Gamer

    o brother @gusgeek me marcou e eu demorei para fazer. Mas aqui está!

    1 - Indicar a persona @desafio

    2 - Marcar uma galera, e mesmo quem não for marcado pode fazer o @desafio mesmo assim

    3 - Fazer uma lista com cinco jogos que fizeram você ser Gamer, que te fizeram ver que é mais que Videogame, é Arte.

    Donkey Kong Country

    Esse game eu achava lindo demais e muito desafiador. Gostava até mais que o super mario world. E todo ano eu faço questão de jogar para zerar.

    A boa lembrança que eu tenho dele é ir na locadora com a minha irmã escolher uma fita e sempre acabar levando essa mesma fita para aproveitar o fds. Minha irmã não é muito chegada a games, mas esse ela sabe jogar. 

    Super Mario 64

    Lembro de estar na praia nas férias de verão e meu irmão mais velho ligar super empolgado que tinha comprado um nintendo 64, que era melhor que o SNES e o mario era muito mais real. Segundo as palavras dele, dava pra andar com o Mario livremente pelo cenário e até dar uns socos, chutes.

    Quando eu finalmente botei as mãos no console e nesse jogo, minha cabeça quase explodiu. Eu achava que nenhum jogo seria melhor que esse, tanto em jogabilidade, as fases e no gráfico!

    International superstar soccer 64

    Eu sempre quis fazer as coisas iguais ao meu irmão. Aprendi a jogar bola com ele, videogame com ele, etc. Eu via ele jogar o international superstar soccer no SNES contra a máquina ou contra os amigos e achava sensacional. Porém eu nunca fui muito boa nesse jogo.

    Quando descobri o futebol de nintendo 64 logo fiquei viciada e achava muito perfeito. Até o tio da locadora já sabia que eu ia escolher esse game (minha mãe nunca deixou eu ir na locadora para jogar com os guris, no máximo eu ligava pra lá e pedia pro tio trazer pra mim).

    Até hoje eu jogo games de futebol e até que sou boa neles. Chamava a gurizada pra jogar o de ps2, o de xbox 360 e hoje em dia os fifinhas do xbox one.

    The Legend Of Zelda: Ocarina Of Time

    Fui conhecer esse game muito mais tarde. Um amigo meu do trabalho também tinha nostalgia pelo nintendo 64 e me perguntou se eu já tinha jogado esse game.

    Me obriguei a comprar a fita pro meu n64 e experimentar. Mesmo já sendo um jogo "ultrapassado" ainda me diverti horrores, é a minha franquia favorita e ainda fiquei impressionada com o que o nintendo 64 conseguia fazer na época.

    É um game que todo ano eu faço questão de jogar. Mesmo se for a versão de 3DS, no emulador, no nintendo 64. E se lançar pra nintendo switch eu jogo tudo de novo.

    Bully

    Joguei esse game em 2009. Foi um ano bem dificil pra mim, pois perdi a minha mãe e senti o mundo desabar na minha cabeça. Eu fiquei semanas trancada no meu quarto, sem muita vontade de encarar o mundo lá fora e continuar a minha vida.

    Então, nesses dias de solidão, eu ligava meu ps2 e passa horas nesse game. Parece que ele sempre me fazia esquecer um pouco das coisas que aconteceram e até me animava um pouco.

    Tenho um carinho muito grande por esse jogo.

    Gostaria de marcar, se quiser fazer é claro:

    @mardones

    26
    • Micro picture
      santz · 10 days ago · 2 pontos

      Então você e seu irmão jogam videogame e tem uma irmão que se desviou desse caminho glorioso?

      3 replies
    • Micro picture
      lukenakama · 9 days ago · 2 pontos

      Jogos são muito bons pra nos desestressar quando perdemos pessoas queridas.
      Donkey Kong Country, Super Mario 64 e Ocarina of Time são muito fodas mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      gusgeek · 10 days ago · 1 ponto

      Excelentes jogos pra uma excelente lista, valeu por fazer!! :D

      2 replies
  • 2019-10-03 13:13:01 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio: 5 jogos que me fizeram gamer

    Já que não posso jogar por um tempo, pelo menos posso pensar em jogos. Vi esse @desafio por aí e resolvi fazer também. 

    Vi que como regra temos que invocar e marcar pessoas. A única coisa que eu invoco é Galadriel, senhora da Floresta Dourada, então deixa assim. 

    Vou numerar de 1 a 5, mas não tem ordem de importância. 

    1 - Decap Attack (Mega Drive)

    Gosto de pensar no Decap Attack como um grande responsável por eu ser um gamer, pois ele foi o primeiro jogo que eu joguei depois que estourei a bolha da primeira infância. Quando eu era muito criança meu mundo girava em torno do Sonic. Ganhei um videogame, veio uma fita do Sonic e eu estava feliz, sabem como é, muitas crianças se satisfazem com bem pouco. Foi assim por alguns anos, mas depois de certa idade eu descobri que existem outros milhares de jogos, locadoras, amigos que trocavam e emprestavam, e o Decap Attack foi o jogo dessa minha primeira interação com o mundo gamer de fato, fora do meu quarto. Foi um momento especial entender como funcionava um jogo diferente do Sonic, e era, pela primeira vez, emprestado de um amigo.

    2 -  The Revenge of Shinobi (Mega Drive)

    The Revenge of Shinobi também faz parte dessa história por ter sido responsável pela primeira vez na minha vida gamer  que eu precisei largar um jogo por considerá-lo muito difícil. Acho um passo importante, na nossa formação gamer, percebermos nossos limites, reconhecer que não tá rolando, que o jogo está difícil pra gente e em algum momento pode ser necessário deixar o jogo pra lá por causa disso. Claro que poderemos sempre tentar outra vez, mas reconhecer essa incapacidade pela primeira vez foi difícil e vergonhoso dentro da minha cabeça. Bem trouxa. Mas depois entendi que tá tudo bem, faz parte.

    3 - Sonic 3D Blast (Mega Drive)

    Esse jogo me ensinou a palavra "persistência". Foi meu primeiro jogo em 3D, meu dedo doía pra caramba para controlar o Sonic nesse cenário com aquele direcional tradicional, e ele parecia sempre estar escorregando, encostando em tudo, morrendo...foi um caos. Por isso mesmo, pela dificuldade nesse novo cenário que foi talvez um dos jogos que eu mais demorei pra fechar, pois era meio novo pra mim. Mas foi bacana essa primeira experiência com um mundo que girava e tinha novas perspectivas de câmera. Depois dele eu não queria mais saber de mundo 2D. 

    4 - The Sims (PC)

     The Sims entra aqui por ter desenvolvido em mim aquele lado obscuro que quase todo gamer tem: o trapaceiro. "klapaucius" e eternos "!;!;!;!;!;!;!;!;!" para ficar milionário e construir mansões monumentais desde o começo do jogo. Sim, porque trabalhar e cuidar de tudo aquilo, tenha santa paciência. Era um personagem morrendo atrás do outro. Depois de saber da existência disso eu fiquei um bom tempo com esse péssimo hábito. Todo jogo que eu começava já queria saber quais eram os macetes e truques pra me dar bem. A primeira pergunta sempre era "tem modo deus?". Só fui achar esses truques desnecessários depois de alguns anos. Hoje em dia já perdi esse vício, não preciso fazer tratamento, relaxem. 

    5 - Tomb Raider III: Adventures of Lara Croft (PSONE)

    Tomb Raider III é um divisor de águas pra mim. É o jogo responsável pelo gamer que eu sou hoje. Depois de passar um tempo jogando eu me desinteressei por videogames. Comecei a gostar muito de livros, de ler, escrever e fui deixando os games de lado. Fiquei  uns 6 ou 7 anos sem ter um videogame em casa por desinteresse mesmo. Daí conheci Lara e Tomb Raider III foi o jogo que me trouxe de volta para os games e me mostrou que eu poderia unir as duas coisas. Eu adorava jogar e depois sair da TV e ir para os livros pesquisar sobre todas aquelas histórias que o game me contava, sobre aqueles lugares, mitos, épocas, achava fascinante! Daí por diante eu me tornei esse gamer que curte, claro, bons momentos de ação, entretenimento, mas também gosto de histórias bem contadas, simples ou complexas - de preferência de terror/drama ou aventura - coisas que podem extrapolar as fronteiras de  um jogo.

    Claro que alguns jogos ficaram de fora. Não coloquei Mario ou o Sonic mais clássico porque são de uma época em que eu nem sabia que os videogames tinham um universo próprio. Era só uma criança que curtia jogar e ponto, sem nenhum pensamento formado sobre aquilo e nenhum gosto sistematizado pela coisa. Afinal, ser gamer, pra mim, envolve ter uma consciência desse meio e de onde você se insere nele, e na época que eu jogava Mario/Sonic eu não tinha consciência nem de mim mesmo, quem dirá de um mundo gamer....

    The Revenge of Shinobi

    Platform: Genesis
    1824 Players
    21 Check-ins

    29
    • Micro picture
      lukenakama · 9 days ago · 2 pontos

      Não curto tanto a saga Shinobi, só gosto de Shadow Dancer :/
      Acho que nunca joguei o The Sims 1 mas adoro a saga.

      2 replies
    • Micro picture
      tassio · 9 days ago · 2 pontos

      Tirando o Tomb Raider do Playsytation aí, passei pelos mesmos jogos que você hehe

    • Micro picture
      santz · 10 days ago · 1 ponto

      Mano do céu, Teve o Sonic 3D Blast como uma terrível experiência 3D e depois voltou com tudo com o Tomb Raider III, um jogo travadão da era PS1. Tenso demais.

      1 reply
  • rax
    2019-10-03 09:38:44 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio 1 semana de música dia 3

    Desafio 1 semana de música dia 3

    1 - Postar uma musica por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:

    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos
    Dia 7: RODADA BONUS: Música completamente a sua escolha, tema de personagem, tela inicial, save room, tela de pause: VOCÊ ESCOLHE!
    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também.

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo

    Bem,esse dia é bem complicado pq tem várias áreas em vários jogos que eu curto,mas um que me pegou bastante pra escutar é do game que eu comecei a jogar esses,O Panzer Dragoon Saga.

    Escolhi essa música pq ela tem um feeling bem diferente de várias músicas de cidades/vilas em RPGs,e gostei bastante.

    Não achei o nome da ost em sí mas pra quem quiser escutar eu separei uma parte que você visita Caravan pra escutar a ost do jogo.

    Esse jogo manda bem nas osts,na boa...

    Panzer Dragoon Saga

    Platform: Sega Saturn
    155 Players
    7 Check-ins

    18
  • 2019-10-03 01:49:41 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio: 5 jogos que me fizeram gamer

    O @hard_frolics me marcou nesse desafio bem interessante. Gostei muito das listas que vi do pessoal aqui na rede, só jogão. É engraçado como os videogames influenciam tanto na nossa vida, de várias formas. Mas bem, chega de papo e tá na hora de fazer o meu.

    REGRAS:

    1- Invocar @desafio @lukenakama.

    2- Marcar cinco pessoas: já vi tanta gente fazendo esse desafio, que nem sei quem já fez ou não. Quem não tiver feito e quiser fazer, pode dizer que eu marquei de boas, não me incomodo. Quanto mais gente fazendo essas listas, mais legal será .xD

    Os extremos dessa minha lista vão ser compostos de jogos que tiveram uma importância relevante na minha vida, não que os outros não tenham tido, mas esses tiveram mais, e com certeza contribuíram demais pra eu ser "gamer". Então vamo lá.

    5 - Castle of Illusion (Mega Drive)

    Se tem um jogo que me fez ser gamer, foi Castle of Illusion. As lembranças mais remotas que tenho com videogame são eu sentado numa cadeira apertando os botões do Mega Drive, sem ter muita noção do que tava fazendo. O que no início era algo confuso e uma brincadeira meio sem sentido, com o tempo foi tomando forma. Fui entendendo a dinâmica do jogo, apertando botões na hora certa, controlando melhor o personagem... e por aí foi. Castle of Illusion foi meu primeiro guia no mundo dos videogames, e abriu as portas desse hobby tão fantástico que hoje em dia é o meu principal.

    4 - Magical Quest 3 (Snes)

    "Po, outro jogo do Mickey?" Pois é... esse aqui foi um dos primeiros jogos que zerei na vida. Mas agora eu não tinha mais aquela confusão quando jogava Castle of Illusion, aqui eu já tinha uma noção do que fazer. Mas o desafio ainda era grande. Pra uma criança meio inexperiente, o jogo apesar de bonito (eu adorava os gráficos e a música do jogo) era bastante desafiador. E eu só tinha acesso a ele nos fins de semana, quando o alugava. Mas aí, depois de algum tempo de persistência, cheguei no Bafo, o chefe final. Fui entendendo como lutava com ele, pegando o jeito da coisa e... fim. O chefe foi derrotado, sua armadura foi destruída. Entra uma cena onde você não controla o personagem. Naquele momento, caiu a ficha: "nossa, eu zerei um jogo!" A empolgação foi tanta que saí correndo pela casa falando pra todo mundo da família. Magical Quest 3 me ensinou a ter perseverança nos videogames, que todo jogo tem um final, basta persistir. Depois de zerá-lo, fui atrás de desafios maiores, de finalizar mais jogos. A começar pelos que eu tinha em casa e ainda não tinha visto o final...

    3 - The Legend of Zelda: A Link to the Past (Snes)

    A Link to the Past era um desses jogos. Eu tinha ele, mas nunca tinha ido muito a fundo. No começo não gostava muito da jogabilidade, achava que jogo legal era aqueles "que pula e pisa nos inimigos" como eu falava. Porém, Magical Quest abriu minha mente e ALTTP expandiu meus horizontes. Tava na hora de ver qual era o final desse jogo, e eu ia conseguir assim como tinha conseguido no jogo do Mickey. Foi aí que fui progredindo, peguei a Master Sword, derrotei o feiticeiro Agahnim e... fim? Negativo. Toma aí mais 7 cristais pra ir atrás e um mundo inteiro novo pra explorar. Naquele momento, minha cabeça explodiu. Eu achava que tinha feito tudo no jogo (apesar dos espaços vazios no inventário que eu não entendia o porquê...), e agora ele me bota mais coisa pra fazer? Foi ali que eu aprendi que muitos jogos me dariam coisas extras a fazer e que eu teria que ter paciência se quisesse desvendar todos os segredos. Zeldinha ALttP me mostrou uma jogabilidade diferente e me ensinou que jogos bons podem ser de diversos estilos. Agora eu não tava mais restrito aos joguinhos de "pular nos inimigos". Agora eu tinha todo um mundo de jogos a desbravar, junto com esse novo mundo que se abriu pra mim no Zelda. Quando zerei, a sensação de dever cumprido foi imensa, mas ainda faltavam alguns itens. Foi aí que eu comecei a trocar informação e jogar outros jogos com os colegas e amigos, o que leva ao próximo jogo...

    2 - Pokémon Ruby/Sapphire/Emerald (GBA)

    Um dos meus melhores amigos até hoje na época dos meus 10, 11 anos era meu vizinho. O pai do cara era cheio da grana e havia comprado um videogame novo pra ele: um tal de Game Boy Advance. Não só isso, também comprou os jogos da vez na época: Pokémon Ruby e Sapphire. Aí foi só diversão. Já tinha jogado as gerações passadas, mas foi a terceira geração que me mostrou o que um jogo multiplayer bom era capaz de fazer. "Mas peraí, multiplayer? Cê n acabou de dizer que ele só tinha um GBA?" É, mas como o pai do cara era cheio da grana, ele deu OUTRO GBA pro garoto, dessa vez um sp. Olha, nós debulhamos cada centímetro desse jogo, atrás de tudo quanto era pokémon e coisas escondidas a fazer. A diversão só aumentou quando ele ganhou a Emerald e a Fire Red. Todo fim de semana eu tava lá, na casa do moleque pronto pra continuar as jogatinas de pokémon. Jogar só era legal, mas jogar com os amigos era uma experiência única. As batalhas, as trocas de pokémon... não sossegamos até completar a pokédex inteira da versão emerald, usando até a versão Fire Red como banco pra guardar nossos melhores pokémons treinados. Foram anos de muita diversão e cooperação. Pokémon me mostrou o quanto um jogo multiplayer é divertido e o quanto a experiência gamer pode ser aprimorada com companhia.

    1 - Super Metroid (Snes)

    Castle of Illusion foi talvez o primeiro jogo que joguei na vida. Mas foi Super Metroid que fez eu me apaixonar de vez por videogames. No começo eu nem dava muita bola pra ele, achava chato. Mas depois que eu expandi meus horizontes com Mickey e Zelda, encarei o desafio desse jogo. Eu alugava tanto esse troço que minha mãe acabou comprando pra mim. Super Metroid me ensinou a jogar videogames, sem ter um tutorial. Me ensinou a apreciar os cenários de fundo, sem precisar usar nenhuma cutscene. Me ensinou a apreciar a música dos videogames, a ponto de pausar o jogo só pra ficar ouvindo, mesmo sendo apenas melodias 16 bits. E me ensinou, pela primeira vez, o que era fazer 100% em um jogo, ou zerar no menor tempo possível. Me ensinou que um jogo não acaba quando termina, que o fim é apenas o começo. Me ensinou que o desafio pode continuar, mesmo tendo zerado o jogo. Putz, esse jogo me ensinou tanta coisa... se eu sou gamer hoje em dia, eu tenho MUITO a agradecer por esse jogo. Super Metroid me ensinou a amar os videogames, a encará-los como algo divertido, prazeroso. Hoje em dia, eu continuo jogando Super Metroid. Talvez é o jogo que mais joguei na vida, e vou continuar jogando, sem dúvida. Com a mesma emoção e carinho daquele moleque que ficava deslumbrado com a imponência dessa obra-prima naquela velha tv tubão da sala.

    --------------

    É isso. Esses jogos com certeza foram fundamentais. Muitos ficaram de fora, gostaria de ter citado Final Fantasy X, Chrono Trigger, Ultimate Mortal Kombat 3, GTA San Andreas, mas ficam aí de menções honrosas.

    Valeu pra quem leu e aquele abraço! \o

    Super Metroid

    Platform: SNES
    7254 Players
    219 Check-ins

    30
    • Micro picture
      vante · 12 days ago · 2 pontos

      Só jogaço ein

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 11 days ago · 2 pontos

      Minha cabeça também explodiu quando vi o Dark World no aLttP. Tu conseguiu zerar o game sem nenhum guia? Lá em casa, eu e meus irmãos demoramos anos para conseguir pegar a Moon Pearl e a Flute.

      3 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 11 days ago · 2 pontos

      Castle of Ilusion.
      Primoroso.🤩
      ...
      Eternamente vou carregar esse game na memória...e no "coração gamer".
      ...
      Muito foda!

      1 reply
  • xch_choram Gustavo Rocha de Oliveira
    2019-10-03 01:23:43 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio: 5 jogos que me fizeram um gamer

    Ok, fui marcado pelo @roberto_monteiro, vai hj é terça, provavelmente não vou postar hj poque estou em época de prova, mas vamo lá.

    1 - Minecraft

    É estranho se eu falar que uma imagem dessa grita nostalgia pra mim?

    Tá eu sei que a fama dele não é lá muito boa hj em dia, mas eu gosto muito de todo o tempo que eu passei jogando ele, oque foram provavelmente mais horas que qualquer outro jogo. E ainda, na época era o jogo que vc podia fazer praticamente qualquer coisa, era uma ideia incrível e que funcionava muito bem, principalmente pelos mods. E basicamente ele foi o jogo que me apresentou ao Youtube e aos jogos Indies, antes disso eu jogava mais MMORPGs, mas ai eu conheci varis coisas como Voxatron, Cave Story, Super Meat Boy, Terraria, e mais uma infinidade de outros jogos indies que eu amo tanto hj em dia.

    2 - Terraria

    Terraria foi uma extensão de Minecraft kkk eu só olhei e "ei esse é tipo Minecraft só que 2d e com mais foco em luta, incrível" e joguei feito um condenado tbm, esse talvez ainda mais importante pois eu joguei bastante online e tbm recentemente terminei ele online tbm.

    3 - Street Fighter II / Gunstar Heroes / Sonic 2 / Street of Rage 1 e 3...

    E mais alguns kkk, Eu tinha um Mega Drive, ele era do meu pai antes e ele tinha vários jogos, por isso eu não sei qual foi o meu primeiro contato com video games, só sei que foi no Mega, Esses são basicamente o que mais gostava na época, apesar do SoR 3, Gunstar Heroes e a versão aprimorada do SFII o Super SFII eu só joguei quando morava em são paulo porque la tinha uma locadora na época ainda.

    4 - Shadow of The Collosus

    É um pouco batido, mas esse foi a primeira vez que eu parei e pensei "ah, jogos podem ser muito mais do que eu pensava" e isso foi incrivel na época onde eu estava mais do que acostumado a enfrentar uma horda de inimigos, um chefe e passar de fase, ou então ir até um lugar pegar uma missão e entrar nela, terminar e ir para a outra, ele fez algo diferente, não só no modo como o jogo funciona como tambem qual é o sentimento do jogador, trabalhando de forma incrivel na trilha sonora e nas animações.

    E pra fechar...

    5 - otPokemon/Poke Tibia

    Acho que foi o primeiro jogo online que eu entrei pra valer e joguei feito um maluco... até umas meio dia onde as filas ficavam gigantescas e ai não dava mais pra jogar.

    ___________________________________________________________________

    E enfim, é quinta e acabei o post kkk

    @desafio

    tem que marcar gente então: @kipocalia @claudia_mr @rafaelssn @supermarcosbros

    33
    • Micro picture
      lukenakama · 11 days ago · 4 pontos

      @dlima ai tu mandou por Minecraft ele pois kkkkkkkk
      Mas enfim, Mine é daora, adorava, mas enjoei, só isso kkkkkkkk
      Mas se eu tiver dinheiro, compro pro Switch, pois a melhor coisa de Minecraft pra mim é construir e expandir sua casa, pode ser que eu me divirta fazendo isso na cama no portátil kkkkk

      2 replies
    • Micro picture
      santz · 11 days ago · 3 pontos

      A galera que julga Minecraft certamente nunca pegou para jogar, pois o game é incrível! Já criei várias montanhas russas malucas no game.

      1 reply
    • Micro picture
      subzero_amarelo · 12 days ago · 2 pontos

      Interessante sua lista. Gostei! :)

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...