crossanimation

Mais que diversão, inovando o novo conceito de amizades.

You aren't following crossanimation.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2020-12-02 10:45:19 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    A história da pirataria nos videogames

    Medium 3840298 featured image

     A pirataria acompanha os videogames desde os primórdios. Com o sucesso de Pong, dezenas de empresas lançaram seus clones para Arcades, bem como centenas de clones do Home Pong da Atari graças a chegada do chip AY-3-8500. Muitas companhias lançaram suas versões de sucesso dos Arcades, mas nessa época, o conceito de pirataria e clone se mesclavam. Com a chegada do Atari 2600 e seu sucesso pelo mundo, qualquer fabricante capaz de produzir um cartucho podia vender suas cópias piratas, pois o videogame não tinha nenhum sistema contra cópias. O mercado ficou entupido de cartuchos piratas. Nos jogos de PC 8-bit, a cópia de disquetes reinava soberano. Era a forma de divulgar o jogo para os poucos amigos que tinham um computador em casa.

     Com a chegada do Famicom e do NES, a Nintendo estabeleceu uma série de regras para impedir a prática da pirataria, pois a fabricação de cartuchos deveria ser exclusiva da Nintendo e todos vinham equipados com a 10NES chip. Por anos, várias companhias tentaram driblar essas regras e a Tengen teve sucesso com a fabricação de cópias não autorizadas, mas a Nintendo processou a companhia pela distribuição ilegal de seus jogos. Já nos computadores, as companhias tentavam alternativas para impedir a cópia desenfreada de disquetes, como códigos especiais nos manuais, discos de proteção e programas de autenticação, mas ainda sim, combater a pirataria PCs da época sempre foi um desafio.

     Durante a quarta geração, a pirataria de cartuchos continuou difícil, mas algumas cópias ilegais ainda circulavam em vários países pelo mundo. Os códigos de segurança do NES foram superados e o mercado se viu inundado de cartuchos e videogames piratas. Com a chegada do 3DO e sua mídia de CD, foi visto inicialmente como o fim da pirataria, pois não era comum as pessoas terem leitores de CD, mas essa realidade mudou rapidamente, pois kit multimídia e computadores com driver de CD começaram a se popularizar. O PlayStation, sendo o console mais popular, foi o principal alvo de cópias piratas, com uma produção rápida e em massa. Isso contribuiu para a popularização do console da Sony, especialmente nos países em desenvolvimento, como no Brasil.

    @andre_andricopoulos, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @volstag, @manoelnsn, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @sergiotecnico@srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @fredson, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo, @rensan [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    28
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 6 hours ago · 1 ponto

      Eu só fui ver mídias piratas de 3DO após sua morte... lá pra 1996/1997.

    • Micro picture
      kalini · about 6 hours ago · 1 ponto

      Viva a piratraia

    • Micro picture
      volstag · about 5 hours ago · 1 ponto

      Parabéns, a sua Pirataria virou Artigo... não, pera!

  • 2020-11-13 18:54:39 -0200 Thumb picture

    Dead or Alive Brasil - FT10 - Lord Sephiroth VI x Angel Viadin

    Salve, salve galera,

    Estou aqui para divulgar que hoje às 20 horas, terá uma FT10 no Canal Twitch Dead or Alive Brasil, se você curte fighting games, compareça e apoie o cenário DoA Brasil

    Dead or Alive Brasil - Twitch

    Dead or Alive 6

    Platform: Playstation 4
    25 Players
    11 Check-ins

    7
  • 2020-11-13 18:28:40 -0200 Thumb picture

    Nova geração de Consoles: A qualidade gráfica irá evoluir?

    Medium 3837649 featured image

    Salve, salve galera…

    Trazendo mais um artigo legal para explodir a cabeça de vocês um pouco, bom pelo menos a minha para escrever já esgotou os neurônios.

    Como começar o ano e não pensar nos novos consoles que virão no final de 2020, Sony PlayStation 5 e Microsoft XBox Series X.

    Particularmente, não acho que esta oitava geração com PlayStation 4, XBox One e Nintendo Switch chegaram ao ápice de seus limites gráficos, ou seja, podem ser extraídos mais qualidade gráfica dos games.

    A tecnologia nos tempos atuais está evoluindo de forma majestosa, o que em meados de 70, 80 e 90 mostrava pontos de pixels nos jogos, mudou com a chegada da era 32 bits com gráficos 3D ou CG’s em cutscenes.

    O maior exemplo de evolução dos gráficos é a imagem acima com o personagem Mario da Nintendo, desde sua primeira aparição no jogo Donkey Kong da Atari e até os dias atuais, vemos que o tratamento e evolução foi nítida no ícone da empresa.

    Temos muitos outros exemplos também com Lara Croft em Tomb Raider, sua aparência em seu primeiro jogo para PlayStation 1 e a atual em Shadow of the Tomb Raider.

    Os consoles lançados na sétima geração (PlayStation 3, XBox 360 e Nintendo Wii) já veio com força total, e as desenvolvedoras de jogos ao pegarem seus kits de criação perceberam o grande potencial que receberam em mãos.

    Chips de processamento gráficos potentes,tecnologias para design gráfico melhorados, maior espaço em mídia Blu-Ray Disc, tudo para trazer a melhor qualidade que um jogo pode oferecer, lógico que durante a criação, os cenários, história e tudo que é ideal para o jogo.

    Eu mesmo demorei para comprar o console da oitava geração, optei pelo PlayStation 4 pois meus amigos o compraram, e para continuar a jogatina em modo cooperativo (Dark Souls consome meu tempo), eu percebi uma qualidade dos gráficos mais polida e mais limpa do que o PlayStation 3 possui, tá certo que a tecnologia utilizada em ambos é um fator gritante.

    Um dos jogos que acabei adquirindo foi Lords of the Fallen (que eu curti bastante), o jogo é curto mas bastante desafiador, me trouxe novas experiências que todo game se propõe, a movimentação do personagem totalmente diferente, inteligência artificial desafiadora e punitiva, mas como estou mencionando os gráficos, esse é muito rico em detalhes que um jogo medieval / RPG / ação traz.

    Detalhes que prenderam meus olhos, armadura, o portão quebrado, o entalhamento das espadas e escudos, as estruturas quebradas, a masmorra com o inimigo preso, algo que ao subir uma geração faz encher seus olhos.

    Isso apenas estou dizendo de um game produzido pela CI Games, fizeram um excelente jogo, mas a ponta maior e quando vamos para outros títulos que seu desenvolvimento foi enorme e traz horas e horas de jogo, sem mencionar versões remaster que tiveram um polimento em sua parte gráfica, sem modificar nada em sua movimentação ou estrutura base.

    Dark Souls Remastered recebeu esse tratamento, igual ao Dark Souls II: Scholar of the First Sin, a diferença entre ambas versões é nítida e o aumento do brilho e luz também ajudam a trazer uma qualidade melhor.

    Então o porque não ir um pouco mais a fundo desta qualidade gráfica, vou mencionar um outro jogo que muitos o adoram e quando foi feito seu porte para o PlayStation 4, ai meu amigo é algo totalmente de fazer todos abrirem a boca.

    Shadow of the Colossus é um grande jogo que marcou muitos ao ser lançado no PS2 e trazer ele para o PS4 foi algo que muitos desacreditaram. O jogo segue fiel ao primeiro lançado, porém com uma qualidade muito superior (lógico em questões de comparação com hardware e placa gráfica isso chega ser desonesto), por questões de tecnologia que evoluiu desde um console ao outro, na imagem abaixo notamos e muito o nível de detalhamento que o jogo recebeu, a equipe cuidou com extremo carinho e não queria decepcionar seus fãs, e de fato não os decepcionou, ao fazer a comparação lado a lado de ambos jogos, vocês notam o que uma evolução da tecnologia faz.

    Conclusão:

    Nos jogos que eu citei, entre eles Lords of the Fallen (Outubro/2014), Dark Souls Remaster (Maio/2018) e Shadow of the Colossus (Fevereiro/2018) , a 8ª geração mostrou não só uma evolução grande nos gráficos, as desenvolvedoras notaram que não só com o 4K que irá mostrar um grande avanço na parte gráfica, mas sim nos detalhes que o jogo irá ter em: espadas, armas de tiro, armaduras, vestimentas de personagens, uma tatuagem, um local, uma mesa de quarto ou escritório.

    Na 5ª geração a tecnologia avançou muito, sim, mas os detalhes que estamos vendo nos jogos atuais, será mais predominante e para enriquecer nossos olhos e deixar a todos de boca aberta.

    Bom essa é a minha humilde opinião.

    Comentem, discutam entre os amigos, me diga, o que vocês acham? Teremos mais gráficos avassaladores ou mais detalhamento?

    Lords of the Fallen

    Platform: Xbox One
    378 Players
    117 Check-ins

    29
    • Micro picture
      artigos · 19 days ago · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      santz · 18 days ago · 2 pontos

      Hoje em dia, quase ninguém joga jogos de esportes (exceto futebol), por mais realistas e complexos que estejam, mas antigamente, o pessoal jogava basquete, tênis, hockey, boxe, skate, snowboarding. Muito curioso isso.

      2 replies
    • Micro picture
      andrexdl23 · 18 days ago · 2 pontos

      Excelente artigo!! Vejo muita gente dizendo que não evoluiu absolutamente nada do Ps3 pro Ps4 (com todo respeito, mas na verdade são um bando de boomer que ficam comentando abobrinha em páginas do face), mas eu não os julgo...

      Quando eu via o Ps4 pelos vídeos e tal, realmente não sentia diferença...Mas tudo mudou quando eu vendi o ps3 e peguei o 4 de fato. Depois de 1 ano e pouco acostumado com Ps4, quando fui jogar no ps3, foi extremamente chocante... Os gráficos de jogos de ps3 que achava incrível (como Ratchet into the nexus ou sonic unleashed) estavam extremamente datados na minha visão, principalmente em questão de texturas, modelagem e tal.. Não acreditava no que estava vendo, kkkkk. Sem contar que o fps era horrível também... Outro game que achava incrível era Need for speed rivals, até ver a versão de Ps4.

      Enfim, em relação a geração atual, acredito que só tendo console em mãos também pra sentir a diferença, pq tem sim, hehe.

      2 replies
  • santz Santz
    2020-11-10 10:52:02 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Projeto CEGA - Ano 1981 concluído

    Fala meu povo. Passando aqui mais uma vez para divulgar meu canal no YouTube, canal de gameplay de jogos clássicos em ordem cronológica. Um conteúdo voltado para aqueles que curtem minha persona @historia_dos_games e são curiosos sobre como era os primórdios dos videogames. Segue a lista dos jogos de 1981 que terminei de postar essa semana:

    Clique na lista para ser direcionada para a planilha com informações mais detalhadas

    O ano de 1981 foi muito especial. Os Arcades continuavam experimentando mecânicas bem variadas e inovadoras, mas a grande maioria dos títulos de sucesso são derivações dos aclamados jogos de navinha. Mas o jogo mais importante do ano nasceu nos computadores: Ultima, o RPG que consagrou o gênero e inspirou dezenas de jogos futuros. O Apple II também deu espaço para jogos de estratégia e ação. Além disso, temos o Intellivision mostrando a que veio e o Atari VCS com títulos excelentes da Activision.

    Clique na imagem para ser direcionado para o canal

    É isso aí galera. Quem se interessa pela origem dos videogames e procura um canal brasileiro que fala sobre os jogos arcaicos, Projeto CEGA certamente vai te agradar.

    Ultima I

    Platform: PC
    20 Players
    4 Check-ins

    29
    • Micro picture
      jongamezon · 22 days ago · 3 pontos

      cade o link do canal?

      2 replies
    • Micro picture
      armkng · 22 days ago · 2 pontos

      Opa, grande @santz, com imenso prazer que irei ajudar nesse seu canal Projeto CEGA, tenho a persona @crossanimation e também tenho um canal voltado para os games que curto jogar, já ganhou mais um inscrito e formo uma parceria contigo, próximos vídeos meus deixarei o link para seu canal, um forte abraço e sucesso.

      4 replies
  • jeffroupinha Jefferson Lima Roupinha
    2020-11-10 11:49:48 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Redes Sociais focados na série DOA

    Medium 745645 3309110367

    Para você que é fã e gosta da série ou é um simpatizante siga as redes sociais que melhor lhe agrada e tenha notícias, memes e game plays da série.
    Twitter - Facebook - Twitch Tv - Youtube

    Dead or Alive Ultimate

    Platform: XBOX
    64 Players
    2 Check-ins

    10
  • 2020-10-10 21:35:08 -0300 Thumb picture

    Hackers entre nós

    Medium 3832225 featured image

    Salve galera da Cross Animation Games,

    Como estão todos vocês? Estão tomando o devido cuidado para prevenir não serem pegos pelo vírus que assola o mundo e principalmente ao Brasil?

    O mês de setembro começou com grandes expectativas para muitos gamers, informado o preço oficial do PlayStation 5 e XBox Series no Brasil (a custo de 1 rim, você poderá desfrutar no lançamento os games da nova geração).

    Com a Microsoft concretizando a compra da Bethesda, inclusão de mais games no catálogo do XBox Game Pass.
    Conferência da Sony mostrando novos games e outros que queremos já logo ver no início da nova geração

    Durante toda essa novidade, vi muitas mensagens nos grupos de Whatsapp que acompanho, pessoal comentando entusiasmado e chorando por conta do preço, e até mesmo vários memes sobre o assunto, entre meio à discussão, uma mensagem em peculiar me chamou a atenção e eu decidi escrever e saber a opinião de todos com esse assunto.

    “...consegui os itens que desejo fazendo a modificação em meu pc.”

    Essa foi uma informação de um player que joga no PlayStation 4, que acabou adquirindo um programa que altera e modifica o arquivo de Save Data de determinados jogos, assim burlando uma segurança do jogo e do próprio sistema e o deixando Over Power para fazer o que quiser no game.

    Conheço muitos amigos que fiz durante as jogatinas online, os famigerados Coop, e todos com idades próximas da minha, que iniciaram seus passos em jogos em meados do PlayStation, PlayStation 2, Mega Drive & SNES até mesmo no Odyssey & Atari.

    Gamers raíz (porém não sei se posso dizer isso, pois isso vai de cada época de lançamento), que sempre desfrutamos de jogos de ação, aventura, RPGs, Fight, Stealth, Puzzles entre muitos, jogando na raça ou tendo dificuldades, acesso a revistas quando lançadas sobre o jogo.

    Nos tempos que houve o BOOM da Internet no Brasil e a banda larga se firmou por aqui, é normal que a geração do PlayStation 2 / XBox / Game Cube ficou mais fácil adquirir a informação por conta da internet, páginas especializadas e hoje o mais comum de se ouvir é “Procure um vídeo no Youtube”.

    Os games de PC Online se popularizou muito, junto com ele, muitos players dominaram e muito bem e outros que tentavam pelo menos se divertir, acabavam se deparando com outro player de forma injusta, acabando até mesmo com essa diversão, Hackers.

    Durante missões para aumentar seu nível ou combinou aquela partida com os amigos, conversando por meio do MSN ou até mesmo Skype, montar uma estratégia de combater aqueles Boss de área difícil ou até mesmo nem tinha nível e com um grupo tem a grande facilidade de derrotar ele, porém acabando deparando com um player que fica soltando mágicas em massa e sem parar, não tendo tempo de conseguir tocar nos inimigos, estragando toda a gameplay e diversão combinada.

    Lembro quando jogava Priston Tale e acabei me deparando com um hacker na sessão, ele soltava muitas magias, matando a todos dentro da área, não dando chance para o pessoal poder tocar e ganhar o XP, no chat ele mandava, me paguem X gold que eu paro de fazer isso e vocês podem matar os inimigos, como se ele realmente precisasse de gold com o que estava fazendo.

    Mas hackers só existem em jogos de PC, por que utilizam programas para trapacear e se beneficiar online, negativo, o hacker passou para os consoles de mesa também, até mesmo portáteis não escaparam. Após o desbloqueio dos consoles XBox 360, Nintendo Wii e WiiU, eles se beneficiaram e muito ao modificar o arquivo de Save do jogo, e mais tarde o PlayStation 3 recebeu seu desbloqueio e também os hackers aparecem para estragar a diversão de quem joga honestamente.

    O grande problema de ter programas que alteram um arquivo Save Data, modificá-lo e depois entrar no jogo para ver a experiência do que as alterações fazem com a gameplay, muitos utilizam desse artifício para sabotar a jogatina de quem joga honestamente, faz tudo certo e quer concluir ou apenas se divertir com os amigos.

    Há certos players que fazem alterações, porém prefere ficar offline e jogar para não ter nenhum tipo de dificuldade no jogo, há outros que auxiliam em coop.

    Alguns serviços como a Steam tem um suporte incrível, que ao denunciar esse tipo de jogador, eles verificam de modo rápido e acabam punindo de forma eficaz, para que não acaba intoxicando ou prejudicando a outros que utilizam o serviço. Temos também serviços da Sony que pedem o reportem algum comportamento anormal de certos jogadores, Microsoft na XBox Live, e há também o suporte do próprio jogo, que ao denunciar o jogador que está usando o modo trapaça, ele acaba sendo punido e banido do game, até ele gerar mais uma conta e voltar novamente, um ciclo sem fim.

    Não é só nos PC’s e consoles que sofremos com Hacker’s se aproveitando, mas também em dispositivos móveis como um smartphone com Sistema Android são alvos também para a trapaça comer solta.

    Em jogos como Clash of Clans, Clash Royale a própria desenvolvedora SuperCell, acabou por banir diversos usuários que utilizam bots para jogar pelo player e verificar quais itens tem no baú, melhor estratégia para ganhar de seu adversário, outros games também começaram a sofrer com trapaças, seja para ganhar mais gold e comprar melhorias no qual você junta meses para adquirir.

    Conclusão

    Em modesta parte, eu mesmo já baixei o jogo Dark Souls Prepare to Die para PC, já que não está mais disponível na steam para compra, e sempre ouvi falar sobre o Cheat Engine, instalei no meu pc e usei o programa, entendi como mudar a arma inicial do game, e até mesmo montei um personagem full level, os primeiros chefes de área e inimigos era só hit kill e o jogo fluiu rápido, mas depois de 10 minutos nesse full power, percebi que a graça que tem, que é sofrer no ínicio e depois você ficar forte tirou totalmente a graça do jogo.

    Joguei PangYa online por muito tempo até encerrarem todos os servidores oficiais, e sempre vi um player ou outro usando macros e ganhando Pangs (dinheiro do jogo) a rodo, enquanto estava no Hole 7 e com 935 pangs, a pessoa estava no Hole 3 e com 10.000 pangs, absurdo total, para mim não atrapalhava em nada, mas no chat rolava aquela discussão e xingamentos.

    Jogo muito no PS3 e PS4, Demon’s Souls me deparei com hacker’s, me dava um golpe que mesmo defendendo, eu deslizava para a morte, isso quando ele não sumia e aparecia do nada, no Dark Souls 1 e 2 para ps3 e a trilogia no PS4, ouvi muitos relatos de pessoas aceitarem “presentes de invasores” momentos depois ter a conta banida.

    Por mais que você tente achar uma resposta para isso, em minha opinião (que não é lá grande coisa) utilizar de cheats para atrapalhar outros players online, acaba tirando todo o desafio e diversão que muitos querem, você pode jogar offline, sim pode, mas prejudicar os outros é algo que foge totalmente às regras, por mais que você possa pegar o id e denunciar, essa pessoa voltará sempre, ou fazemos o bloqueio, ou acabará sendo chato de não querer jogar mais aquele jogo que você curte.

    @armkng

    Dead or Alive 5 Plus

    Platform: Playstation Vita
    107 Players
    8 Check-ins

    13
    • Micro picture
      artigos · about 2 months ago · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      kess · about 2 months ago · 2 pontos

      Não adianta, a vida tá cheia desses patetas que se divertem fazendo miséria com os outros. Seja em qualquer campo, não somente em games, mas através da internet tem acontecido mais, por causa da impunidade e da anonimidade que ela gera.

      1 reply
  • 2020-09-17 17:18:57 -0300 Thumb picture

    Street Fighter V - Modo história - Cammy

    E um vídeo do canal Crossanimation Games.

    Como está gratuito, estou trazendo o modo história do SFV Champion Edition com os personagens.

    PS. não sei jogar bem...xD

    Street Fighter V Champion Edition

    Platform: Playstation 4
    17 Players
    8 Check-ins

    6
  • hizaki Hizaki
    2020-03-01 01:28:19 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by hizaki: <p>Será que tá certo?</p>

    Medium 690521 3309110367

    Será que tá certo?

    18
  • 2020-02-13 20:39:07 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Escuridão de Oolacile

    Medium 3775653 featured image

    Salveeeee galera, nossa quanto tempo não escrevo no Alvanista, bateu uma saudade dessa comunidade e os diversos textos e teorias interessantes, que só pode encontrar nesse portal. Queridos Sentinelas, o texto que vos trago dessa vez, seria uma visão alternativa da história contada em Oolacile, claro que sempre levando em consideração diálogos ou encontros no jogo que são dificilmente interpretado no primeiro momento.

    Espero que gostem dessa lore...mas irei parar com a enrolação e vão para lore.

    Oolacile foi uma magnífica cidade arquitetônica, erguida em um território que hoje é conhecido como Darkroot Garden. E não é para menos, em seus dias de glória, Oolacile era rodeada por um grandioso bosque, que servia tanto para embelezar o local, quanto para sua defesa. Sua população era versada em magia, um tipo de arte indireta que focava a furtividade em vez de dano, algo que a própria princesa da cidade alega ao protagonista dizendo:

    Feitiços de Oolacile são, o que se diz? Eles são um pouco ... de uma aproximação.

    Tuas feitiçarias são mais diretas, negando tudo, menos a nós mesmos.


    Em Dark Souls tudo á um fim e Oolacile não foi diferente, o surgimento do Abismo distorceu sua aparência e valores, corrompidos pelas palavras venenosas de Darkstalker Kaathe, que continha um único objetivo, a criação do primeiro Dark Lord.

    Entretanto, eu me pergunto será que o povo de Oolacile foi mesmo tão ingênuo a ponto de se deixar enganar por uma serpente como aquela, logo uma terra com tantos sábios e magistas? Minhas suspeitas começaram a ganhar forma, após a segunda ida em Mundo Pintado de Ariamis, onde após algumas pesquisas do cenário e em fóruns da Internet, foi comprovado que Ariamis é um pedaço de Oolacile que foi selado e guardado por Velka a Deusa do Pecado e seus seguidores. Porém o que mais me chamou atenção, a descoberta da Dark Ember uma brasa capaz de transformar armas divinas em propriedade Oculta, propriedade essa capaz de matar os deuses e seus seguidores.

    Brasa necessária para a ascensão da arma.

    A igreja há muito esconde a brasa proibida

    e nenhum ferreiro vivo sabe disso.

    Armas ocultas foram usadas para caçar os deuses

    e são eficazes contra seus seguidores e parentes.


    Com base na descrição acima e os acontecimentos que levaram a queda de Oolacile, dá para presumir que os antigos da cidade queriam tomar o poder dos deuses e viram nas palavras de Kaathe uma oportunidade para colocar seu planos em prática. E parte desse plano, envolve a graciosa Princesa Dusk.

    A história do jogo nos conta que Dusk capturada pelo Manus, teve sua vida salva por Artorias, porém os registros foram alterados com intuito de esconder a vergonha do antigo guerreiro. Acredito que o mesmo artifício, foi usado para esconder a verdadeira natureza da princesa. Aonde quero chegar com isso? Acredito que Dusk na verdade era o próprio Manus e não Pigmeu Furtivo:

    1º Evidência: Dusk ter sido aprisionada em um Golem dourado, criação exclusiva de Seath o sem escama. E não ficava só por isso, o próprio Golem era protegido por uma das duas Hydras do jogo, um obstáculo obrigatório para desbloquear a criatura.


    2º Evidência: A chave para acesso a DLC (Broken Pendant), pode ser obtida destruindo um golem azul, nos domínios do Sem Escamas.

    3° Evidência: Seu estranho Respawn após a destruição de Manus; sua linha de diálogo confusa, onde ela mesma alega ter sentido emoções vindas da criatura; seu estado mental totalmente prejudicado naquele tempo, há ponto de eras depois nos confundir com Artórias.

    Última Evidência: A alma de Manus foi fragmentada na lore oficial da série, quatro delas deram origem às Irmãs do Abismo de Dark Souls II (Nashandra, Elana, Nadalia e Alsanna). Logo se Manus foi mesmo Dusk de Oolacile, explicaria o porque quatro dos fragmentos conhecidos se tornaram mulheres. 

    Bem galera o que vcs acham? Oolacile usou mesmo de seus conhecimentos para criar um ser que pode-se trazer uma nova era no mundo….Dusk foi mesmo Manus e a história foi reescrita para esconder a verdade? Deem suas opiniões no comentários, aqui foi o Hizaki dos Sentinelas Azuis.

    Texto: @hizaki

    Revisão: @armkng

    Dark Souls: Prepare to Die Edition

    Platform: PC
    1998 Players
    814 Check-ins

    20
  • 2019-12-20 11:02:36 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    As primeiras revistas brasileiras de videogame e computadores

    Medium 3764662 featured image

    O empresário Aldenor Campos designou sua filha, Alda Campos a criar a primeira revista brasileira de informática em outubro de 1981, a Micro Sistemas. Dentre as publicações mais marcantes, a edição 22 trouxe o primeiro jogo brasileiro comercial, Aeroporto 83, desenvolvido por Renato Degiovani, que assumi o cargo de editor chefe a partir de 1986. Em 1982, a revista Interface surge também para falar de informática. Em 1983, com a popularidade dos computadores nacional, mais revistas de informática começam a aparecer, como a Microhobby, a Micro Mundo e a Geração Prológica. No mesmo ano, nasce as primeiras revistas que abordam videogames e computadores, como a Videomagia, Micro & Video e a Odyssey Aventura, a primeira revista focada apenas em jogos do Philips Odyssey.

     Em 1984, a Disney publicou a História do Computador, que contava a evolução dos computadores em formato de quadrinhos para inserir as crianças no mundo da informática. A publicação deu origem a Video Disney, que já falava de games. Em 1985, surge a MSX Micro, abordando os jogos e computadores da linha MSX que estavam se popularizando no país. A revista Input de 1986 abordava computadores no geral e em 1988 surge mais duas revistas especializadas na linha MSX, a CPU MSX e a Nemesis Magazine, bem focado em jogos japoneses. Nos anos 90, as outras plataformas de computadores começaram a perder espaço no Brasil, dando espaço para os compatíveis de IBM-PC e os videogames de 8 e 16-bits já eram a novidade mais quente do mercado.

     Em uma publicação especial da revista esportiva Semana em Ação, a edição de dezembro de 1990 era focado em videogames. Com o sucesso da edição, ela se torna periódica e nasce como Ação Games no ano seguinte. Em março de 1991, nasce a VideoGame, uma das revistas mais populares da época e que trazia as novidades do mercado e dicas. No mesmo ano, a Supergame traz um conteúdo de jogos focado em consoles da Sega devido a sua parceria com a Tec Toy. O personagem Chefe nasce logo nas primeiras publicações. Para criar a concorrência, a Game Power surge em 1992 e traz jogos da plataforma Nintendo, especialmente aclamada por fazer a cobertura do lançamento do aguardado Super Nintendo no Brasil pelas mãos da Gradiente.

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    72
    • Micro picture
      msvalle · 12 months ago · 4 pontos

      Eu tive a coleção da INPUT e muitas edições da Micro Sistemas! Como o @andre_andricopoulos falou, muita nostalgia!

      5 replies
    • Micro picture
      artigos · 12 months ago · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      fagnerale · 12 months ago · 2 pontos

      Dessas últimas tive as 4, mas a primeira me pediram emprestado e nunca mais voltou, diz o amigo que extraviou, daí me deu uma de dicas dele que eu tava querendo.

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...