2017-01-19 10:09:00 -0200 2017-01-19 10:09:00 -0200
bymyself ByMySeLF

Pai pede ajuda da comunidade para que a filha possa jogar sem assédio

O pai da Iris Reis, uma menina de 10 anos, entrou na comunidade "Overwatch Brasil", no Facebook, para pedir a ajuda da galera. Segue o post dele:

Ele ainda declarou: "Ver a minha filha triste e desanimada em relação a algo que a deixava contente foi uma grande motivação, mas principalmente por causa do respeito todos tem o direito de se divertir, independente de se é menino ou menina, tem que haver respeito ao que é diferente de você"

Uma das minhas queixas com relação a jogos online sempre foi essa falta de respeito de alguns jogadores. Sempre que jogo online e escuto alguém falando no microfone ou algum sinal de que o mesmo está ligado já começo a procurar desesperadamente o botão para dar mute. Podem me chamar de mala, de anti-social, de chato, mas só jogo com o áudio da Party (antes nem isso eu fazia). Mesmo assim já recebi mensagem de texto uma vez ou outra me xingando por causa de alguma coisa que acontece no jogo (triste). Se todo mundo tivesse mais respeito e quisesse jogar numa boa, sem dar "showzinho", os jogos online seriam bem mais interessantes.

Com relação a atitude do pai, achei muito interessante, e a resposta que a comunidade deu (adicionando a menina para formar equipes) foi sensacional.

Falou ainda sobre as garotas que jogam online: "Em relação às meninas e mulheres que jogam é simplesmente ter educação e respeito, tenho varias amigas que jogam e tem que usar um apelido que não mostre que são meninas, é realmente triste [...] Recomendo a elas que criem grupos e joguem junto com os amigos, filhos e ao notar que estão sendo desrespeitadas denunciarem isso, se ficarmos calados isso nunca mudará."

Esse assédio que a garota sofreu (e muitas gamers sofrem), infelizmente, é comum. Acho meio ridículo esse negócio de ter que criar id masculina para poder jogar em paz, mas, enfim. Fecho aqui meu "textão" com mais uma opinião do pai da Iris (e que também estou totalmente de acordo):
"Não basta comprar o jogo e ter um ambiente seguro online se o próprio filho não tiver bons modos, exemplo tem que vir de casa, saber ganhar e saber perder faz parte da vida."

Provavelmente (e espero eu) a galera que mandou essas mensagens e pediu fotos são pré-adolescentes ou adolescentes que, se tivessem um acompanhamento dos pais (que as vezes até vê a pessoa xingando, mas não faz alguma coisa), seriam melhores jogadores. Os pais tem que ensinar os seus filhos a jogar online e respeitar as pessoas que estão jogando com ele. Não é porque está online e não vê a outra pessoa que está imune e pode fazer qualquer coisa que não terá consequências. Para finalizar, acho que já passou da hora de termos a matéria "Educação Online" (ou algo referente a segurança/comportamento online) nas escolas.

Fonte: Omelete

Overwatch

Plataforma: Playstation 4
371 Jogadores
495 Check-ins

92
  • Micro picture
    volstag · 2 anos atrás · 4 pontos

    Que post foda!!
    Sabe, a educação, ou falta dela, no mundo online só reflete o que a criançada vê dentro de casa.
    E também rola porque a distancia e anonimato do tratamento via internet criar uma falsa zona de segurança pro agressor, os pais tem que monitorar melhor esses zé ruelas, já que os retardados não sabem jogar como se deve.

  • Micro picture
    galathar · 2 anos atrás · 4 pontos

    "Para finalizar, acho que já passou da hora de termos a matéria "Educação Online" (ou algo referente a segurança/comportamento online) nas escolas."

    Perfeito! Uma ideia excelente e muito viável. O grande problema é que algumas crianças (e adultos com idade mental equivalente) acham que no ambiente online, não possuem limites. Que o contrato social não vale ali. E realmente seria muito válido trabalhar isso nas escolas, pra reverter o problema e buscar uma conscientização desde cedo.

    1 resposta
  • Micro picture
    marcusmatheus · 2 anos atrás · 3 pontos

    E vou te dizer que não é só criança não heim.
    Basta ver as acaloradas discussões sobre politica no ano passado pra notar o quanto algumas pessoas são imaturas quando estão "protegidas" em seus computadores.

    A geração atual (de quem gostamos muito de reclamar - eu mesmo reclamo muito!) foi totalmente educada pela nossa geração, logo o erro não esta na direção aonde os dedos apontam. ^_^

  • Micro picture
    igor_park · 2 anos atrás · 5 pontos

    Eu acho tão nada a ver usar Headset com desconhecidos

    6 respostas
  • Micro picture
    ralphdro · 2 anos atrás · 2 pontos

    Amei a matéria, mas é muito triste que isso continue acontecendo. E nunca ligo o headset (tanto por quê não tenho) exatamente por isso. Nessa horas até surpreendo com o quão rápido acho o botão XDD

  • Micro picture
    fredson · 2 anos atrás · 2 pontos

    Esse eu tive que republicar. Excelente!

  • Micro picture
    ccmendes · 2 anos atrás · 2 pontos

    Eu quase não jogo online dessa forma, a primeira vez foi com Plants vs Zombie, e eu nem conectei o headset, justamente pra evitar essas dores de cabeça. Minecraft só jogo online com meu sobrinho e a gente não deixa a sessão como pública. Eu evito mesmo.
    De qualquer forma, muito legal o que o pai fez. É um absurdo a gente pagar caro em um jogo, ter que pagar assinatura pra jogar online e ainda correr o risco de entrar numa sala e ser xingada porque você é mulher e/ou não está no mesmo nível de habilidade dos demais jogadores.

  • Micro picture
    anderson_costa · 2 anos atrás · 2 pontos

    Uma grande sacada da Microsoft é você poder criar grupos e isolar alguns babacas, não sei se na live do PS4 tem algo parecido, mas no PS3 não tem.
    Eu mesmo não gosto de jogar com garotas, porque sempre junto delas vem aqueles chicletes com as mesmas perguntas e papo idiota, dai acabo excluindo e bloqueando justamente por causa desses babacas...

    Muito boa a iniciativa do pai.

  • Micro picture
    douglascruz19 · 2 anos atrás · 2 pontos

    Infelizmente esse apenas um reflexo de tudo que a gente encontra diariamente, as pessoas cada vez mais são ignorantes e sem educação, seja online ou pessoalmente. É um absurdo um pai ter que fazer esse pedido porque algumas pessoas não sabem respeitar os outros. Espero que um dia isso mude, porque além das meninas, quem quer jogar online apenas por diversão acaba se encontrando na mesma situação!

  • Micro picture
    jeopaladino · 2 anos atrás · 2 pontos

    é tenso brasileiro é muito escrotos quando "ninguém tá vendo",em varias coisas por isso acho a internet um esgoto que cai num rio,coisas boas e ruins se misturam mas sempre o fedor chega no seu nariz

    4 respostas
  • Micro picture
    xxespigaxx · 2 anos atrás · 2 pontos

    Alguém indica ao pai dela a comunidade do ALVANISTA aqui a galera se curti, joga,se respeita e não tem discriminação entre generos H ou M aqui todos somos iguais e com o mesmo objetivo a diversão.

  • Micro picture
    jessicagdsantos · 2 anos atrás · 2 pontos

    Esse tipo de comportamento vem justamente da ideia de que não há punição na internet. São valentões nos jogos online, mas são apenas moleques na vida real (ou adultos com mentalidade infantil). Enfim... Adorei os teus comentários e a ideia do pai. Jogo video-game há anos e, infelizmente, a gnt tem que aguentar esse tipo de coisa de vez em qdo kkk

  • Micro picture
    die_kyo · 2 anos atrás · 2 pontos

    É foda que a nossa sociedade baseada em lucros não quer ver nada além disso... Caso o contrário já se teriam leis a favor dessas coisas!

    Eu sou a favor de BAN para pessoas desse tipo, alguns jogos tem ótimos sistemas para isso!

  • Micro picture
    armkng · 2 anos atrás · 2 pontos

    hj em dia em jogos online, é muito difícil ter respeito...
    A galera que joga online se acha o espertão, só ele sabe jogar, que ele quem é o fodão...só que ele acaba esquecendo que a maioria do povo que joga, está ali mais para se divertir, o assédio com garotas gamers é muito forte, pq só pq ela gosta de jogar, não quer dizer que ela está ali para arranjar um namorado...
    A cabeça de muitos hj em dia e muito imatura, não existe um limite...
    Se a menina joga melhor que ele (e já vi várias que detonam mesmo) a pessoa se sente ameaçada e começa a partir para a ignorância em defecar pela boca com palavras agressivas e para ser intimidar as meninas...
    Eu apoio muitas garotas gamers, e quem quiser uma partida sem compromisso pela diversão (não sei jogar mesmo) estou aqui e saiba que vão ganhar uma pessoa para diversão sempre...

  • Micro picture
    pauloaquino · 2 anos atrás · 1 ponto

    Aplaudo a coragem que esse pai teve.
    Pessoalmente falando, preciso mais de um câncer no cérebro do que de modo online.
    Os modos online dos games estão muito "porão do inferno" pro meu gosto, digo isso por experiência própria.

  • Micro picture
    eileen · quase 2 anos atrás · 1 ponto

    Depois dizem que o feminismo é desnecessário

  • Micro picture
    rafaelseiji · 2 anos atrás · 0 pontos

    Se ela rushar de suporte eu xingo mesmo

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...