brunothebigboss

Um gamer comum, com interesses incomuns e opiniões baseadas no senso crítico.

You aren't following brunothebigboss.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2018-12-30 19:39:40 -0200 Thumb picture
    Post by brunothebigboss: Ainda que discorde da review, ela é bem escrita. Co

    Ainda que discorde da review, ela é bem escrita. Como eu disse antes, estava pensando em como melhorar minha escrita, e esse, juntamente de outros amigos meus, está guiando meu caminho.
    Valeu vocês aí!

    Butt and slash

    Review by: @manoelnsn

    Yoko Taro é um veterano na indústria de videogames, tendo seu primeiro trabalho publicado com o nome de Drakengard,...

    Keep Reading →
    11
  • ntampinha Natalia
    2018-12-28 22:05:47 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    “Os Primeiros” no mundo dos videogames

    Medium 3694111 featured image

    Hoje me surgiu uma curiosidade: qual foi o primeiro console criado no mundo? Eu tinha uma suposição (que por sinal, estava errada), mas decidi procurar a resposta definitiva para esta pergunta… E depois desta, me veio outra, e outra, e depois outra curiosidade; e aqui estou eu, compartilhando com vocês o que aprendi sobre “Os Primeiros” no mundo dos videogames.

    Separei 13 categorias para este artigo e tentarei ser breve nas descrições, para que o artigo não fique muito extenso. Espero que gostem das curiosidades!

    Está pronto para descobrir sobre “os primeiros”? Então, vamos dar um NEW GAME e começar o artigo...

    ✓ Primeiro console do mundo

    É datado de 1972 e se chama Magnavox Odyssey.

    Foi desenvolvida por Ralph Baer e é um console de jogos digital, embora tenha sido erroneamente definido como analógico, devido à incompreensão de seu projeto de hardware. Eis aqui o tatatatata...ravô do console que você está usando atualmente. Respeita o véio, hein!? (FONTE: 1)

    Primeiro console do Brasil

    É datado de 1977 e se chama Telejogo.

    Foi desenvolvida pela Ford (sim, a empresa de automóveis) numa parceria inusitada com a Philco. O console oferecia 3 jogos e custava em torno de 1,600 Cruzeiros (± R$1,150). Foi um grande sucesso na época e o console pioneiro no Brasil! (FONTE: 1)

    Primeiro console com cartuchos

    Datado de 1976 e se chama Fairchild Channel F.

    Foi produzido pela Fairchild Semiconductor e um sucesso estrondoso de vendas, levando a era dos consoles a um novo patamar e incentivando outras empresas a evoluírem e aderirem aos cartuchos. (FONTE: 1)

    ✓ Primeiro videogame fliperama

    Ao contrário do que muita gente pensa, os primeiros fliperamas não eram eletrônicos. O Pimball foi um pioneiro desta categoria e, apesar de contabilizar pontos, ter luzes e sons, sua jogabilidade era 100% mecânica…

    O primeiro fliperama a rodar um jogo eletrônico é datado de 1971 e se chama Galaxy Game (que era uma versão do jogo Spacewar!). Foi produzido por Bill Pitts e Hugh Tuck para ser um dos primeiros videogames operados por moedas do mundo. Entretanto, nunca chegou a ser comercializado, permaneceu como protótipo devido aos custos elevados de produção (um ano depois, foi criado o primeiro arcade comercial, o Computer Space). (FONTE: 1)

    ✓ Primeiro console portátil do mundo

    Datado de 1976 e se chama Mattel Auto Race.

    Foi produzido pela tão conhecida empresa de brinquedos Mattel e é creditada como sendo o primeiro jogo portátil inteiramente digital, apenas com eletrônica de estado sólido e sem componentes mecânicos. Carregava apenas um jogo, pré-instalado, mas foi um sucesso de vendas. (FONTE: 1)

    Primeiro console portátil com cartuchos

    Surgiu em 1979 e se chama Microvision.

    Foi lançado pela Milton Bradley Company e elevou os consoles portáteis a um novo nível. (FONTE: 1)

    Primeiro computador a rodar um jogo

    Devido à falta da documentação de muitos desses testes, é difícil de se determinar qual teria sido o primeiro jogo eletrônico criado e, consequentemente, qual foi o primeiro computador a rodá-lo. Dos projetos conhecidos, o computador mais antigo se chama Nimrod, datado de 1951, uma máquina feita sob encomenda pela Ferranti para o Festival da Grã-Bretanha, na qual se poderia jogar o jogo matemático Nim. (FONTE: 1)

    ✓ Primeiro computador a rodar um jogo online

    Foi lançado em 1976 e se chama Apple I.

    Este foi o primeiro produto da Apple e também foi o primeiro computador a rodar um jogo online de xadrez adaptado, que acompanhava o sistema Java Connect. A conta telefônica exorbitante e a linha ocupada eram os principais problemas da reprodução do jogo online. (FONTE: 1)

    Primeiro celular a rodar um jogo

    Foi lançado em 1994 e se chama Hagenuk MT-2000.

    O Haegenuk MT-2000 era um celular GSM que trazia o game Tetris pré-instalado. Mas, apesar de dar o pontapé inicial nos jogos mobile, o celular não teve muito sucesso no mercado e, por isso, não há muitos detalhes dele por aí. (FONTE: 1)

    Primeiro console com cd-rom

    É datado de 1987 e chama-se PC Engine (ou TurboGrafx-16).

    Foi produzido pela NEC e Hudson Soft, e além do CD, recebeu outros dois upgrades: o PC-Engine CD-ROM², que proporcionava músicas digitais, vozes e animações de melhor qualidade; e o Arcade Card, um cartão de memória que aumentava a memória RAM e permitia a leitura de jogos mais complexos. (FONTE: 1)

    Primeiro console a rodar jogos 3D

    O pioneiro da categoria 3D data de 1990 e é o queridinho de muita gente, o Super Nintendo.

    Sim, isso mesmo! Produzido pela Nintendo, o SNES foi o primeiro console a perseguir a ideia de gráficos 3D, quando a empresa decidiu criar um chip próprio chamado “Super FX” que vinha dentro de cada cartucho de Star Fox. Com este chip o Super Nintendo era capaz de criar polígonos simples, formas geométricas coloridas, porém sem texturas. Nos fliperamas os jogos 3D já eram mais comuns, porém, a ideia de converter um jogo 3D para um console doméstico não parecia possível até a Nintendo fazê-lo. (FONTE: 1)

    https://2.bp.blogspot.com/-CYph_7miAfI/XCa-wPfVOoI/A...(img)

    ✓ Primeiro console a rodar jogos em nuvem

    É datado de 2010 e se chama MicroConsole.

    Foi criado pela OnLive, a primeira empresa a oferecer serviço comercial de jogos em nuvem. O MicroConsole era capaz de ser conectado em um televisor e diretamente com os servidores, para que fosse possível usar os serviços sem a necessidade de um computador… A Onlive foi comprada e fechada pela Sony em 2015. que usou as patentes do serviço em seus próprios produtos (PlayStation). (FONTE: 1 / 2)

    https://3.bp.blogspot.com/-P8HFXqchdEI/XCa-vwZz_WI/A...(img)

    Primeiro console a usar sensor de movimento

    Inicialmente, pensei que o primeiro console a usar sensor de movimentos era o Wii, entretanto, um coleguinha nos comentários me apresentou o verdadeiro pioneiro da ferramenta: o Mega Drive. Em 1993 foi lançado o Sega Activator, um periférico que, ligado ao console, funciona como um controle sensorial por infravermelho. O Activator foi considerado complicado de usar para usuários iniciantes e, atualmente, é raro de se encontrar. Com o tempo o periférico acabou caindo no esquecimento, e acredito que seja por isso que não encontrei nada sobre ele em minha pesquisa, mas adorei saber de sua existência e de pesquisar mais sobre ele. (FONTE: 1 / 2)

    https://1.bp.blogspot.com/-4Y7eaTzwgG0/XCbY0omOXVI/A...(img)

    Espero que tenham gostado das curiosidades!! Acho interessante observar como os videogames evoluíram, tanto em gráfico quanto em hardware... Se souberem de alguma outra informação interessante, compartilhe a informação aí nos comentários :).

    Me despeço agora, porque esse é o fim do jogo...

    74
    • Micro picture
      darlanfagundes · 8 months ago · 4 pontos

      Segue a persona @historia_dos_games que sempre tá rolando muita informação bacana lá!

      2 replies
    • Micro picture
      le · 8 months ago · 3 pontos

      É... Mais ou menos.

      O PC Engine teve CD-ROM lá em 1988.

      Sobre sensor de movimento, o Mega teve o Activator lá em 1993 (não sei se teve outro antes).

      Quanto aos jogos com polígonos 3D, antes mesmo do Super FX tivemos Hard Drivin' e Race Drivin' (que inclusive foi lançado também pro SNES).

      1 reply
    • Micro picture
      rh · 8 months ago · 2 pontos

      Excelente artigo!
      O meu avô tinha esse Telejogo, só que vinha com o cartucho daquele jogo de tênis. Acho que é o Pong, ou algum derivado dele.
      Tive o prazer de acompanhar a evolução dos games por ter o Super Nintendo e o Nintendo Wii. Senti na pele os games que eu jogava quando criança virarem algo ultra realístico. Imagina como serão os games nos próximos dez anos? (esse também é um excelente tema...)

      E, por favor, não se despeça... tome aqui este humilde presente e siga com mais uma vida: https://pngimage.net/wp-content/uploads/2018/06/1up-mushroom-png-3.png

      2 replies
  • mcalor Marina
    2018-12-28 20:34:05 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    mcalor checked-in to:
    Post by mcalor: <p>Fechei esses dias e apesar de ter gostado da his
    Richard & Alice

    Platform: PC
    10 Players
    2 Check-ins

    Fechei esses dias e apesar de ter gostado da história, achei o gameplay muito fraco e lento. Achei os diálogos um pouco infantis também, meio óbvios em algumas partes.

    Meu personagem preferido não foi nem Alice nem Richard, foi Barney, filho da Alice.

    Richard conhece Alice na prisão, numa época que ficar preso é a melhor opção para as pessoas, já que o mundo foi tomado pela neve e virou um lugar pós-apocalíptico.

    Na prisão tem TV, computador, comida, água quente... enquanto o resto do mundo tá comendo o pão que o diabo amassou.

    O filho de Alice entra na história no momento em que ela começa a contar como foi parar ali.. esses flashbacks são a parte mais interessante do jogo.

    Peguei ele bem baratinho, então valeu a pena.

    20
    • Micro picture
      juray · 8 months ago · 2 pontos

      Humm...! Parece interessante!

    • Micro picture
      brunothebigboss · 8 months ago · 2 pontos

      Humm...! Parece interessante! [2]

    • Micro picture
      filipessoa · 8 months ago · 2 pontos

      Não conhecia e ainda pensei que essa Alice era a Chell de Portal só vendo a imagem kkkk mas como os dois aí disseram: parece interessante!

  • darleysantos676 Darley Santos
    2018-12-26 22:17:59 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    darleysantos676 checked-in to:
    Post by darleysantos676: <p><strong>KOJIMISSES: A TECNOLOGIA FULTON</strong>
    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 3
    556 Players
    392 Check-ins

    KOJIMISSES: A TECNOLOGIA FULTON

    Bom, pelo menos eu não sabia dessa...

    Em mais um ótimo artigo do Games no Lab, o autor explica a origem do sistema Fulton e a forma como ele é usado no game Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, daquela forma bem Kojima de ser, se inspirando em tecnologias da vida real e transportando-as para o contexto das suas obras, frequentemente dando aquela "exagerada" hahah!

    Sim meus caros, aquela tecnologia usada pelo Big Boss para “recrutar' novos soldados e coletar recursos para sua grande base instalada em mar aberto, fora das fronteiras de qualquer país, a Outer Heaven", foi inspirada na vida real, como podemos ver no vídeo abaixo:

    Uma dica: a tecnologia Fulton também foi conhecida como "skyhook".

    ^^

    17
    • Micro picture
      jcelove · 8 months ago · 4 pontos

      O pessoal pensa q MGS é só maluquice de kojimao mas ele sempre procura consultoria de ex militares pra colocar tecnologias fidedignas nos jogos. Aí ela da aquela exagerada de anime, mas a base tá lá.hehe

      1 reply
  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2018-12-23 17:40:12 -0200 Thumb picture
    Post by brunothebigboss: @thecriticgames fazendo o trabalho que eu não fiz p

    @thecriticgames fazendo o trabalho que eu não fiz por falta de tempo...
    Não se preocupem, quando retornar pra valer, voltarei a postar na Persona

    Toda grande franquia de RPGs tem seu inicio.

    Review by: @thecriticgames

    A franquia de 1001 ramificações Shin Megami Tensei é hoje muito famosa no meio gamer e adorada por fãs de RPG, tendo ramificaçõ...

    Keep Reading →
    15
  • 2018-12-22 19:08:54 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Playstation 2: Emuladores + Coletânea Organizada de 8275 ROMs

    Mais um projeto que tenho a satisfação de compartilhar com todos!

    .

    Desvantagens em relação à famosa "Super Coleção 7784 Jogos":

    - Não tem menu com figurinha.

    - Não tem menu com musiquinha.

    - Só.

    .

    Vantagens:

    + Mais sistemas: TurboGrafx/PC-Engine, Game Boy (+Color), Game Gear, Game Boy Advance.

    + Mais jogos: coleções completas baseadas nos dats No-Intro.

    + Somente uma ROM para cada jogo (1G1R), sem jogos repetidos (jogos com traduções para o português tiveram as versões em inglês mantidas, para quem prefere jogar neste idioma.)

    + Todas as traduções completas, de outras línguas para o inglês, obtidas do site romhacking.net (até a presente data).

    + As melhores e mais úteis traduções para o português.

    + Alguns hacks interessantes.

    + Emuladores atualizados.

    .

    --- DESABAFO (leiam por consideração, façavôr) ---

    .

    Tá aí um projeto que me deu MUITO trabalho:

    - Baixar e aplicar os patches de tradução e hack me consumiram um tempo considerável (foram CENTENAS, tudo feito "no braço").

    - O emulador de GBA é um pouco complicado de se entender e usar no início. Muita gente tem dificuldade de fazer funcionar (inclusive eu tive muita), mas agora é só copiar e jogar!

    - Ainda falando em GBA, tive que fazer uma EXTENSA pesquisa para decidir quais jogos estariam na seleção, e também pensei bastante nas diretrizes que seguiria para incluir os títulos.

    - Tive que recompactar TUDO, para otimizar espaço e para que coubesse no DVD (precisei aprender um método ideal que relatei/compartilhei aqui).

    - Precisei reunir instruções importantes sobre cada emulador, que não eram tão intuitivas a todo jogador. Elas estão no arquivo OBSERVACOES.TXT, o qual recomendo darem uma lida.

    .

    .

     - Alguns sistemas (ex.: Game Boy) exigiam um número máximo de caracteres para enxergar as ROMs, então tive que renomear bastante coisa.  Mesmo usando um programa como o Rename Expert, alguns nomes longos não se distinguiam de outros, exigindo renomear manualmente.

    - Para os que "aceitavam" os nomes longos (ex.: NES), estes não apareciam por completo... então também tive que renomear as traduções e hacks para que fosse exibidos de forma correta para o jogador.

    - Em outros casos (ex.: Master System) também havia um número máximo de ROMs por pasta e estas deveriam ficar no diretório raíz, então tive que dividir essas em quantidade compatível e colocá-las nos lugares corretos.

    - Por fim, estão achando que foi fácil fazer essa capinha linda que dá um apelo gráfico e deixa tudo mais bonito? Não, também demorou e me fez passar raiva. Mas fiz com carinho...

    .

    .

    Vamos aos links:

    Aqui

    .

    Já se você quiser a ISO e outros arquivos úteis:

    (Obs.: Novos links em 14/mar/2019)

    Download - Parte 01

    Download - Parte 02

    Observações

    .

    Esse projeto me incentivou a organizar coisas que até então estava adiando, e acabou influenciando em toda minha coleção pessoal.

    Não serve apenas para ser jogado no Playstation 2, mas em qualquer plataforma, já que as ROMs estão no tradicional formato .zip e podem ser acessadas através de um computador. Estão incluídos até mesmo emuladores para se jogar no PC (Windows).

    Dêem uma força curtindo, comentando e compartilhando!

    --------------------

    Aqui estão outros projetos meus, para quem ainda não viu:

    ImbNES (Emulador de NES para PS1 + ROMs)

    NeoGeo CD games + SNES soundtrack: Art of Fighting

    NeoGeo CD games + SNES soundtrack: Fatal Fury Special

    NeoGeo CD games + SNES soundtrack: Samurai Shodown

    --------------------

    143
  • gus_sander Gabriel Macêdo
    2018-12-21 22:04:58 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    |OFF| Sobre permanência no Alva, novidades e projetos

    Hey Alvaneiro(a)s, já faz um tempinho hein! Haha. Calma, calma, minha inconstância aqui se deve a alguns fatores que o @filipessoa já deve ter explanado, ao menos em parte, no seu texto de volta ao Alva, mas ainda assim, há umas coisinhas que gostaria de compartilhar com vocês.

    Primeiramente, finalmente consegui, juntamente com o @filipessoa, terminar o ensino médio e técnico (esse último rendeu mais um aninho de ensino médio que o normal... :(), culminando em "dias livres" antes da fatídica prova do ENEM, o que rendeu uma boa tensão e parte do meu tempo fora do Alva.

    Passadas as provas do ENEM, alguns dias depois houve a colação de grau, a qual apesar de demorada, foi bem gratificante (isso se implementada a festa de formatura que houve logo em seguida, que fez valer a pena esperar tantos longos discursos). Foi um dia de despedida para todos, alguns tristes, outros felizes por finalmente ter um mínimo de sossego na vida (ou será que não), mas todos com esperanças de um futuro encontro.

    Enquanto isso, consegui recuperar meu PC de sua morte iminente e em breve estarei tentando dar uma upada no mesmo, enquanto um novo não sai, para melhorar a performance tanto em sistema, quanto em jogos, porque sobreviver com um Celeron de baixa frequência está bem complicado!

    dar

    As últimas semanas de aulas foram repletas de ansiedade, mas também de grandes momentos como o Filipe bem descreveu em seu post... Foram ótimos crossovers alvanísticos (já que estudávamos em horários e cursos diferentes), com aquela pitada de jogatina com o Brothers: A Tale of Two Sons, recheado de emoções, e alguns outros joojs, por fim gerando dias memoráveis descrito igualmente por mim como “lendário”!

    Isso me lembra que, depois de um bom tempo, resolvi dar uma maior atenção ao meu Steam ultimamente, tanto em questão de E S T É T I C A, quanto no quesito jogos. Percebi que dos “mil e um jogos” que eu havia começado (com exceção daqueles sem chievos), eu só havia platinado ou concluído de fato um ou outro perdido. Foi quando decidi tomar um rumo na minha vida no Steam e acabar com essas pendências, a maioria de quando eu criei a conta há mais de um ano atrás. E assim me aventurei, mesmo com ENEM no encalço, em desafios e conclusões de games que não só renderam surpresas com histórias, como sentimentos de satisfação em cumprir desafios impossíveis - mais uma vez, o @filipessoa esteve presente aqui, dando dicas de como concluir aquelas câmaras demoníacas de Portal com menos passos, tempo, etc, você não sabe como ajudou cara! Kkkk -. Ainda tenho que passar essas conclusões para o Backloggery lol.

    ---

    Apesar do meu tempo livre, há um tempo tenho estado em um período de incertezas sobre diversas questões da minha vida... Isso inclui minha futura faculdade, trabalho e alguns projetos que tenho em mente para tentar realizar nesse meio tempo (um deles estarei comentando mais abaixo). Tenho passado muito tempo pensando sobre o futuro e de certa forma, me esquecendo do presente (sim, sei que não é lá tão bom). Algumas questões familiares no momento, não só começaram a me incomodar mais que antes, como me fizeram criar planos para tentar lidar com a incerteza de um futuro inconstante... E é essa inconstância que está me deixando louco! Problemas vem a todo instante e não parece ter hora para acabar. Espero ter paciência o bastante até isso acabar (é meio vago, eu sei... Mas são problemas internos demais).

    Com exceção de certos estresses, finalmente tenho feito alguns planos para retomar a escrita de meu livro, e aqui vamos para um dos projetos que estou tentando pôr em prática. Para aqueles que não sabem, estive escrevendo um livro há uns anos, mas acabei perdendo tudo graças a um primo meu que formatou meu notebook antes que eu pudesse fazer o backup. Depois disso perdi a vontade de escrever, bem como ganhei um belo bloqueio criativo que durou um bom tempo... O que não é mais problema.

    Ao contrário de antes, dessa vez estarei escrevendo duas histórias. A primeira diz respeito ao projeto original de alguns anos e que pretendo lançar futuramente em formato de livro. A segunda pretendo escrever em formato digital no Wattpad, uma rede para leitores e autores indies (digamos assim), e a essa darei certa prioridade no momento.

    Quando publicar o primeiro capítulo, estarei compartilhando o link com vocês, bem como uma espécie de prólogo, para vocês terem uma ideia do que se trata, aqui mesmo no Alva. Para aqueles que se interessarem a ler, espero que deem o seu feedback hahaha, não dou uma de escritor há um tempinho.

    Por fim, com ideias e projetos em mente, bem como com a preparação para o próximo ENEM, imagino que não acabe sobrando tanto tempo assim para jogos, nem acesso ao Alva. Apesar disso, farei de tudo para estar sempre atualizando meu progresso nos jogos da vida, mas com uma frequência mais baixa, tanto aqui quanto no meu Backloggery.

    PS: Além do Alvanista, estarei também usando outras redes focadas em livros, filmes e etc nesse meu período ativo-ocioso na rede. Num próximo post, estarei passando meus perfis para quem quiser seguir e até bater um papo sobre outras mídias e expressões de arte, além dos amados vídeo jogos.

    No mais, espero que todos tenham um ótimo Natal, com vários descontos em seus jogos favoritos (a gente merece xD) e um Feliz Ano Novo!! ;D

    Return of the Ninja

    Platform: Gameboy Color
    10 Players

    37
    • Micro picture
      caramatur · 8 months ago · 3 pontos

      Parabéns pela conclusão do ensino médio! ^^
      E boa sorte nos novos projetos, é sempre revigorante novos desafios XD

      1 reply
    • Micro picture
      mateusfv · 8 months ago · 2 pontos

      Caramba só esse ano que acabou o médio (falo como se eu n tivesse acabado ano passado hsushsh) tá aí um período que nunca vou sentir saudade e fiquei feliz que acabou hsushsh, ainda mais pq o final do terceiro foi ótimo só que ao contrário, pelo menos tô melhor na vida que todo mundo de lá hsushsh.

      Enem é algo que n fiz e nem pretendo fazer, pra minha área n faz muito sentido e tem a questão que prefiro bem mais pagar do que estudar o ano inteiro um monte de coisa que n quero pra fazer uma prova de dois dias pra estudar algo que quero :v

      Eu tbm to relativamente afastado da rede graças ter ficado sem PC hsushsh, espero que ano que vem arrume um logo no começo do ano pra voltar a ativa normal :v

      1 reply
    • Micro picture
      filipessoa · 8 months ago · 2 pontos

      Essa postagem eu fiz questão de ler em voz alta hahaha muito bem Sr. @gus_sander!

      Bem, eu nem acredito que terminamos aquele ensino médio infinito e ver você falando agora só me fez ter mais certeza de uma coisa: a melhor coisa que me aconteceu ali foram as pessoas que conheci (e nem preciso dizer o quão individado estou com o Universo por ter te conhecido lá mesmo em cursos diferentes xD). Aliás, aquele dia do Brothers entra fácil no meu Top 10 de Melhores Dias da Minha Vida.

      Sobre o PC, fico feliz que ele esteja na sobrevida, pelo menos é uma vida né =P Vou contar os dias até você conseguir dar uma upada e deixar ele OK pra voltarmos aos nossos queridos coops :3 E que bom que consegui te ajudar naquelas câmaras de Portal! Elas são bem cruéis pra qualquer desavisado que tenta ganhá-las sem consultar nada hueuheuhe se precisar de mais ajuda em outros jogos lembre-se que pode sempre contar comigo e com o pessoal daqui!

      Todas essas incertezas que você está tendo também estou passando, só que talvez de maneira mais anestesiada porque, tirando o falecimento de Dobby, minha vida pessoal não anda tendo muitos conflitos e etc. De qualquer forma te desejo dias melhores e confio em Deus que eles haverão pra ti, em dobro, em triplo, em tudo.

      Quanto aos seus projetos, estou orgulhoso de saber que você está se dedicando não em um, mas em DOIS livros os quais lerei sem hesitar. Então capriche bem que por mim você já tem um feedback vitalício rsrs também vou aguardar o próximo post para dar uns follows aí. Até lá tenha um Feliz Natal & próspero Ano Novo <3

      2 replies
  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2018-12-21 21:10:50 -0200 Thumb picture
    brunothebigboss checked-in to:
    Post by brunothebigboss: <p>Notei uma coisa estranha...</p><p>Eu acabei de a
    The Banner Saga Trilogy: Bonus Edition

    Platform: Playstation 4
    1 Players
    1 Check-in

    Notei uma coisa estranha...

    Eu acabei de adicionar o wallpaper e as screenshots do The Banner Saga Trilogy Bonus Edition. Pois bem, voltei agora e percebi que minhas ofertas foram aprovadas com certa rapidez se comparada às últimas vezes. Porém, não vi aviso nenhum da Lola a respeito das aprovações. Isso me faz pensar:

    A Lola foi desativada para os servidores serem suportados com sucesso?

    11
    • Micro picture
      wild_dark_shadow · 8 months ago · 3 pontos

      Esses avisos deixaram de funcionar à já algum tempo

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2018-12-21 17:34:06 -0200 Thumb picture

    [OFF] Minha viagem a Buenos Aires

    Em 2010, um parlamentar inglês viajou ao Japão em plena crise de 2008.  Ao visitar o distrito de Ginza, ele declarou à imprensa que "gostaria de ter essa crise". E o que diabos isso tem a ver com a viagem?

    Bom, eu fiquei no centro de Buenos Aires e a minha impressão final é "gostaria de ter essa crise". Tudo bem que um turista dificilmente percebe uma crise quando tá viajando despreocupadamente... mas enfim. Como foi?

    Foi muito bacana! A viagem foi muito proveitosa para mim, que comeu bem e ainda passeou no centro histórico de Buenos Aires, que é fantástico! Isso sem contar os museus (que aparentemente estão bem cuidados e não pegarão fogo na madrugada...) e a onipresença de livrarias, que são muito boas: abrangentes e atenciosas!

    Interior do El Ateneo, uma das livrarias mais famosas do mundo!

    Em questão de compras, no entanto, não foi feito muito. Muitos dos títulos lançados na Argentina saíram no Brasil, e os livros são mais caros na Argentina. Eu até pensei em pegar livros de Ciências Sociais (curso que pretendo fazer em 2020), mas obviamente os clássicos também tinha saído no Brasil, e os exclusivos argentinos eram muito referentes à realidade específica deles (que aparentemente não tem clássicos mundiais como Casa-Grande & Senzala).

    Esta editora é especializada em livros sociológicos. No entanto, embora fossem muito interessantes, acredito que tem vários que posso encontrar no Brasil (eu acho, senão eu importo...)

    No fim, até pensei em comprar livros de ficção científica que não tem no Brasil (pelo menos em tempo recente...), mas eram muitos e caros, e acabei pegando só um (mostrarei mais adiante)

    Parte de uma seção de Ficção Fantástica (Científica e Fantasia)na Livraria Lossada (a mesma da foto acima). Embora não tenha comprado nada, estes livros parecem fantásticos! Ainda que sejam bem antigos (a livraria também funciona como sebo e tem vários livros antigos também na parte normal dela)

    Tá, mas... e os jogos? Bem, esse foi um pouco mais complicado. Como venho de uma cidade subdesenvolvida do norte (Belém-PA, como já falei uma vez), é óbvio que em Buenos Aires teria mais jogos. No entanto, os jogos variavam entre mais baratos e mais caros que o Brasil. Alguns chegavam próximos de 4000 pesos, o que dá nada menos que 400 reais!!!!!!! (O peso desvalorizou fortemente, e por isso, em comparação real-peso argentino, tá em 1-10 aproximadamente)

    Ainda assim, consegui comprar uma coisa de útil ali: Trilogia Banner Saga, o qual será o marco do meu retorno!

    ...Que ainda não irá ocorrer porquê o fio do controle parasitou os dois controles que tenho (o antigo e o recentemente comprado), o que me força a pegar outro.

    Enfim, foi uma ótima viagem. Espero poder visitar mais do Brasil e outros países da América Latina (até passei por Colônia de Sacramento, no Uruguai). E os joguinhos... ah, estes voltarão em breve!

    Um breve encontro que tive com Leandro Karnal na volta para casa. Ocorreu por pura sorte mesmo

    As únicas compras que fiz lá. O diário das estrelas eu não comecei ainda, mas parece ser muito bom. Quando a essa edição do Banner Saga, ela ainda vem com um artbook, um encarte com os protagonistas selecionáveis e um disco com as melhores trilhas do jogo!

    The Banner Saga Trilogy: Bonus Edition

    Platform: Playstation 4
    1 Players
    1 Check-in

    18
    • Micro picture
      manoelnsn · 8 months ago · 3 pontos

      Essa direita DEEELIRANTE

      Malz, não resisti, hauhauha

      Anyway, bela viagem, man! Bem que queria dar uns rolês por outros países também, mas sou bem preguiçoso quanto a isso, ahuahuha

      1 reply
    • Micro picture
      leopoldino · 8 months ago · 1 ponto

      Karnal parece o Tio Chico sem olheiras.

    • Micro picture
      tiagotrigger · 8 months ago · 1 ponto

      Até pediu pro Karnal tirar foto com documento pra provar que era ele, hehe.

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2018-12-20 09:30:29 -0200 Thumb picture

    VOLTEI DA VIAGEM, MINHA GENTE!

    Depois de passar 9 dias em Buenos Aires, eu finalmente voltei!

    Ainda estou preparando o post falando da viagem, mas por ora, posso dizer que ela foi muito boa em vários aspectos, mas jogos nem tanto...

    Enfim, mostrarei tudo daqui a alguns dias!

    24
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...