brunothebigboss

Um gamer comum, com interesses incomuns e opiniões baseadas no senso crítico.

You aren't following brunothebigboss.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-06-19 16:38:37 -0300 Thumb picture

    Sobre o review bombing de TLOU Parte II

    Aí você vai lá, faz um texto sobre as reviews do dito-jogo, e acha que a Naughty Dog finalmente conseguiu silenciar a polêmica dos spoilers (não o crunch. Lá fora isso foi um puta escândalo, mas aqui no Brasil os comentaristas de plantão dos maiores sites justificam e até passam pano, e nem vou me ater muito nos porquês)

    Não podia estar mais enganado...

    Mal o jogo que dura 25-30 HORAS chegou no dia do lançamento, já temos nada menos do que um review bombing, e um dos mais brutais, chega bem perto do nível de Battlefront II (só chega perto, porquê aquilo é insuperável). Nisso tudo, tenho algumas considerações a fazer.

    A primeira delas é também paradoxalmente a mais óbvia e a menos óbvia também: existem grupos e grupos de jogadores. Como que eu pensei nisso? Para isso, peço para voltarmos lá atrás na E3 2018. Aquela que tem o gameplay mais scriptado da história (alguém tinha que compensar depois da falha grotesca do Uncharted 4 na E3 2015, né?), e principalmente, o beijo da Ellie com a Dina

    Me lembro vividamente que quem tava vendo a conferência se dividiu em dois polos: os que ficaram extasiados e os que ficaram furiosos, como se ambos nunca tivessem visto isso antes. E eu, uma pessoa geralmente bem calma, só me lembro de ver o feed do Twitter e os comentários e pensar CARALHO SEUS FDP DOS INFERNOS, COMO VCS Ñ SABIAM QUE A ELLIE ERA LÉSBICA, ELA BEIJO A MINA NO LÉFTI BERRIND!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1!!!1!!!!!!!!1!!!!!!!!!!!!1!!!!!!!!!

    Depois desse ataque de nervos, só podia pensar como isso pôde acontecer. Daí eu me toquei: o primeiro grupo é formado por jogadores casuais, aqueles que pegaram TLOU por ser uma boa história. Como a edição de PS3 nunca teve uma edição completa. e Left Behind era uma DLC, é provável que esse público nunca tenha trombado com essa adição importantíssima da história. O segundo grupo é formado por uma minoria, jogadores ditos "hardcore" (apenas no sentido de imersão no mundo dos jogos, se perguntar se eles conhecem Homo Ludens, algo me diz que eles vão se questionar até se essas palavras existem), aqueles que vc vê nos grandes sites, se tornam infames por alimentar Console War, se focam muito no gameplay e em DIVERSÃO e até falam de enredo... mas depende muito. O resultado disso foi visto lá em 2018 e parte disso está se repetindo aqui. E no meio disso tudo, está lugares como Alva, que não são maioria como os casuais, mas que detém uma boa parcela da comunidade. Aqui, discute-se jogos, há todo tipo de pessoas e cria-se um meio termo entre os dois grupos,  e que na minha humilde opinião é a melhor escolha.

    Claro, percepções não são absolutas, cada experiência é uma experiência e posso estar miseravelmente errado quanto à essa observação... exceto na parte dos casuais. Os que não se envolvem muito são a maioria, e se vc quer a prova, sugiro que dê uma busca no Google. Verifique por pesquisas quem é a demografia de quem joga videogame (uma surpresa: tem bastante mulher, ainda que não seja maioria. Mas nós dificilmente as vemos em canais de games ou sites). Se você tem conta na PSN e tem um PS4, veja os troféus dos jogos que vc tem, e verifique especificamente os de zeramento. Veja quantos conseguiram. É uma boa experiência

    Não digo TUDO isso só para no final terminar com "não levem em consideração o Metacritic pq aquilo lá é uma minoria barulhenta". Isso claramente vai além dessa situação, ela é só mais uma dessas instâncias. Além disso, não me importo se a minha opinião é impopular, eu vou estar do lado de quem acredito estar certo. Só digo isso para que se saiba QUEM está falando, e de ONDE.

    A segunda consideração já é bem mais restrita do que a primeira e espero que seja a mais curta: não confiem em análises que justificam seus pensamentos pelas emoções. O motivo parece óbvio, mas já que ISSO SIM é recorrente, queria fazer uma pergunta: qual a diferença entre uma opinião do @manoelnsn e dos haters de TLOU? É uma comparação meio ingrata, mas eu vou tentar falar isso de uma forma que faça sentido

    O Manoel é conhecido por ter algumas das opiniões mais impopulares da rede, e eu mesmo não concordo com muita coisa que ele diz, ou mesmo COMO ele diz (até mesmo o próprio estilo é excessivamente sarcástico em vários momentos). No entanto, me impressiona o embasamento e a tentativa dele de explicar certos pontos mais delicados da análise, e isso eu acho louvável.

    Agora, se vc ver as avaliações dos haters, o que é mais comum é se justificarem com alguma besteira... ou simplesmente não se justificarem. Daí nós vemos resultados como "A ELLIE É LÉSBICA, AS FEMINAZI CHEGANDO EM TUDO", "O JOGO TENTA VENDER PERSONAGEM X COMO COMPREENSÍVEL DEPOIS DE [Spoiler do começo, mas é um FUDIDO], MAS NÃO DESCE, É CRUEL DEMAIS", entre outras barbaridades.

    É lamentável como os "fãs" de TLOU tiveram uma decadência e uma baixaria quase tão grande quanto a fanbase de Star Wars O Último Jedi (no último filme pelo menos as pessoas genuinamente tristes e decepcionadas com o final da trilogia conseguiam explicar coerentemente o porquê disso, tão bem que desisti de ver o filme e salvei meu pai de uma vergonha), mas é como o George do Super Bunnyhop disse na review dele de MGSV: Ser Fanboy acaba fazendo com que você na verdade goste menos daquilo que você adora (e olha que essa review é uma bem crítica do jogo)

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    640 Players
    125 Check-ins

    19
    • Micro picture
      igor_park · 15 days ago · 3 pontos

      Eu já falei isso em outros posts que surgiram, em grupos e etc.
      A maioria das reviews lá é de gente que não vai jogar e nem jogou.
      Que crêem em teorias como globalismo e outros abobrinhas da conspiração.
      Palavras como neil cuckman,sjw,feminist hater e esse bla blá e buzzword de sempre encheram essas analises.
      Vc pelo que se referem o jogo como The Last of Lesbian, ou the last lacração.
      Os cara são tão snowflakes que culpam uma agenda global do mal.
      Eu não vou jogar por agora esse jogo.
      Por que meu backlog é enorme.
      Mas já vi muito do ódio é sim por conta das representações diversas dos personagens .

      2 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 15 days ago · 2 pontos

      Obrigado pelo elogio, man!

      Quanto à Last of Us, realmente não sei dizer, já que apesar de ter um PS3 é um jogo que não me interessa nem um pouco, então dificilmente irei jogá-lo. Mas essa polêmica toda eu achei um tanto exagerada, tipo, até eu já sabia que a menina era do lado azul da força (já que tem um amigo meu que jogou o primeiro jogo no ps4 e me disse isso), então esse povo acabou fazendo mesmo propaganda gratuita pra Naughty Dog...

    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 14 days ago · 2 pontos

      Bem...sou fã de THE LAST OF US...e meu amor pelo game perduraria com ou sem personagens homossexuais. Isso é apenas um "background".

      Não consigo aceitar que exista tanta gente idiota no mundo...e até mesmo numa das minhas maiores paixões em vida: GAMES

      😭

      2 replies
  • garotanocontrole Garota no Controle
    2020-06-17 15:28:08 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Feedback

    Pessoal, sou dona do site Garota no Controle. Queria uma opinião de vocês, poderiam me dar feedback se acham o site bom ou no que poderiam melhorar ?

    23
    • Micro picture
      noblenexus · 17 days ago · 4 pontos

      Seu site parece muito profissional, curti muito a interface e esse logo que está usando é bem dahora, ótimo trabalho de design.
      Quanto ao conteúdo ta bem legal e diversificado, eu curti

      1 reply
    • Micro picture
      thecriticgames · 17 days ago · 4 pontos

      Olhando rapidamente o design ta ótimo e bonito, me parece organizado principalmente em uma das coisas que mais curto ler a respeito listas, e você deixa link fácil dela no topo para ser facilmente acessados. Do que olhei também o estilo das análises é muto a minha cara com a repartição por tópicos do jogo (como trilha sonora, arte) e nota ao final, enfim, do que testei é isso.

      1 reply
    • Micro picture
      lgd · 17 days ago · 4 pontos

      Eu te conheci hoje de manhã rsrs já dei uma lida em algumas coisas e gostei.

      Achei que funcionou bem na versão mobile (sim, testo estas cosias) :P

      Inseriria, talvez, campo para comentários, depende de suas pretensões.

      No mais desejo sucesso e boa sorte!

      1 reply
  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-06-13 17:00:43 -0300 Thumb picture
    Post by brunothebigboss: Curta e precisa. Não é meu estilo, mas gostei basta

    Curta e precisa. Não é meu estilo, mas gostei bastante
    Algo me diz que esteve salvando os textos no Word antes de lançar, porque foram vários de um vez. O @thecriticgames disse uma vez que fazia a mesma coisa...

    Aquarela de emoções.

    Review by: @igor_park

    Falar que Gris é um jogo bonito é chover no molhado, o jogo desenvolvido pelo estúdio espanhol Nomada e publicado p...

    Keep Reading →
    12
    • Micro picture
      igor_park · 21 days ago · 2 pontos

      Opa valeu.
      Eu tento sempre ser direto, só algumas especiais como Horizon, Cosmic e Elex que eu escrevi bastante.
      Na verdade hoje que estava inspirado para escrever, não tinha nada salvo fiz todas as três hoje.

    • Micro picture
      thecriticgames · 20 days ago · 2 pontos

      Yep, eu fazia muito isso, em especial quando o Alva fica caindo pra não postar direto e perder eu fazia bom uso do word como backup.

  • 2020-06-13 14:49:17 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Your song has been updated! #9

    Como eu disse em meu perfil pessoal, por causa das investida da minha irmã no Persona 5 Royal, voltei a ficar mais ligado na franquia, e justo em um momento chave dela, já que além do lançamento do Royal no Ocidente, houve também o lançamento japonês da sequência do Persona 5, o Scramble!

    Scramble que, conforme descobri depois, tinha parte de sua trilha composta de remixes... vamos ver um deles?

    No Persona 5 Base, o jogo tinha como música de batalha essa beleza aqui:

    Last Surprise, por melhor que seja, era um pouco cansativo de se escutar várias vezes; eu mesmo reclamei disso em meus check-ins da época.

    E se tornassem uma música boa e fora de contexto em uma música incrível dentro do contexto?

    Fiquei extremamente surpreendido com o resultado, e não esperava que algo assim pudesse ser salvo nesse jogo (ainda mais que nem é o Persona Dancing, que também tem uma porrada de remix...), mas é como dizem...

    Você nunca vê chegando

    Persona 5 Scramble: The Phantom Strikers

    Platform: Playstation 4
    12 Players

    18
    • Micro picture
      brunothebigboss · 21 days ago · 1 ponto

      Deu pra compartilhar para o abandonado perfil da Persona.
      Que milagre foi esse?

    • Micro picture
      game_music · 21 days ago · 1 ponto

      Não se se vcs concordariam, mas esse remix parece tem um leve sentimento de Iron Maiden... ou eu tô louco?

      1 reply
    • Micro picture
      sakuroikazuki · 21 days ago · 1 ponto

      Nah... Essa não consegui gostar.
      Mas achei interessante o modo como fizeram.

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-06-12 14:08:15 -0300 Thumb picture

    Sobre as reviews de The Last of Us Part II

    Hoje o embargo do TLOU Part II finalmente acabou e todas as reviews estão saindo. Pelo que tudo indica, o jogo será o GOYT absoluto do ano e já estou tentado a parar a compra de livros só para pegar ele e o Death Stranding. No entanto, gostaria de falar aqui sobre a escrita das reviews do jogo, pelo menos as análises brasileiras.

    Pra quem cresceu vendo e ouvindo análises do tipo Zangado, meramente descritivas, quase amorfas e dificilmente ensaísticas (esclarecendo que não necessariamente é um estilo ruim, mas pela preguiça ou falta de carisma ou mesmo a repetição acabam tornando tudo genérico), foi um grande prazer ver como os jornalistas daqui evoluíram em relação a anos atrás. Isso eu já testemunhei no Death Stranding, mas por melhor que seja o Kojima, ele não tem o hype da Naughty Dog (e eu também ainda estava meio desligado na época, basta ver minha presença aqui no Alva), e a profusão de textos preparados para saírem o mais rápido possível e saciarem/alimentarem o hype me fez chamar a atenção para esse aspecto da escrita.

    De modo geral, parece que os jornalistas finalmente passarem a ter bagagem cultural além do próprio meio (ou talvez PRINCIPALMENTE aprenderam a entender o próprio meio) e usaram isso de forma primorosa nos textos/vídeos. Meu xará Bruno Silva do The Enemy disse em seu review que os videogames até agora foram parques de diversões que os jogadores fazem o que quiser sem consequências e a Naughty Dog rejeitou esse caminho. Daniel dos Reis do Meu PSX (antigo meu PS4) disse que TLOU Part II rejeita a violência pela violência, como estabelecido pelas empresas e mesmo incentivado pelos jogadores até agora, e afirmou categoricamente que a violência é brutal, mas não é gore e é incomodamente realista. Carol Costa, apesar de ter a análise mais scriptada das que eu já vi, tem uma nota final feita especialmente para Ellie e é bem mais poética que o usual em certos momentos. O Ruan do Voxel (antigo Baixaki Jogos e Tecmundo Games) mudou a lente temática de vingança para desumanização (apesar que se diz que não chega a ser um Spec Ops). O @montanaro do PSX Brasil (antigo PS3 Brasil) pra mim faz a análise mais fraca, mas isso de forma alguma é um demérito; o foco em pontos comumente ignorados como design de som também me impressionou.

    E você reparou que todos os exemplos que dei são de sites grandes ou tradicionais, né? Isso é porquê as formas e os conteúdos selecionados lembram muito canais de vídeo-ensaio gringos e nacionais, como o Nautilus. Ver canais pequenos assim e métodos até então restritos a um nicho chegarem a sites conhecidos me alegra bastante.

    Infelizmente, vai demorar bastante para uma certa parte da comunidade gamer chegar a esse ponto, por motivos que gostaria de elencar em outro momento. Mas só de ver gente com experiência, que trabalha com isso, e também uma outra parte do grupo gamer se juntar a reconhecer e discutir trabalhos de forma diferente já me alegra.

    E você, o que está achando de The Last of Us Parte II e suas repercussões?

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    640 Players
    125 Check-ins

    27
    • Micro picture
      brunothebigboss · 22 days ago · 2 pontos

      Estou muito feliz com esse texto, é praticamente um artigo!
      Seria bacana voltar a escrevê-los...logo logo...

    • Micro picture
      hanzy · 22 days ago · 2 pontos

      ontem quando acabou o embargo eu tava acordado e acabei lendo uns textos e vendo uns videos, e é exatamente o que tu falou.
      Acho que a coisa que mais gostei foi como cada artigo/vídeo teve um jeito de falar sobre o jogo, tentando descrever como se sentiram com os temas abordados pela sequencia, e isso me deixou bem hypado pra jogar ele.

    • Micro picture
      jeffroupinha · 22 days ago · 2 pontos

      gostei do que falou, mas acho que o vídeo ensaio sofre de um grande problema, as vezes o texto faz tudo ser "grandioso de mais" tipo quase uma ode, se é que me entende. Acho que nem tudo é tão filosófico assim, pois ainda gosto de ver coisas mais técnicas com uma pitada de "sentimentalismo ou experiência da pessoa". Não acho que são ruins os ensaios, muito pelo contrário, mas como disse nem todo jogo é uma experiência transcendental como alguns vídeos ensaios fazem parecer, isso é muito pessoal. No mais, ótimo texto, pois de fato graças a esses canais menores, os grandes melhoraram muito.

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-06-01 14:43:36 -0300 Thumb picture

    Aconteceu algo com as notificações do Alva?

    Eu sei que elas são limpadas de tempos em tempos para evitar sobrecarga, mas hoje eu fui checar a rede e notei que elas foram apagadas várias vezes em sequência

    Aconteceu isso com mais alguém?

    22
    • Micro picture
      _gustavo · about 1 month ago · 1 ponto

      Aqui tbm, mas só de manhã que estava sem depois normalizou

    • Micro picture
      fonsaca · about 1 month ago · 1 ponto

      Ihhhhhh, acontece direto aqui!

    • Micro picture
      thecriticgames · about 1 month ago · 1 ponto

      Aqui ja é rotina

  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-05-31 21:02:35 -0300 Thumb picture
    brunothebigboss checked-in to:
    Post by brunothebigboss: <p>Não pensei que minhas contribuições à minha irmã
    Persona 5: The Royal

    Platform: Playstation 4
    34 Players
    4 Check-ins

    Não pensei que minhas contribuições à minha irmão no jogo dariam material... mas deram

    Elas foram desde o Palácio do Madarame até o final do jogo original (o conteúdo eu saí de perto), e devo dizer que os erros da minha jogatina original foram interessantes de se observar

    Eu não mencionei, mas no Royal é bem mais fácil ficar rico que no jogo original, e além disso minha irmã já tinha a expertise para focar nos Confidants e nos Status que valiam a pena (isso já no original, eu não tinha tanta habilidade para isso). Isso faz com que não só tua evolução como a própria jogabilidade fiquem mais fácil (apesar que de modo geral o jogo ficou bem mais fácil). Além disso, as fusões foram constantes durante o jogo, algo que não fiz antes por ter medo da Persona não ser tão boa, ou simplesmente por ter sido burro e não ter feito o Confidant das gêmeas para conseguir COMPRAR as Personas de nível maior. Isso fez com que tanto meu estoque quanto minhas Personas de guerra (vamos assim dizer) ficassem estagnadas no jogo por um bom tempo. Quando chegou a parte do Shido, foi um desespero para conseguir Personas que eu tinha obtido em grande parte nos Palácios do Madarame e do Kaneshiro (com exceção do Rangda)!

    Agora vendo como o jogo ficou e com uma organização melhor do que eu tinha na época, acredito que a experiência será mais suave até que Persona 3, o qual tive uma evolução constante das minhas bases de evolução

    Quantos as minhas opiniões mutantes, que chamaram  a atenção de dois cidadãos dessa grande pequena rede chamada Alvanista, não se preocupem, os textos demoram, mas chegam...

    12
    • Micro picture
      igor_park · about 1 month ago · 3 pontos

      A versão comum tá num bom preço, as diferenças são tão grandes?

      3 replies
  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-05-25 10:17:49 -0300 Thumb picture
    Post by brunothebigboss: Eu sei que o Alva posta quando alguém que tu tá seg

    Eu sei que o Alva posta quando alguém que tu tá seguindo posta uma crítica, mas como eu fiz isso bem tarde ontem, resolvi divulgar aqui só por garantia. Como eu disse antes, estou testando um formato novo mais próximo de um ensaio, então por favor, deem seu feedback para eu saber como tá indo.
    Me incomodou o fato de que aparentemente os textos de crítica não suportam usar o youtube nativamente, sendo necessário clicar no link para ver o vídeo. E se alguém puder me ajudar a saber qual é a resolução necessária para as imagens caberem em todo o espaço (em vez de ficar algo minúsculo), por favor me digam
    De resto, aproveitem!

    Um jeito diferente de ver -e fazer- videogames

    Review by: @brunothebigboss

    De vez em quando, o mainstream, que muitas vezes é composto de obras muito parecidas entre si, é surpreendido por algo que, à p...

    Keep Reading →
    15
  • brunothebigboss Bruno dos Anjos Seixas
    2020-05-24 11:59:09 -0300 Thumb picture
    brunothebigboss checked-in to:
    Post by brunothebigboss: <p>Eu queria ter estado mais ativo nos videogames,
    Persona 5: The Royal

    Platform: Playstation 4
    34 Players
    4 Check-ins

    Eu queria ter estado mais ativo nos videogames, mas acontece que eu fiquei viciado em leitura...

    Felizmente, teve um elemento que fez o meu lado Alvanístico ficar vivo:  a minha irmã, que de fato começo a jogar mais. Eu já disse que ela pegava em alguns jogos meus, mas nos últimos meses isso tomou uma proporção maior do que antes. Bem maior

    Uma das vítimas da jogatina dela foi Persona 5, o qual ela zerou de cima em baixo, só não platinou. Depois disso, ela ficou insistindo semanas para eu pegar o Royal, e depois de ficar adiando e adiando, acabei aceitando. Depois de algumas jogadas do destino contra esse ato, comprei a versão digital do Persona 5 Royal (em caráter excepcional, obviamente, porque eu sei muito bem que tipo de jogo seria ideal nesse formato).

    Até agora, ainda não baixou, mas a minha irmã jogou alegremente a parte que estava disponível no preview que o PS4 oferece. A príncipio, seria mesmo só para ela, mas eu mudei bastante minha visão da série Persona, e dar uma jogada e fazer uma review/ensaio com spoilers do jogo explicando essa nova visão seria... interessante. E controverso se não tomar cuidado.

    De qualquer forma, terei Tempos Interessantes...

    15
    • Micro picture
      manoelnsn · about 1 month ago · 1 ponto

      Boa, a manha é começar a escrever e deixar rolar, com o tempo tu vai melhorando ;)

    • Micro picture
      volstag · about 1 month ago · 1 ponto

      Legal, manda bala no texto cara!!

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-05-24 04:42:00 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Skullgirls ainda vive!

    Nesses últimos dias por algum motivo o jogo Skullgirls voltou a ter atualizações, depois da Lab Zero Games ter lançado Indivisible, Skullgirls está novamente recebendo a devida atenção. Com correções de BUGs, balanceamentos e até adição de coisas novas. Nas notícias do fórum da Steam da para ver essas mudanças. Não sei se a Lab Zero tem planos para uma sequencia, ou quem sabe uma atualização de Skullgirls, mas é bom ver que mesmo depois de sete anos do seu lançamento ele ainda recebe a devida atenção. Apesar das polêmicas, isso não tira o feito dele ser um jogo de luta independente ocidental (coisa rara), e um dos melhores jogos de luta já feitos, sem sombra de dúvidas.

    Skullgirls 2nd Encore

    Platform: PC
    7 Players

    19
    • Micro picture
      tecnologgamer · about 1 month ago · 1 ponto

      Sabia que o SonicFox era um bom jogador (de jogos de luta da NetherRealm), mas saber que ele câncer, ai ninguém abre a boca. Mas se o multi voltar, eu volto.

    • Micro picture
      molinsky · about 1 month ago · 1 ponto

      Skullgirls recebeu atualizações porque faz parte dos jogos que serão disputados na EVO (agora online) em Julho. O netcode do jogo é excelente!

      Então agora é a chance de vender novas cópias novamente, porque a galera já está treinando.

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...