2014-04-30 20:56:22 -0300 2014-04-30 20:56:22 -0300
bruno Bruno Cavalcante

Primeiras Impressões de Dragon Quest IX

Dragon Quest IX é um jogo muito estranho. Se isso é bom ou ruim, acho que depende do seu gosto. Retornei a minha jogatina e “já" estou com cerca de 20 horas de jogo (havia jogado as 10 primeiras um ano atrás).

Primeiro, o jogo é muito difícil. Não tanto no estilo Fire Emblem, onde você precisa pensar bastante em cada ação – Dragon Quest é difícil estilo anos 80 mesmo. Você precisa grindar, muito, para vencer os chefes. Muitas das sidequests são extremamente complicadas, e dependem de sorte também. Essa dificuldade old school é uma marca registrada do jogo, e se não é o seu estilo você vai ficar frustrado. Segundo, é um jogo cujo tempo de conclusão varia entre 50 e 550 horas, de acordo com o howlongtobeat. Ou seja, existem muitas sidequests.

Depois de algumas horas de jogo e inúmeros fracassos em batalhas, você vai finalmente poder criar sua própria equipe. Todos os personagens jogáveis podem ser criados por você, e você pode escolher a vocação e definir aparência de cada um. E isso, no traço do Akira Toriyama (que faz a arte do jogo), é muito legal. Naturalmente, acabei criando uma personagem à imagem e semelhança da Android #18.

Quando você morre em uma batalha (o que é bem frequente) você é simplesmente levado de volta à ultima igreja e perde metade do seu dinheiro. Esse pouco de misericórdia é muito bem-vindo: se você tivesse que voltar para o último lugar que salvou (saves são escassos nesse jogo) seria simplesmente cruel.

Você pode trocar sua vocação a qualquer momento (depois de um certo evento no início do jogo), basta falar com um senhorzinho com o ótimo nome de Jack of Alltrades. Quando na nova vocação, o personagem retorna ao level que atingiu nela, ou ao level 1 caso seja a sua primeira vez. Isso implica que você vai ficar trocando e destrocando de vocações com alguma frequência, e isso, mais uma vez, é um pouco estranho. Mas é interessante.

Os menus e interface no geral remetem à raiz dos RPGs nos videogames, e dá pra perceber que manter esse espírito é uma das prioridades da franquia.

Estou gostando muito da experiência, de uma forma peculiar. Para quem é fã de RPGs bem antigos, acho que Dragon Quest é uma recomendação obrigatória. Para os outros, se nada do que falei que te assustou, vale a pena conhecer. É uma das franquias de JRPG de maior sucesso de todos os tempos, e isso não é a toa.

Dragon Quest IX: Sentinels of the Starry Skies

Platform: Nintendo DS
619 Players
58 Check-ins

9
  • Micro picture
    maironw · over 5 years ago · 0 pontos

    Joguei pouco DQIX, e de todos, pra mim ele foi o mais "diferentão". Não fui muito a fundo, mas o jogo ainda assim é ótimo como qualquer outro jogo da franquia.
    Aliás, gosto de destacar, eu achava que era fã de JRPG old school, aí notei que na verdade, eu joguei muito Dragon Quest e eu amo é a franquia, enquanto Final Fantasy e também por exemplo, Bravely Default, não conseguem me agradar.

  • Micro picture
    raphaelzero · over 5 years ago · 0 pontos

    Baixarei!

  • Micro picture
    seta · over 5 years ago · 0 pontos

    Sou fã de rpgs antigos, mas esse número absurdo de sidequests me assustou.

  • Micro picture
    bruno · over 5 years ago · 0 pontos

    @maironw qual o DQ que você gosta mais? Escuto muito falar do VIII e do VII...

  • Micro picture
    maironw · over 5 years ago · 0 pontos

    VIII pelo todo é meu favorito. Mas não consigo desconsiderar o V, ele tem a melhor história.

Keep reading → Collapse ←
Loading...