bmark

Retrogamer e fã de Portáteis

You aren't following bmark.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • pedro_passarin Pedro Passarin
    2020-09-11 11:58:13 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Por que Yuji Naka, Pai do Sonic, deixou a SEGA em 2006?

    Medium 3826119 featured image

    Yuji Naka sempre é lembrado como um dos mais importantes programadores da área de games, justamente pelo enorme sucesso que "Sonic The Hedgehog" proporcionou à SEGA e também pelo impacto em que a concorrência levou com as altas vendas do Mega Drive.

    Porém, poucos tem conhecimento que o Pai do Sonic, além de estar envolvido nos desenvolvimentos dos jogos, também esteve na criação dos video games da SEGA, após o Mega Drive.


    Essa estratégia fazia com que a Sonic Team conseguisse extrair tudo

    de melhor do hardware da empresa, para que assim pudessem competir à altura, com as demais concorrentes da época, como Nintendo e Sony.

    O Dreamcast, foi o video game que mais teve investimento em seus jogos. E como dito anteriormente, Yuji Naka sabia exatamente o que fazer com o hardware, tanto é que Sonic Adventure foi divulgado ao mundo de forma muito audaciosa, com direito até mesmo uma apresentação na TV japonesa com uma entrevista com o líder da Sonic Team.

    No entanto, sabemos que o Dreamcast não teve o retorno financeiro esperado e a SEGA passou a apenas desenvolver games, deixando o ramo de consoles.

    Um novo desafio a partir daí se iniciou para os desenvolvedores, pois os programadores não tinham familiaridade com os consoles da Nintendo, Sony e Microsoft, tendo que muitas vezes fazer uma parceria com outras empresas para que assim conseguissem fazer ports  de seus games bases.

    Yuji Naka permaneceu como lider da Sonic Team e nisso a sua responsabilidade aumentou ainda mais, pois começou a fiscalizar todos os projetos da equipe, tanto os jogos portáteis como os de consoles. Assim como também o anime Sonic X, o qual seria produzido e teria como meta impulsionar as vendas dos games.

    A Nintendo, que antes era rival, acabou se tornando uma grande parceira da SEGA, e sempre enxergou a franquia Sonic como sendo parte do seu público-alvo. Com isso, vários jogos do Sonic se tornariam exclusivos.

    Yuji Naka sempre foi uma personalidade forte dentro da SEGA, e muitas tomadas de decisões passavam por ele. 

    Mas com as mudanças contínuas dentro da empresa, a estratégia de mercado dos diretores da SEGA estavam indo na contramão das ideologias do Naka.

    Ou seja, lembram-se do tão criticado "Sonic 2006"? Pois é, o Pai do Sonic não teve envolvimento nenhum no projeto, tanto é que coincidentemente em 2006, o mesmo saiu da SEGA para criar sua própria empresa, a PROPE.

    Resumidamente,  Naka estava cansado de trabalhar em um cargo de gerente de nível superior e queria se envolver mais na criação dos jogos.  Assim como também estava farto da direção que a SEGA estava tomando com o Sonic.


    Takashi Iiizuka, diretor e um dos braços direitos de Naka desde 1994, também não teve nenhum envolvimento com o "2006". Tendo sua responsabilidade focada apenas para jogos spin-offs e envolvimento nas demais franquias.

    Essa época foi tão sombria para os fãs de Sonic, que foi nomeada como "Sonic Cycle". Onde os jogos da franquia estavam perdendo a essência e partindo para várias ideias totalmente "comerciais".

    E você? Sente falta do Yuji Naka na franquia? Deixa seu comentários e até o próximo post!

    Sonic the Hedgehog (1991)

    Platform: Genesis
    9187 Players
    158 Check-ins

    45
    • Micro picture
      artigos · 19 days ago · 3 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

      4 replies
    • Micro picture
      andrexdl23 · 19 days ago · 2 pontos

      Artigo sensacional, mano!!!!

      1 reply
    • Micro picture
      gusgeek · 19 days ago · 2 pontos

      Interessante, uma dica, faça seus posts em forma de Artigo, que daí eles podem aparecer na aba Em Destaque e mais pessoas podem vê-los!! ;)

      1 reply
  • pedro_passarin Pedro Passarin
    2020-09-25 11:32:38 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Por que as empresas de games estão "forçando" as mídias digitais?

    Medium 3829068 featured image

    Ao decorrer do tempo. várias mudanças acontecem a todo momento!

    Estamos em constante fases de evolução! E algo que certamente muitos já se deram conta, é que tudo está partindo para o lado mais digital. 

    Quem nasceu nos anos 90 ou 2000, vai se lembrar das locadoras de video games, com as prateleiras bem coloridas com os mais variados temas e artes dos gêneros de jogos.

    No entanto, essa lembrança está se tornando cada vez mais distante com o avanço das vendas de jogos digitais.

    Para fato de comparação, nos anos 90 era comum vermos fita cassete tocando músicas nos carros. Posteriormente os CDs tomaram conta das pochetes dos usuários e atualmente o grande sucesso é curtir um som através do aplicativo "Spotify", devido a praticidade de uso.

    É exatamente o mesmo rumo que os games estão tomando. E embora haja uma grande parcela de jogadores que prefiram ter seus jogos guardados na prateleira da estante, infelizmente a qualidade desses materiais estão vindo cada vez mais baixas.

    Enquanto até o final dos anos 2000 os games físicos vinham com manual, uma capa mais reforçada e encarte com impressão de alta qualidade, atualmente estamos indo na contramão. Abaixo, há uma foto que tirei de dois itens de minha coleção:

    Se pegarmos um jogo de Playstation 4 e analisarmos com cuidado, a capa é bem fraca. O encarte é de qualidade média. Não acompanha manual, vindo geralmente apenas um panfleto de propaganda. E a impressão do disco é relativamente baixa. Sendo que o jogo de Mega Drive, além de vir com uma capa mais reforçada e com qualidades maiores de impressão tanto no encarte como no cartucho, também acompanha manual e um poster oficial.

    Uma das justificativas das empresas sobre os jogos atuais não virem mais com manual, é que estão colaborando com o meio ambiente. E caso algum usuário queira ler, basta entrar no site oficial e baixá-lo pelo navegador do celular ou computador. Alguns games vem com o manual digital incluso dentro do próprio menu principal. 

    Mas a questão é, se as empresas tiveram essa "economia" na redução da qualidade dos jogos físicos em geral, por que o valor do produto só aumenta com o tempo?

    Na realidade, a estratégia é fazer com que o usuário que realmente queira algo com qualidade maior, compre as versões "Special Edition" ou até mesmo a "Collector"s Edition",  para aqueles mais exigentes com conteúdo exclusivo. 

    Porém, como foi mencionado anteriormente, as empresas de games estão apostando cada vez mais em produtos digitais, justamente por causa do lucro envolvido, além de não terem que se preocupar tanto com a logística das mídias físicas no futuro. Por esse motivo, muitos jogos comprados nas lojas virtuais possuem conteúdos bônus para quem adquirí-los. Compreende isso? 

    Recentemente, a Sony revelou dois modelos de Playstation 5 e seus respectivos preços. Temos a versão com leitor para jogos físicos e a totalmente digital. A diferença de preço é de 100 dólares de um pro outro. 

    Para efeito de comparação, o Xbox One S, de geração anterior, também possui essas duas versões, sendo que a diferença de preço de um para o outro era de 50 dólares. Ou seja, por que a Sony está cobrando 100 dólares a menos para quem adquirir a versão digital do PS5? 

    A verdade é que, as vendas de jogos digitais no Playstation 4 atingiram todas as expectativas da Sony, e é nisso que ela quer focar nessa nova geração. A tendência é que muito provavelmente, o "PS6" nem tenha mais a edição com leitor. 

    É claro que, sempre existirá o público mais conservador e que prefere ter seus jogos físicos na prateleira, mas pelo rumo que as empresas estão tomando, o futuro desses games está cada vez mais incerto. 

    Devo ressaltar que jogos digitais possui várias vantagens comparados aos jogos físicos, e vice-versa, mas o ponto desse artigo não é mostrar os prós e contras, mas sim a ESTRATÉGIA que as empresas de video games estão usando para conseguir faturar cada vez mais com o atual mercado, que não pára de crescer.

    Sonic the Hedgehog 2

    Platform: Genesis
    7175 Players
    118 Check-ins

    54
    • Micro picture
      natnitro · 5 days ago · 4 pontos

      Essa digitalização dos jogos ainda traz outro benefício extra que é sabotar a venda de midia física, já que uma das vantagens ai é poder trocar com outra pessoa, pegar emprestado, etc, e ai quem compra um jogo em disco, se não gostar, pode revender depois e recuperar o valor pra comprar outro, já quem compra o digital, acaba ficando com o jogo preso eternamente naquela conta...

    • Micro picture
      thiagoreis · 4 days ago · 4 pontos

      E se um dia a Microsoft ou a Sony deixar de produzir consoles e "falir", fechar servidores. (coisa difícil de acontecer, mas é uma hipótese)! O que acontece com todo o dinheiro que vc investiu nos jogos digitais ?? ... por isso ainda prefiro as mídias físicas, apesar de já estar praticamente comprando jogos somente em digital nos últimos anos...

      2 replies
    • Micro picture
      arthurluna_95 · 5 days ago · 3 pontos

      Eu pessoalmente prefiro a versão física, pq gosto da sensação de ter o jogo em mãos.

  • bmark B - Mark
    2020-09-26 09:44:53 -0300 Thumb picture

    Trailer do GG Aleste 3

    Trailer do GG Aleste 3,o mais novo jogo de Game gear que fará parte de Aleste Collection.

    Aleste Collection

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    13
    • Micro picture
      johnny_bress · 4 days ago · 1 ponto

      esses jogos assim sao mo daora. é essa variedade de estilos que me faz querer ter um Switch ou console da nintendo rs

  • bmark B - Mark
    2020-09-26 09:27:13 -0300 Thumb picture

    GG Aleste 3

    Além dos 4 jogos já anunciados a coletânea e o Game Gear Micro terão um jogo novo chamado GG Aleste 3 e com isso o Game Gear tem mais um jogo em seu acervo depois de muitos anos que será produzido pela M2.

    Fonte

    https://www.gematsu.com/2020/09/aleste-collection-...

    Aleste Collection

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    20
    • Micro picture
      tassio · 4 days ago · 1 ponto

      Que legal!! Game Gear recebendo joguinhos hehe!

  • bmark B - Mark
    2020-09-26 09:25:23 -0300 Thumb picture
    9
    • Micro picture
      hard_waters · 4 days ago · 1 ponto

      D

    • Micro picture
      santz · 2 days ago · 1 ponto

      Waifus + husbandos. Ah é, é jogo de navinha, bota uma nave aí também.

  • bmark B - Mark
    2020-09-16 16:45:57 -0300 Thumb picture

    Wing of the Asteria

    Hoje estava acessando a internet a procura de artigos e reviews sobre Phelios e me deparei com alguns artigos sobre um jogo chamado Wing of the Asteria que será lançado pela empresa japonesa PiXEL para Switch e PC em 2021.

    Segundo artigos ele será um shooter com temática de Mitologia Grega e assim que o vi logo me lembrei de Phelios e vários sites também fizeram essa comparação.

    A protagonista será Artemis, deusa da Lua na Mitologia Grega que estará montada no cavalo alado Pegasus em um shooter, o que lembra Phelios de imediato.

    O Apollo de Wing of Asteria será o principal antagonista do jogo, ao contrário do Apollo de Phelios que foi o protagonista.

    No enredo do jogo Orion, a pessoa de quem Artemis gosta foi morto graças a um plano de Apollo que não gostou de vê-lo envolvido com sua irmã e Artemis deicde ir atras de um meio de ressucitá-lo.

    Curiosamente além das semelhanças com Phelios, Yoshinori "Kawagen" Kawamoto da Bandai Namco Studios Sound Team, trabalhou no mesmo jogo além de Burning Force.

    Abaixo estão as artes de Artemis,Orion e Grypon este será um dos sub-chefes feitas por Shuzilow.HA que trabalhou como Character Designer em TwinBee e Gaiapolis

    Artemis

    Orion

    Gryphon

    Fontes:

    https://www.dualshockers.com/wing-of-the-asteria-pc-switch-shmup/

    https://www.nintendolife.com/news/2020/06/horizontal_shmup_wing_of_the_asteria_sounds_like_the_spiritual_successor_to_namcos_phelios

    https://www.gematsu.com/2020/06/pixel-announces-greek-mythology-themed-shoot-em-up-wing-of-the-asteria-for-switch-pc-and-possibly-other-platforms

    Wing of the Asteria

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    18
    • Micro picture
      joaops1997 · 14 days ago · 1 ponto

      Cara, neste exato momento eu acabei de baixar uma rom de Phelios haha, que coincidência

    • Micro picture
      tassio · 14 days ago · 1 ponto

      A uns meses atrás, fui atrás de jogar o Phelios de fliperama pra ver as diferenças da versão do Mega e é aquilo de sempre né hehe gráficos melhores, mais frenético, mas acho bem competente a versão do Mega Drive também.

      1 reply
  • bmark B - Mark
    2020-09-16 13:04:47 -0300 Thumb picture

    Trailer: Aleste Collection

    Trailer da coletânea Aleste Collection para Switch e PS4 com lançamento previsto para 24 de Dezembro de 2020.

    Aleste Collection

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    6
  • bmark B - Mark
    2020-09-16 13:03:18 -0300 Thumb picture

    Aleste Collection - Switch e PS4

    Hoje acessei o site da Genmatsu e soube que a M2 irá lançar uma coletânea para PS4 e Swutch chamada Aleste Collection com previsão de lançamento para o dia 24 de Dezembro.

    A coletânea será composta apenas pelos jogos da série Aleste que foram lançados para Master System e Game Gear

    Jogos da coletânea

    Aleste (Master System)-Conhecido no Ocidente como Power Strike

    Power Strike II (Master System)-Exclusivo no Ocidente

    GG Aleste (Game Gear)

    GG Aleste II (Game Gear)

    A versão física dos jogos custará 6.800 Ienes enquanto que a digital sairá por 4.500 Ienes

    Além da coletânea a M2 também lançará juntamente com a Sega uma edição limitada do Game Gear Micro na cor branca e com lente de aumento por 14.800 Ienes e com os mesmos jogos.

    Uma pena que ficara restrita aos títulos do Master System e Game Gear deixando os outros jogos da série que foram lançados para MSX e outras plataformas.

    Certamente a Sega deve estar envolvida porque os 4 jogos anunciados foram produzidos pela própria empresa com licença da Compile.

    Fontes

    https://www.gematsu.com/2020/09/aleste-collection-...

    https://nintendoeverything.com/aleste-collection-a...

    Site Oficial

    https://m2stg.com/aleste-collection/

    Aleste Collection

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    12
    • Micro picture
      le · 14 days ago · 1 ponto

      Foram jogos excelentes pra época. Hoje em dia, dataram demais, ao contrário dos shmups do início da década de 90. Podiam ter feito uma coletânea com eles e alguns jogos mais atraentes atualmente.

      1 reply
  • bmark B - Mark
    2020-09-11 10:36:40 -0300 Thumb picture

    Toaplan Shooters Collector’s Edition - Mega Drive

    Hoje de manhã recebi no WhatsApp uma imagem de uma edição de colecionador do Truxton para Mega Drive que será relançado pela Retro-Bit, empresa que relançou cartuchos com jogos antigos para os consoles de 8 e 16 Bits e produziu acessórios e consoles clones ou com jogos na memória.

    E ao acessar o site da Retro Bit vi o anúncio da coletanea de jogos chamada Toaplan Shooters Collector’s Edition para o Mega Drive que será composta pelos cartuchos de Truxton,Hellfire,Fire Shark e Zero Wing.

    Os cartuchos virão com extras como entrevistas com desenvolvedores dos jogos,adesivos e um certificado de autenticidade.

    As Preorders dos jogos serão feitas de 15 de Setembro a 6 de Outubro de 2020.

    Os preços serão de 159,99 Dólares na Castlemania e Limited Run dos EUA e 144,99 Euros na Dragon Box Shop, Spel d Sant e Strictly Limited da Europa.

    Site Oficial

    http://retro-bit.com/toaplan-shooters/

    Achei legal a Retro Bit relançar estes jogos embora eu já tenha um Truxton de Mega completo americano que tenho desde 1992 mas com essa limitação torna difícil para mim comprar devido a falta de grana e dificuldade de importar devido a pandemia.

    Truxton

    Platform: Genesis
    243 Players
    12 Check-ins

    7
  • bmark B - Mark
    2020-09-10 10:40:43 -0300 Thumb picture

    Mangá Pokémon Black e White Vol.1

    Medium 734787 3309110367

    Hoje chegou o mangá Pokémon Black e White Vol.1 da Panini que comprei na Amora Book Store além destes 2 marcadores de página que vieram de brinde.

    O mangá foi publicado em Agosto de 2014 mas só agora pude comprar o mangá porque moro em cidade pequena e por aqui não tem banca de jornal e revistaria.

    Pokemon Black Version

    Platform: Nintendo DS
    3407 Players
    236 Check-ins

    17
    • Micro picture
      vante · 19 days ago · 1 ponto

      Boa! O mangá é sensacional, embora eu ainda não tenha chegado no BW, mas posso falar que até o Ruby/Sapphire é muito bom, e acho que BW não tem com dar errado

      1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...