2017-06-03 21:08:39 -0300 2017-06-03 21:08:39 -0300
luidao Gabriel Vinicius de Almeida Featured

Meu problema com o preconceito com as garotas gamers

Single 3498408 featured image

O preconceito é o asco do ser humano, eu tenho ódio toda vez que vejo alguém tratando outra pessoa de forma banal só porque ela é diferente, ninguém deve tolerar nem incentivar esse tipo de coisa.

No caso de garotas que gostam de videogame isso é muito pior, pois afasta muitas meninas que apenas estão lá para se divertir, mas que são tratadas de forma rude por caras idiotas e mesquinhos.

Eu sou a pessoa que mais incentiva mulheres jogarem, independente da plataforma ou gênero do jogo, pois videogames tem espaço pra todos, não é algo exclusivo.

Se mulheres jogam mais em celular ou em console isso não interessa, elas tem o direito de jogar onde bem entenderem, e ninguém pode trata-las de forma mesquinha por causa disso.

A @niveabarbosa tem mais de 100.000 G no Xbox, muito mais do que qualquer marmanjo que se diz jogador hardcore, um grande mérito dela.

Tenhamos menos preconceito e mais amor, queremos mais mulheres jogando, não o contrário, pessoas como @bellaalves @miss_dani e @jessicagdsantos demostram muito bem que existe espaço para todas, independentes dos gostos.

Em pleno 2017 ainda existir esse tipo de coisa é muito absurdo, espero que um dia isso acabe definitivamente.

109
  • Micro picture
    bellaalves · over 2 years ago · 10 pontos

    Torço pra que um dia esse preconceito acabe. Quando mais nova, algumas colegas de escola me olhavam torto quando eu falava que curtia games e alguns garotos não me davam moral. Era estranho chegar numa lan house e receber aquela chuva de olhares do tipo "nossa, o que ela tá fazendo aqui?". No geral me considero uma garota de sorte, pois sempre tive amigos que respeitavam meus gostos e conversávamos bastante sobre games. Por fim, um super obrigado pela menção no seu desabafo. Por mais mulheres no mundo dos games! o/

    1 reply
  • Micro picture
    foxwire96 · over 2 years ago · 6 pontos

    Sonho com que esse preconceito acabe!

    1 reply
  • Micro picture
    biel_gva · over 2 years ago · 6 pontos

    Os que se portam com esse comportamento machista são os mesmos que "choram" por não encontrar uma "garota Gamer/nerd"

    2 replies
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · over 2 years ago · 6 pontos

    Diferenças é o q move o mundo, não?
    Imagine tudo igual como seria chato...
    Acabar acho q não acaba não mas "amenizar sim" (o pré conceito...)

    2 replies
  • Micro picture
    jessicagdsantos · over 2 years ago · 6 pontos

    Obrigada pela marcação, @luidao ^^ sabe, acho que isso nunca vai acabar definitivamente. Ou pelo menos vá demorar muiiito pra isso sumir. Ser humano sempre é escroto com as diferenças. Muitos moleques parece que se sentem ameaçados com mulheres entrando num campo que eles já dominam desde sempre kkk e muitas vezes jogando melhor ainda. Já escutei muiiito comentário maldoso, mas engoli e tô aí jogando desde sempre. Acho que a mulherada que realmente gosta n deve abaixar a cabeça nem se esconder em char masculinos, nunca precisei fazer isso e tive sorte de encontrar amigos que respeitam meus gostos e consigo tirar ótimas conversas sobre games com todos eles :)

    1 reply
  • Micro picture
    eileen · over 2 years ago · 5 pontos

    Existe machismo em todo lugar mas no meio gamer a coisa é MTO escrota, e não pode falar nada senão noooossa vc é a feminazi malvada.

    1 reply
  • Micro picture
    katsuragi · over 2 years ago · 4 pontos

    Eu não sei nem por que isso existe...
    Ninguém chegou e ditou uma regra falando que "Apenas garotos podem jogar videogame" desde que o primeiro jogo foi criado.
    É uma concepção idiota criada pelo mesmo público que na maior parte das vezes acha que mulher tem de ficar na cozinha. :P

  • Micro picture
    joanan_van_dort · over 2 years ago · 4 pontos

    Infelizmente ser babaca está nos genes humanos. Muitas filosofias e teologias ao longo dos séculos tentam explicar porque raios o ser humano é tão boçal.
    Terminei recentemente o livro Imageria, que conta a trajetória das HQs desde a idade média ate o inicio do séc.XX, e pude perceber que o ser humano é babaca desde sempre. Essas picuinhas que vemos hoje já existiam naquela época e eram retratadas nas pinturas que noticiavam acontecimentos e fatos locais. Fofoca, briga, ódio, preconceito, barbáries, vingancinhas, justiças com as próprias mãos e por aí vai. Nada mudou desde então. A tecnologia avançou, o conhecimento expandiu mas a raça humana continua a mesma merda.
    E isso se dá uma vez que todo ser humano que nasce vem zerado de conhecimento mas carregado geneticamente de coisas que seus antepassados eram. Isso pode ser bom ou ruim, mas, no geral, para a sociedade instintivamente tribal e pouco racional que vivemos e que somos por natureza, cheia de desejos e sentimentos e pouca lógica, somos mesmo babacas.
    E isso é nítido com o preconceito que vemos por aí no dia a dia, seja no que for. Também em gente que não respeita o próximo e que deixa o orgulho estragar suas relações pessoais. E isso se estende às fofocas e no cuidar da vida alheia. Quantos sites temos na web focados em comentar escândalos de famosos? Quantos vídeos rodam no whatsapp sobre a vida alheia e ninguém se incomoda de entrar sem ser convidado? Essa é a mesma sociedade da era medieval. Socialmente temos as mesmas falhas e isso infelizmente não vai mudar. O que podemos fazer é mostrar que essas coisas são erradas e torcer pra convencer alguém disso. E, principalmente, não alimentar os trolls.

    2 replies
  • Micro picture
    diegolvf · over 2 years ago · 3 pontos

    Concordo com vc, mas infelizmente esse nosso mundão anda cheio de certa forma é até meio irônico, pq muitas vezes quem é oprimido de certa forma acaba oprimindo de alguma maneira outra pessoa e isso vira um circulo vicioso (estou falando da galera anos 80, 90 que cresceu sendo zuado por gostar de games), Quem faz parte dessa geração atual e tem esse tipo de preconceito eu acho ainda mais escroto, porque não existe motivo lógico pra rolar esse tipo de discriminação. Na minha opinião depende muito da educação que a pessoa recebeu (em casa e na escola) + a vontade da pessoa em se tornar uma pessoa melhor + o caráter individual de cada um. A gente sabe que a educação escolar no nosso país é uma piada, muito precária e quem tem dinheiro tem oportunidade, portanto fica difícil ter controle sobre esse aspecto. Já a educação que vem de dentro de casa vária muito de família pra família o que também dificulta as coisas. Mesmo assim não é motivo justificável para uma pessoa discriminar a outra. Os outros dois fatores são aspectos que qualquer um pode mudar ou melhorar apenas dependendo de sí próprio. Poxa caráter se molda dia á dia, através das atitudes, respeitando o próximo e honrando a sua própria palavra. Força de vontade é uma questão de consciência, no fundo quem discrimina sabe que é errado, portanto basta a pessoa querer mudar isso. O que eu posso dizer é que se houver alguma maneira de ajudar a diminuir a discriminação, com certeza eu ajudarei. No mais acho que só o tempo pode melhorar essa questão.

    1 reply
  • Micro picture
    kasscardoso · over 2 years ago · 3 pontos

    Meu irmão mais novo me apresentou ao mundo dos jogos com ps2/xbox e hoje em dia passo mais tempo (e gasto mais dinheiro já que comprei o xbox 360/One S e 90% dos jogos que temos) que ele jogando e as pessoas ainda falam que ele é gamer de verdade e eu não.

    2 replies
  • Micro picture
    shoble · over 2 years ago · 3 pontos

    Esse preconceito tem nome, e é machismo, o meio gamer é cheio dessa gente.

  • Micro picture
    gradash · over 2 years ago · 5 pontos

    Você sabe o que é este preconceito né?

    Medinho de perder para mulher, simples assim.

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · over 2 years ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    1 reply
  • Micro picture
    cleitonaruto937 · over 2 years ago · 2 pontos

    preconceito sempre vai existir, precisamos respeitar o diferente, sempre.

  • Micro picture
    jacaregames · over 2 years ago · 2 pontos

    Acho abominável são algumas das justificativas da toxicidade de algumas pessoas; - sempre foi assim, - homem com homem é assim pq não com mulher, - ta achando ruim é só não jogar...., etc, etc, . Eu não tenho amizades toxicas, e sim tiro sarro com meus amigos no jogos, mas o que eu vejo por ai beira a insanidade, é como se um suposto anonimato destruísse qualquer senso de moral que as pessoas tem.

  • Micro picture
    tenshi · over 2 years ago · 2 pontos

    Penso que com o tempo a tendencia é acabar com essa estranheza, entretanto é algo normal, um lugar dominado por homens é estranho ver mulheres, da mesmo modo o inverso, antigamente era muito grande o preconceito com homens na profissão de enfermeiro, atualmente já não existe este preconceito gritante.

    1 reply
  • Micro picture
    cleitonaruto937 · about 2 years ago · 2 pontos

    Exato!! e dentre tantas coisas nesse nosso mundão gamer, temos que sempre estar aprendendo algo e por isso escrevi esse pequeno artigo: http://alvanista.com/cleitonnaruto937/posts/3539726-serious-games a quem interessar

  • Micro picture
    lanzitto · over 2 years ago · 1 ponto

    Hoje tudo é muito chato, as pessoas ditam regras estúpidas, xingam gratuitamente, querem privar os outros de fazer aquilo que gostam. Em meu tempo de colégio (16 anos atrás) vi algo do tipo, o pessoal pegava no pé de uma amiga minha pq ela gostava de jogar Magic, RPG, CS, de vestir preto, chamavam de infinitas coisas apenas por conta desses fatores, mas como nosso grupinho da época era muito unidos então batíamos de frente, meio que eramos o grupo dos excluídos, formado por amigos fora dos "padrões convencionais" que não vou citar pra não rotular. Enfim, situações desnecessárias que pensava que ao longo do tempo iam ser manchas do passado, mas que pelo visto vão demorar passar e do fundo do coração espero que um dia possamos viver numa sociedade que não juge o outro devido suas escolhas ou preferencias pessoais.

  • Micro picture
    brunothebigboss · over 2 years ago · 1 ponto

    Muito bom esse artigo, fiz questão de compartilhar!

  • Micro picture
    danethree · over 2 years ago · 1 ponto

    Infelizmente essas coisas existem.Acho que também isso é cultural, já houve uma época em que achava-se que videogames era feito somente para crianças, e essa visão mudou(embora tenha gente ainda que ache isso)mas espero e torço para que todas essas bobagens mudem com o tempo e venham mais pessoas para o mundo dos jogos.

  • Micro picture
    colt47 · over 2 years ago · 1 ponto
    1 reply
  • Micro picture
    kess · over 1 year ago · 1 ponto

    Eu não conheço pessoalmente muitas meninas que jogam, mas nunca tive problema com isso...
    Uma amiga minha de infância tinha o Mega Drive, eu tinha o Super Nes, era super normal jogarmos...

  • Micro picture
    marcelomalss · about 1 year ago · 1 ponto

    Vai ver, é apenas reflexo do medo de que vocês, mulheres, continuem arrasando. ;)
    Vão fé, meninas!

Keep reading → Collapse ←
Loading...