artoriasblack

Pessoas estúpidas acreditam em qualquer coisa, ao invés disso, acredite em si mesmo. Joseph Joestar

You aren't following artoriasblack.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • realgex Gilmar Dorigon
    2019-08-22 16:55:35 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Golpe falso rouba contas Steam

    Tomem cuidado com esse site:

    O que ele faz ? Pede pra você logar, você loga, e tcharan, tchau conta Steam. E vocês sabem o primor que é o suporte da Steam quando algo dá crepe na sua conta né, então, fiquem espertos quando a esmola é demais, ok !

    Não tenho o endereço do site, mas lembrem-se de não acreditarem em tudo que lhos-vos-é-dado-lhes de graça assim, tão grandiosamente kkk !

    (Achei interessante repassar a notícia, porque é bem chato quando acontece essas coisas né!)

    Fonte da notícia: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/blog/altieres-rohr/post/2019/08/21/golpe-oferece-jogos-gratis-para-roubar-contas-da-steam.ghtml

    Thief: Deadly Shadows

    Platform: PC
    315 Players
    13 Check-ins

    61
  • jugemu 寿限無
    2019-07-15 06:04:37 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
  • mrsancini Geovane Sancini
    2019-04-23 14:25:07 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Censura, Silêncio e Hipocrisia

    Medium 3717707 featured image

    Sabem, às vezes eu me pergunto: Por que eu gosto de videogames? A resposta pura e simples é: são divertidos, neles eu posso ser literalmente o que quiser. Uma caçadora de zumbis que usa espadas e biquinis pra fatiar mortos e vampiros (Onechanbara), um soldado numa guerra do oriente médio onde minhas escolhas e ações não importam (Spec-Ops: The Line), o Presidente dos Estados Unidos indo salvar o universo de uma raça alienígena tirana, portando um dildo roxo e usando superpoderes (Saints Row IV), uma fatia de pão (I am Bread), uma Ninja que mesmo sendo considerada fugitiva, vai lutar para salvar suas irmãs (Dead or Alive 6). As possibilidades são literalmente infinitas, pois há jogo com todo o tipo de temática para todo o tipo de gosto.

    Bom, se você ficou empolgado com a revelação de algumas das características tecnicas do próximo Playstation... Lamento dizer que seu leque de opções pode ficar bem limitado. Com a Sony revelando, segundo matéria do Wall Street Journal, que possui um setor específico dedicado a verificar o conteúdo de todos os jogos a serem lançados na plataforma e vetar tudo aquilo que não seguir determinadas normas, trocando em miúdos, censura.

    O principal problema disso, é que isso não afeta mais jogos lançados apenas no ocidente, como era de praxe desde a época do nintendinho, onde nudez era censurada e símbolos religiosos alterados. Mesmo roteiro dos jogos foi alterado em localizações ao longo do tempo. Agora, afeta mesmo os jogos lançados no Japão, assim como no resto do mundo. E, foi deixado bem claro que o alvo da censura eram os jogos japoneses, tais quais visual novels, ou jogos como Dead or Alive e Senran Kagura, a coisa cresceu ano passado a ponto de Kenichiro Takaki, criador e produtor de Senran Kagura, deixar a Marvelous após 13 anos.

    Os motivos alegados pela Sony foram basicamente: “pense nas crianças” e o #MeToo. EU NÃO ESTOU BRINCANDO. “Pense nas Crianças” é meio imbecil, porque desde Mortal Kombat, existe nos EUA um órgão dedicado a classificação etária dos jogos, a ESRB, assim como no Japão temos o CERO e na Europa tem o PEGI. Aqui no Brasil, se não estou enganado, o responável pela classificação de produtos culturais, como filmes, jogos e programas de TV, é feita pelo Ministério da Justiça. Isso é feito, para que o Juquinha, garoto de sete anos, filho do Seu Ademir, não jogue um jogo como o Mortal Kombat 11 onde é possível arrancar a cara de uma pessoa, jogo esse que possui classificação etária para MAIORES DE DEZOITO ANOS. Ninguém dá a mínima pra classificação etária, lógico, porque se ligassem, um time inteiro de futebol não teria comido minha mãe por causa de uma partida de Call of Duty.

    E o #MeToo, gostando ou não do movimento... NÃO TEM NADA A VER COM VIDEOGAMES. Ainda que o movimento tenha caído no ostracismo devido a hipocrisia das envolvidas nele (isso é um assunto que eu não quero discutir, agora), era um movimento justamente pra denunciar predadores sexuais em Hollywood, e até onde me lembro, Harvey Weinstein (tive que googlear pra saber se estava escrevendo o nome corretamente) nunca foi visto jogando Nekopara ou Senran Kagura.

    Enfim, ficou claro A QUEM a Sony quer agradar com essa medida, não? Só dar uma passada no Resetera (vulgo CÂNCER da humanidade) pra ver quem ficou feliz. Não quero discutir isso agora, provavelmente devo escrever algo sobre o Resetera um dia.

    Lembram que depois do atentado/tragédia em São Paulo, as pessoas de sempre (políticos, velha imprensa, gente desinformada) saíram acusando os jogos violentos de influenciarem, e mais uma vez tentarem colocar uma lei para proibir a distribução de jogos considerados violentos aqui no Brasil? Basicamente, censura. E o que foi visto? Pessoas e mais pessoas e páginas usando uma tag que por razões éticas, não usei em tweet ou discussão no facebook.

    Curiosamente, não vi posts no facebook, hashtags ou discussões a respeito disso nas páginas Brasileiras. Mas vi bastante gente especulando sobre o PS5 e isso e aquilo. A imprensa também está em silêncio, não vi youtubers, blogs comentando a respeito. Mas lembro que em muitos posts acerca de censuras da Sony em jogos como Senran Kagura, ou visual novels, ou mesmo Devil May Cry 5 (a bunda da Trish que recebeu visita do Raio de Luz), entre os comentários criticando a censura, sempre tinha a turma comentando: “a la o punheteiro”, “se eu quero ver mulher pelada vou no pornhub” “kkk punheteiro” “esse negócio do devil may cry é errado, mas esses jogo hentai tinha que acabar” “e o dead or alive que é só jogo de punheteiro?”.

    Isso revela duas coisas: Primeiro, que o sexo, ou sensualidade, ainda é um tabu. Vivemos no que diz ser um país avançado, que bla bla bla, tem que ter educação sexual nas escolas (o que concordo), liberal etc, mas a verdade é que continuamos tremendamente pudicos em relação a sexo, tudo é tratado como algo de outro mundo e a sensualidade é visto como algo feio, sujo, vil. Se você gosta de algo com um pouco de fanservice, já é taxado de tarado, depravado, etc.

    A segunda, é que a comunidade num geral é tremendamente hipócrita. Porque ela não é contra a censura. Ela é contra a censura apenas do que ela não gosta. Afinal, o “Tem que banir jogo violento porque influencia crianças” gera o “#ÇOMUSGAYMERNOMAÇACINU”, enquanto que o “Olha, a Sony tá censurando esse jogo aqui, e relatos desse, desse e desse terem sido censurados (todos eles, jogos de anime com fanservice variados)” gera o “Foda-se, não jogo esses jogos de punheteiro mesmo.”.

    A maioria das pessoas literalmente só quer jogar seus jogos em paz, não vejo problema nisso. E, apesar de eu falar sobre o silêncio, não vejo problema em a pessoa NÃO QUERER comentar sobre a censura da Sony. Nem todo mundo precisa dar opinão sobre tudo. Agora, você querer escrotizar quem se coloca contra, justamente porque é sobre algo que você não curte, é um tanto hipócrita.

    Digo, isso pode não te afetar agora, mas censura É SEMPRE algo errado, porque quando começa, não vai terminar ali. Uma hora cortam algo que você particularmente não liga (fanservice), reclamam e você zoa . Depois cortam outra coisa também não liga (sei lá, romances em jogos), mais gente reclama, mas você continua zoando. Aí finalmente vão censurar a violência nos jogos e agora você vai reclamar? Esse padrão aconteceu com Devil May Cry 5 na censura da bunda da Trish, depois de ter acontecido em jogos como Nekopara, algumas visual novels japonesas e Senran Kagura, poucos ligaram, mas chegou em Devil May Cry, um jogo de escopo imenso, a reclamação foi grande, a ponto da Capcom provavelmente ter apelado e conseguiu reverter a situação.

    E agora, com a Sony tornando a censura em suas plataformas algo oficial, é triste ver criadores de conteúdo calados em relação a isso, ao mesmo tempo em que criam expectativas em torno do próximo playstation. Entre decisões como essa, o Stadia com seu serviço apenas online e streaming, e a Microsoft com o Xbox One SAD que apela pra EXATAMENTE NINGUÉM (não sei se comentarei mais a respeito dele), saindo ainda mais caro que o Xbox One S atual aqui no Brasil, é estranhamente irônico que a Nintendo tenha comentado ao Wall Street Jornal, que não regula o conteúdo das third parties em sua plataformas, desde que estejam de acordo com a classificação indicativa da região em que o jogo será lançado.

    E também é irônico, que enquanto Dead or Alive 6 é considerado “ofensivo” as mulheres por mostrar mulheres bonitas e fanservice, mas Mortal Kombat 11, onde você pode literalmente arrancar a cara das mulheres, é altamente aguardado e não é considerado ofensivo.

    Finalizando, você tem o direito de gostar e não gostar do que quiser, mas no momento em que você ataca a censura a uma coisa, mas defende a censura a outra só porque você não gosta, isso te torna uma pessoa extremamente hipócrita, e invariavelmente vai invalidar quando a censura chegar a algo que você gosta. Se você não gosta de algo, respeite quem gosta, isso já é uma ajuda, quando a censura bate.

    Dead or Alive: Xtreme 3 Fortune

    Platform: Playstation 4
    41 Players
    5 Check-ins

    77
    • Micro picture
      chiuauadospampas · 7 months ago · 4 pontos

      Estava lendo o texto via página inicial do Alva e até achei que era um post do @chimianopao que gosta destes jogos de Waifu.

      Zueiras a parte, acho que esse ponto que você comentou vai além do quanto a Censura de temas sexuais pode estar presente em jogos, aliás, se o problema fosse a sexualização, nenhuma novela da Globo poderia ser exibida, não é?

      O ponto é, até aonde esse tal de "de acordo com as diretrizes da Sony" se restringirá á conteúdos explícitos. Me refiro que talvez partes interessantes de jogos como um produto de arte, ou seja, a critica à algum ponto de alguma cultura, movimento, visão policita ou religiosa poderá ser barrado por não estar de acordo com a politica.

      Acho que algumas regras básicas de que tipo de conteúdo pode ser publicado na plataforma é um direito da empresa para zelar por sua imagem, porém, a linha entre isso e a censura é bem tênue.

      3 replies
    • Micro picture
      noblenexus · 5 months ago · 3 pontos

      Estava debatendo isso com minha esposa a alguns dias, como as pessoas se ofendem absurdamente com sexo e nada com violência, censura é errado, colocar uma etiqueta indicativa na frente é o mais correto, compra quem quer, ninguém te obriga a jogar jogos hentai muito menos a comprar jogo que mostram meninas de bikini. Ótimo artigo

      4 replies
    • Micro picture
      roberto_monteiro · 7 months ago · 2 pontos

      Gostei de todo seu posicionamento, concordo com toda essa coisa do silencio e da censura mais atrapalhar do que ajudar. MAS.
      Não vejo isso nem de perto atrapalhando o desenvolvimento de jogos para o PS5.
      Pode ser que algumas franquias sofram com isso? Certeza.
      Agora, que os leque de opções ficara bem limitado? Não vai não...

      2 replies
  • tiagotrigger Tiago Prado Oliveira
    2019-04-02 18:33:18 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    27
  • 2019-04-02 08:58:40 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by tecnologgamer: <p>Esse assunto é até irrelevante, mas como eu perd

    Esse assunto é até irrelevante, mas como eu perdi tempo lendo aquela bosta de texto do cara da Forbes eu vou resumir muito bem o que ele quis dizer. Vasculhando as redes sociais do cara eu pude descobrir que é outro esquerdista otário que acredita em igualdade, então é por isso que ele tenta apelar na sua argumentação, ainda afirmando que isso é uma forma de preconceito, pois ele ressalta que a comunidade desses jogos chama outros jogadores de casuais. 

    "Oh coitado das pessoas deficientes ou dos menos habilidosos que não podem zerar o jogo".

    Mano, foda-se se você não consegue terminar um jogo por falta de habilidade ou você não nasceu normal como todo mundo, o problema não é meu. Não vai destruir o game design ou uma filosofia de uma empresa (e olha que os jogos da From Software nem são tão difíceis quanto dizem), não vem encher o saco de uma comunidade que está satisfeita com que uma empresa está entregando o que ela quer e o que ela pede. 

    Isso é mais um caso de propaganda por meio do jornalismo, onde um bando de otário que se diz jornalista só quer espalhar propaganda ideológica nos jogos. 

    O hate é do que merecido. 

    Sekiro: Shadows Die Twice

    Platform: PC
    50 Players
    25 Check-ins

    18
    • Micro picture
      christtc777 · 8 months ago · 1 ponto

      Esses caras criados a "leite com pêra" e "Ovomaltine" tão demais mesmo... Tão querendo até por easy mode em games da FromSoftware!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK CASULS!!

    • Micro picture
      artoriasblack · 8 months ago · 1 ponto

      Me lembro de um caso onde um jornalista dessas IGN da vida falou algo assim de Assassins Creed Origins, onde ele elogiava os cenários do game, mas ele se perguntava PORQUE ele tinha de vencer os desafios do jogo para admirar a paisagem....ou seja, o cara NÃO queria jogar o game e esse o zerasse sozinho

      É um pessoal sem assunto para por na matéria e inventam numa dessas para politizar em cima de games, que coisaridicula.

      1 reply
    • Micro picture
      edknight · 8 months ago · 1 ponto

      "esquerdista otário que acredita em igualdade"
      nuff said

  • jugemu 寿限無
    2019-03-27 05:48:45 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Super Dark Bros.

    Super Dark Bros. - Created by Gary Hall
    45
  • danielgfm DoomGuy
    2019-03-14 06:22:28 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Claro que o videogame tem culpa...

    Todo ano culpa-se os videogames de algo. Se for assim eu:
    - Deveria estar batendo em bandido no meio da rua;
    - Correndo que nem um louco nas estradas do Brasil com o meu carro e uma mulher bonita do lado;
    - Dando porrada em motoqueiro na minha moto;
    - Matando demônios, aliens ou coisas do tipo com uma escopeta;
    - Destruindo computadores de algum senhor gordo;
    - Entrando pelo cano e pisando em tartaruga;
    - Acabando com ninjas, pistoleiros e outros seres vis com as minhas habilidades ninjas e com o meu cachorro branco;
    - Pondo um fim na vilania na União Soviética com a minha espada de plasma;
    - Detonando com porcos com os meus chutes e socos poderosos;
    - Conjurando um Meteor para acabar com as Omega Weapon espalhadas pelo mundo...
    Resumindo, eu deveria estar num hospício porque os videogames fazem parte da minha vida.
    25
    • Micro picture
      thiagoliveiago · 8 months ago · 2 pontos

      Nós vivemos em uma época em que culpar é mais fácil do que aceitar que existe seres doentes nesse mundo. Culpar um jogo pela ação de um ou mais sujeitos é a mesma coisa que cerrar sua irmãzinha ao meio por ter assistido David Copperfield nos seus shows de ilusionismo. Eu jogo desde os 06 anos e já estou com 35. Nunca fiz mal a uma mosca, então não se justifica jogar a culpa por conta da doença mental de certas pessoas. Lamentável, mas é assim mesmo, vamos em frente, pois isso não nos dará um Game Over!

    • Micro picture
      edknight · 8 months ago · 1 ponto

      Eu acho que vidisgame é um crime
      https://www.youtube.com/watch?v=HlOrwseJ6ao

  • christtc777 Cristiano Cabral Monteiro
    2019-03-14 11:07:33 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    christtc777 checked-in to:
    Post by christtc777: <p>Pois é!! E mais uma vez a "mídia especializada"
    Chaos Legion

    Platform: Playstation 2
    737 Players
    6 Check-ins

    Pois é!! E mais uma vez a "mídia especializada" culpam os games por outro massacre em uma outra escola ocasionado por degenerados mentais...

    https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/notic...

    É muito fácil apontar culpados, difícil mesmo é encontrar soluções para evitar tanta tragedia...

    #SomosGamersNãoAssassinos

    #NãoFiqueiRicoJogandoBancoImobiliario

    #NãoSouCraqueNoFutebolPorQueJogoGameDeFutebol

    15
  • jaquearan Jaqueline Giarletti
    2018-11-26 14:58:49 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Poyo 💜

    Medium 600016 3309110367

    (frases positivas com fotos do Kirby no seu feed, do Facebook) 

    38
    • Micro picture
      rcukierti · 12 months ago · 2 pontos

      Kirby feeds (duplo sentido)

  • 2018-02-26 12:10:40 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    EXPLORANDO PITFALL! (com David Crane)

    Não faz sentido um jogo do tamanho de Pitfall existir no Atari 2600. Então o pessoal do jogabilidade conseguiu ajuda de David Crane (criador do game), que vai explicar como distorceu tempo e espaço para que o jogo existisse.

    Uma bela entrevista que merece ser vista.

    Pessoal se puderem compartilhem essa postagem e já agradeço pois, o canal dos caras é muiiito bom !!! vamos mostrar a força do Alvanista e da nossa comunidade nostálgica !!!

    43
    • Micro picture
      marcusmatheus · over 1 year ago · 3 pontos

      Pitfall é como mágica nos anos 80 brother. Olhar aquilo lá pela primeira vez numa tv foi mágico pra mim. Eu ficava assim: Caramba, olha só, mudou! E, mudou de novo! Uau, jacarés!!! Olha só, dá pra ir por baixo!!! Um escorpião!!!!

      1 reply
    • Micro picture
      xonas_kun · about 1 year ago · 3 pontos

      Esse vídeo é lindo demais!

      2 replies
    • Micro picture
      sergiotecnico · about 1 year ago · 3 pontos

      Jogabilidade é a minha fonte preferida de informações sobre jogos. Ouço o podcast semanalmente e também sou um dos apoiadores deles. Recomendo!

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...