2017-03-07 14:14:21 -0300 2017-03-07 14:14:21 -0300

O perfil do jogador casual - Gameplay > Gráficos > Som > História

Single 3465418 featured image

Já que estou sem computador e tenho bastante tempo livre pra ficar xeretando a internet em busca de informações e dados, resolvi pesquisar um pouco sobre o mercado de games, como ele funciona e quais são os seus principais “movimentadores” (se é que esta palavra existe né, kkkk).

Acabei lendo alguns dados muito interessantes e descobrindo curiosidades que me mostraram, com muita facilidade, o perfil da grande maioria dos jogadores de vídeo – game. Como também estou com tempo para escrever aqui no trabalho vou compilar todas estas curiosidades e mostrar à vocês para ver se vocês concordam ou discordam da conclusão que eu tive.

Observação importante: “Casuais” são sempre a grande maioria em qualquer coisa que você possa imaginar nesse mundo – e com games não é diferente. Quando falamos de Futebol por exemplo, ou Vôlei, Corrida, Tênis e qualquer tipo de “jogo” que você consiga imaginar, a grande maioria praticante é casual; depois passando pela galera que é fã (onde a maioria dos usuários do Alvanista se enquadraria), até chegar na significativa minoria dos profissionais.

Assim sendo a certeza mais óbvia que podemos ter é que, quando falamos de mercado, o público casual é quem REALMENTE movimenta a maior parte da grana na indústria. Isso vale para Vídeo - Games, PCs, Mobiles, Mídia Física, Mídia Digital, Futebol, MMA ou outro jogo qualquer. Apesar dos salários enormes e dos prêmios gigantescos que estas industrias podem gerar, é do público casual que sai a maior parte da grana que irá formar essa renda.

Tendo isso em mente vamos agora analisar os dados e os números para “entender” essa parcela do mercado que movimenta nossa preciosa indústria de jogos...

(Propaganda de 1994 do jogo Donkey Country - "Realismo Fantástico..." e "... mais de 100 níveis de aventura!" são duas das frases destacadas em vermelho, mostrando que a Nintendo sempre soube chamar atenção do mercado e do público casual. Destaque à Gráfico e Gameplay)

O mercado de games movimenta US$ 66 bilhões em vendas por ano no mundo. E o Brasil contribui com uma boa fatia nesta conta: US$ 1 bilhão (pouco menos de 2% do total). É tanta gente comprando que, no período de 2009 a 2014, as vendas de jogos online cresceram 256% e as de joguinhos mobile, aqueles que rodam em tablets e celulares, 780%!!!

Quando analisamos apenas o Brasil, uma pesquisa da InsideComm com a Associação Comercial e Cultural de Games (Acigames) revelou que as categorias de games jogados em consoles, os famosos videogames, ainda lideram na preferência do jogador, seguido pelos computadores e depois a tecnologia mobile. No entanto, é esperado que em alguns anos a mídia móvel ultrapasse os consoles e se torne líder no mercado de jogos; tendência que começa a acontecer com a disponibilização de jogos inovadores para smartphones.

Já quando falamos de todo o mercado, atualmente os jogos online são responsáveis por 21% do total de grana gerada na indústria e deverá produzir mais de US$ 13 bilhões em faturamento apenas este ano! A Ásia continua sendo a detentora da maior parcela desse faturamento, com US$ 4 bilhões (ou seja: 30% do total!). O game League of Legends, da Riot Games, é quem lidera a lista dos mais jogados, conquistando o maior faturamento do ano perante seus concorrentes online ao capitalizar US$ 1,628 bilhão.

Um relatório do SuperData ainda mostra que jogos online grátis com participação gratuita, mas que possuem sistemas de microtransações, geram bem mais receita do que seus rivais com planos de assinatura, o que explica o sucesso financeiro do League of Legends. Ainda segundo o relatório, a tendência deve começar a mudar, com o mercado migrando cada vez mais para o sistema grátis de jogos. Países como o Brasil, a Rússia e a Turquia estão entre os principais mercados, onde a adoção do modelo grátis pra jogar tem crescido exponencialmente (eu mesmo por exemplo, tenho jogado 5 games no Smartphone que são free to play, com microtransações).

E o que a grande maioria dos jogos de celulares possuem em comum? Eles são jogos rápidos, focados muito mais no gameplay e nos gráficos do que na história e nas músicas (a música ainda fica na frente da história!). A grande maioria dos títulos de Smartphone lançam uma história bem clichê, forçada e rápida na sua frente, apenas para justificar o gameplay. Logo eu conclui que: Se a maioria dos games mais jogados são montados encima da estrutura Gameplay > Gráficos > Som > História esse é o tipo de título mais procurado pela maioria dos jogadores deste dispositivo. Logo é o perfil do jogador casual para celulares.

É importante notar também que jogador casual não é aquele que joga pouco ou joga muito. Jogador casual é aquele que busca apenas “jogar”, dando pouco ou nenhum valor para outras características ou experiências que um game  pode proporcionar. Afinal se “tempo de jogo” fosse definir um player casual, eu seria totalmente casual e meu irmão – que pouco se importa com a indústria de jogos, a forma como os games são feitos e suas histórias – seria um jogador hardcore... U_U

Mas será que essa “realidade” se repete nos consoles?

Para responder essa pergunta fiz uma pesquisa por conta própria, buscando as informações mais claras que a internet poderia me dar sobre número de vendas e títulos mais jogados. Seguindo o padrão das pesquisas realizadas – ou seja: Os títulos mais jogados representam a maioria do mercado – pesquisei listas dos 10 jogos mais vendidos ao longo de um ano, de 2012 à 2016. Com as 5 listas nas mãos, juntei todos os jogos e exclui os repetidos – pois alguns jogos ficaram no pódio dos mais vendidos por mais de um ano. Isso criou uma lista dos 42 jogos mais vendidos dos últimos 5 anos.

E o que eu fiz depois disso? Analisando a lista, contei os jogos que possuíam foco na História e na música para ver o quanto o mercado de Vídeo – Games se distanciava dos títulos mobiles. O resultado foi realmente surpreendente!

Primeiro vejam a listagem dos jogos abaixo. Como curiosidade adicional preciso dizer que o game GTA V esta presenta nas listas dos 10 jogos mais vendidos desde 2012!!! Ou seja: Desde o seu lançamento, GTA V figura entre os 10 títulos mais vendidos ao longo dos últimos 5 anos.

Outra coisa: A lista não esta montada por “ordem” de venda  ok? Eu apenas misturei os nomes e coloquei na lista e depois exclui os duplicados. REPITO: A listagem abaixo não está organizada pelo número de vendas!!!!

Os 42 jogos mais vendidos dos últimos 5 anos (de 2016 a 2012)...

Pokémon Sun & Moon (3DS)

FIFA 17 (PS4)

Uncharted 4: A Thief’s End (PS4)

Call Of Duty: Infinite Warfare (PS4)

Battlefield 1 (PS4)

Call Of Duty: Black Ops 3 (PS4)

Tom Clancy’s The Division (PS4)

Call Of Duty: Infinite Warfare (XOne)

Grand Theft Auto V (PS4)

Battlefield 1 (XOne)

Madden NFL 16 (PS4, Xbox One, 360, PS3)

Fallout 4 (PS4, Xbox One, PC)

Star Wars: Battlefront (Xbox One, PS4, PC)

NBA 2K16 (PS4, Xbox One, 360, PS3)

Minecraft (360, Xbox One, PS3, PS4)

FIFA 16 (PS4, Xbox One, 360, PS3)

Mortal Kombat X (PS4, Xbox One)

Call of Duty: Advanced Warfare (Xbox One, PS4, 360, PS3, PC)

Madden NFL 15 (Xbox 360, PS4, Xbox One, PS3)

Destiny (Xbox One, PS4, Xbox 360, PS3)

Super Smash Bros. (3DS, Wii U)

NBA 2K15 (PS4, Xbox One, Xbox 360, PS3, PC)

Watch Dogs (PS4, Xbox One, Xbox 360, PS3, PC, Wii U)

FIFA 15 (Xbox 360, PS4, Xbox One, PS3, Wii, 3DS, Vita)

Call of Duty: Ghosts (Xbox 360, PS3, Xbox One, PS4, Wii U, PC)

FIFA 13

Pro Evolution Soccer 2013

FIFA 14

God of War: Ascension

Pro Evolution Soccer 2014

The Last of Us

Far Cry 3

Call of Duty: Black Ops II

Madden NFL 13 (360, PS3, Wii, PS Vita, Wii U)

Halo 4 (360)

Assassin’s Creed III (360, PS3, PC, Wii U)

Just Dance 4 (Wii, 360, Wii U, PS3)

NBA 2K13 (360, PS3, Wii, PSP, Wii U, PC)

Borderlands 2 (360, PS3, PC)

Call of Duty: Modern Warfare 3 (360, PS3, Wii, PC)

Lego Batman 2: DC Super Heroes (Wii, 360, NDS, PS3, 3DS, PS Vita, PC

FIFA Soccer 13 (360, PS3, Wii, PS Vita, 3DS, Wii U, PSP)

______________________________________________________________________________

Viram a listagem? Bem, agora pegando essa lista e excluindo os jogos com foco na história e na música, chego aos gráficos abaixo:

Isso porque eu peguei bem leve heim! Considerei Far Cry 3, God Of War e Watch Dogs como sendo jogos com foco na história. ^_^

Isso apenas me mostrou que o perfil dos jogadores casuais nos consoles e PCs também segue a máxima Gameplay > Gráficos > Som > História. Ao mesmo tempo que deixa bem explicado o sucesso absoluto de títulos “repetitivos” como Call Of Duty, Battlefield, GTA e FIFA.

Bem essa foi a pesquisa que eu fiz e os dados que analisei. Abaixo vou deixar as fontes dos números para que vocês também possam dar uma olhada e tirar suas próprias conclusões.

E ai, vocês concordam comigo? Acham que o perfil do jogador casual é realmente esse e é por isso que alguns títulos que seguem essa máxima nunca saíram do topo dos mais vendidos? Caso eu tenha escrito alguma bosta podem falar também; li tudo isso de uma semana pra cá e essa ideia da lista eu tive ontem a noite enquanto jantava uma macarronada e assistia à um gameplay no You Tube. ^_^

Links das fontes sobre lucro e mercado gamer:

https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/indust...

http://www.proelios.com/wp-content/uploads/2015/04...

http://www.inova.jor.br/2016/06/01/mercado-games-b...

http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2015/10/mercado-de-games-fatura-cerca-de-us-1-bilhao-por-ano-no-brasil.html

https://www.tecmundo.com.br/video-game-e-jogos/794...

Donkey Kong

Platform: NES
1755 Players
12 Check-ins

90
  • Micro picture
    thiago911hc · over 2 years ago · 4 pontos

    Muito bom post ! concordo q os casuais são a grande maioria, eu mesmo me considero um, não sou da linha dos platinadores q passam horas e mais horas no msm jogo atras de trofeus ( apesar q eu curto bastante a pratica , mas como não tenho muito tempo não vou muito afundo ) e tb não sou expert em nenhuma franquia, jogo apenas para divertir.... o que eu não entendo como as pessoas conseguem comprar o mesmo jogo todo ano ? como fifa e COD, eu até curto, mas as mudanças são poucas em relação de um ano para o outro não justificando a compra muito menos o valor cobrado.. outra coisa q me chamou atenção ai nesses 42 jogos mais vendidos, cade o CS GO ? outra coisa estranha é o pokemon sun and mon jogo lançado a pouco mais de 3 meses ter vendido mais q o pokemon X q é um jogo de 2013 ?

    4 replies
  • Micro picture
    anebarone · over 2 years ago · 3 pontos

    Pesquisa super bacana, valeu por compartilhar!

    1 reply
  • Micro picture
    armando0 · over 2 years ago · 3 pontos

    Show de pesquisa. Meus parabéns 😤

    1 reply
  • Micro picture
    igor_park · over 2 years ago · 3 pontos

    Massa informação bem interessante.

    1 reply
  • Micro picture
    andre_luiz · over 2 years ago · 3 pontos

    Muito boa a pesquisa
    Sobre jogabilidade (gameplay), há um vídeo interessante que fala sobre isso:
    https://www.youtube.com/watch?v=2u6HTG8LuXQ

    1 reply
  • Micro picture
    kelly_cml · over 2 years ago · 3 pontos

    Muito bom, ótima pesquisa e texto, e acho que todo gamer é um pouco casual sim, às vezes você ta cansado ou longe do console e só quer jogar, claro que acho que a maioria daqui do alva não conseguiria ficar só nisso, uma hora dá aquela saudade de um jogo com uma estória bem feita e complexa.

    5 replies
  • Micro picture
    bahamut · over 2 years ago · 3 pontos

    Muito bom o texto, embora eu não tenha achado o resultado surpreendente, pois reflete exatamente o que vejo na prática. Todos as pessoas que conheço apenas jogam COD, BF, Fifa, PES e, no máximo, um GTA ou GOW. Pessoas que jogam os jogos que eu jogo só conheço aqui no Alva. Nunca consegui ligar isto ao fato que estes jogadores preferem gráficos e gameplay a som e história. Sempre pensei que o gamer casual quer simplesmente relaxar e se divertir jogando, sem se aprofundar muito no universo dos jogos, mas a sua abordagem foi bem interessante e trouxe um novo ângulo para refletir sobre o tema.

    1 reply
  • Micro picture
    a2 · over 2 years ago · 3 pontos

    jogador de visual novel agora é hardcore e nego que fica focado em digamos bayonetta ou street fighter pra aprender seus sistemas e dominar de forma a atingir a fluição é casual?

    Foi oque eu entendi. Explica isso direito pra min se tiver tempo..

    1 reply
  • Micro picture
    juray · over 2 years ago · 3 pontos

    Cara... adorei seu Artigo/Pesquisa! E minha forma de pensar vai de encontro ao que você escreveu!

    Eu acredito que os jogadores casuais são a maioria. Sobre a descrição que deu para o Casual eu acho que entra o tempo jogado também (que se comparou com seu irmão). Acho que pode existir mais de uma variável pra definir um Casual e um Hardcore, não precisa ser só pelo "valor/apreço" que o jogador tem pelo jogo, mas TAMBÉM por isso. Saca?
    É o que penso pelo menos.

    Então, uma coisa que eu observo é que os jogos tem ficado mais fáceis de serem concluídos, e os jogadores tem recebido mais benefícios com menos esforços.
    Estamos quase no ponto em que você só precisa mover a alavanca do controle pra frente que o personagem segue sozinho para o final da história.

    Acho também que essa visão comercial de "o jogo tem que agradar pessoas de 10 a 100 anos" é um ponto negativo para os fãs de jogos (embora lucrativos para as empresas).

    Enfim... concordo com tudo que você escreveu, com uma única exceção! De que o GTA seja repetitivo ao lado de CoD e Fifa! rsrs!
    E olha que eu na real eu nem curto muito GTA, nem jogo. Mas o Salto de qualidade do GTA 4 para o GTA 5.... particularmente eu achei sensacional. Tem a aposta de criar mais de um protagonista. A profundidade dos personagens. E também o intervalo de 5 anos... (meia década) entre um título e outro! rsrs!

    Só isso que nao concordei, de resto.... sou 100% rsrs!

    1 reply
  • Micro picture
    hard_frolics · over 2 years ago · 3 pontos

    Posso não concordar 100% com tudo aí, mas ta bem perto disso, a métrica que usou pra elaborar seu 'método' foi bem perspicaz!
    Bem, posso acabar me estendendo um pouco, mas vamos lá!

    Começando com um ponto bem pessoal, gameplay pra MIM sempre vem em primeiro lugar, não que o jogo precise de recursos refinados funcionando numa sintonia absurda, mas que por mais que um jogo seja baseado quase que totalmente na história e ela for muuuuuito boa, se a gameplay não te da condições decentes pra ser "jogável", se ela não se sustentar por mais que seja extremamente simples o resto meu chapa, nem rola! xD

    Só um adendo, antes de concordar ou discordar, avaliar o que é hardcore ou casual é algo bem complexo, na verdade é mais controverso, e pro que você se propôs a fazer, fez e muito bem!

    O que é ser casual? com a forma que abordou esse ponto de gameplay, entendo perfeitamente a forma que colocou isso, não colocou que no caso as pessoas se importam com a jogabilidade em si, mas só em se distrair com o rolar do jogo sem se importar muito com as outras características...
    Nisso entro num ponto que dar certo aspecto principal à um jogo é meio complicado, pois é da forma com que as pessoas jogam que se deve atribuir, não digo que não fez isso, mas o publico mediano tem um certo juízo de valor que "Ah eu sou hardcore pq jogo battlefield, quem joga pokémon é casual", ae vai ver, o cara ta lá jogando de forma totalmente despretensiosa pra tirar um online com os amigos, e muita gente que ta jogando pokémon ta grindando que nem uns animal pra fazer um time sinérgico e competir, saca?

    Falando agora de gráficos, é uma coisa que o publico mediano adora, digo, não que não seja importante, não to nem tratando como algo casual aqui, mas a galera mais entusiasta, que gosta, geralmente equilibra mais o ponto de vista dos gráficos com direção de arte, não que não queria ver a qualidade gráfica evoluir, mas sabe dar um maior valor estético do que quem não ta se importando muito à isso. No caso da galera que curte gráficos fodastico hardcore e os kct a4 também se importa com a fluidez, duvido que um casual va se importar com isso, sendo de ultima geração ali pelo preço que pagou no seu videogame de 8° geração, vai que vai! xD

    Musica, como é algo mais relativo (talvez por que não é simples como ver algo na tua frente e vai ficar ali no teu ouvido), se vc tem um gosto mais popularzão, não vai ser isso que vão prestar atenção, certo? então pouco importa se vai combinar, se for marcante e ficar na cabeça ta ok, mas apreciar eu duvido que alguém mais casual faça mesmo, mas trilha sonora é uma coisa que da pra botar muito mais exceções do que regras, até por que o gosto pessoal é colocado em primeiro lugar do que técnica e a parte artística em si.

    Tem muito cara hardcore que caga pra história e se importa só com mecânicas, mas caindo no ponto, de que vc ta jogando por jogar, ctza que vc não vai querer se aprofundar muito nisso, certo? xD ...então entendo bem esse ponto...

    Ok, só elaborei tudo isso pra debater opiniões com você, pois vc enumerou da forma que achou mais justo, conforme os jogos mais vendidos, e até certo ponto eu concordo, mas ainda sou da máxima que hardcore, entusiasta ou casual vai do como a pessoa joga, se relaciona com o jogo, e desenvolve suas habilidades / consegue analisar o jogo em si, mas sua métrica coincidiu com o que tinha sido na outra pesquisa, e os 4 pontos de um jogo que apresentou pra seguir essa métrica acho muito válidos.

    No fim das contas, você já tinha provado seu ponto quando disse que em tudo que muita gente faz, a maioria vai ser casual, não tem jeito!

    1 reply
  • Micro picture
    venomsnake · over 2 years ago · 2 pontos

    Concordo , apesar do MEU GOSTO PESSOAL passar longe dos call of duty e FIFA /PES ( Na verdade eu jogo call of duty, fifa e pes, mas tenho o mesmo jogo a anos sem trocar) o que realmente movimenta as vendas são a grande massa de jogadores casuais. E não dá pra tirar o mérito dos jogos que conseguem ser sucesso em vendas, focando justamente esse publico. Por exemplo, GTA V, eu pessoalmente não gosto tanto do jogo por causa do enredo e dos personagens que não me cativaram ( apesar de eu gostar do franklin), ele tem de tudo pra ter o amor e o dinheiro desse publico, você tem gráficos lindos, fala serio o jogo é lindo mesmo, a gameplay foi uma das melhores já feitas para a franquia, você tem a sensação de liberdade e um mapa enorme,e é claro uma IA muito bacana, Fifa e Pes batem direto no gosto do brasileiro, o futebol, e quem joga a mais tempo e acompanha jura que os jogos mudam, eu não vi diferença, mas acredito que seja mais pelo fato de ser algo que o brasileiro ( a gente) adora o esporte, e no geral Fifa e Pes são fantásticos no que se propõem. Jogos mobiles tem o foco na diversão, jogos mais rápidos, pra se jogar sentado naquela sala de espera do dentista mesmo, fora o acesso mais fácil, nem todo mundo gosta de um console ou de um PC, mas todo mundo precisa de um celular, e nele tem jogos disponíveis XD. Alem do fato de que um jogo bonito, com uma gameplay mais lapidada e sem complicações é de fato mais atraente de se ver, atiça a vontade do jogador, afinal de contas geralmente quando sai um ''next gen'' o que queremos ver de cara é a diferença dos gráficos etc

    1 reply
  • Micro picture
    tiagotrigger · over 2 years ago · 2 pontos

    Não entendi uma coisa, nos gráficos de pizza você colocou "gameplay e graficos" (azul) e "historia e musica" (verde). Então como chegou a conclusão de que "gameplay>graficos"?
    Não deveria ser somente "gameplay e graficos > historia e musica"?

    Quanto ao God of War ser focado na história eu concordo. A grande maioria (dados baseados em nada, só o povo que conheço mesmo, kkkkk) que jogou GoW foi por causa de um 'cara nervoso que mata deuses gregos' em vez de 'um jogo hack n slash'.

    2 replies
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · over 2 years ago · 2 pontos

    Tá mas... bora voltar pro trabalho agora?
    ---
    Zueira á parte, excelente post!.
    ---
    Eu em particular curto games com história...

    1 reply
  • Micro picture
    msvalle · over 2 years ago · 2 pontos

    Ótima análise, parabéns. Minha dúvida é porque na sua lista tem jogos separados por plataformas, por exemplo: "Battlefield 1 (PS4") e "Battlefield 1 (XOne)" e outros juntos, como "Madden NFL 16 (PS4, Xbox One, 360, PS3)" ?

    2 replies
  • Micro picture
    artigos · almost 2 years ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    1 reply
  • Micro picture
    jack234 · almost 2 years ago · 2 pontos

    Concordo com vc e essa é uma visão que comecei a ter com o nascimento dos PS3 e XBOX360 e declínio dos RPGs por turnos. Desde esses vídeo games lançados, a quantidade de RPGs (que vinha crescente desde SNES até PS2), chegou em um nível baixíssimo, até o ponto de alguns títulos que eram por turno virarem hack n slash. E isso bate exatamente ao que vc falou: os jogadores casuais, que são a maioria e definem o mercado não querem esse tipo de jogo, não valorizam o que ele oferece e não tem paciência para jogá-los. Do outro lado, jogos com missões online, onde amigos podem jogar juntos, marcarem horários para jogar e enfim, criarem um grupo com vínculo de assunto, está cada vez mais.
    Tenho visto perfis de pessoas que no passado nem passariam perto de games, agora conversando sobre as missões de COD, marcando com amigos para jogarem online, perguntando o que fazer em cada parte e tal.
    Além disso, percebo que os games viraram algo como a ostentação, de repente vc nem gosta muito, mas o pessoal comprou, está conversando no trabalho, no cafezinho, na escola, e vc não quer ser excluído e ficar de fora, portanto, compra o console e o jogo, para poder participar daquele grupo. Sendo que antes, não via muito disso, na verdade era o contrário, quem jogava era considerado nerd, solitário, sem amigos (com um pouco de exagero, né hehehe).
    Enfim, o mundo muda e esse mercado está passando por mudanças. Quem sabe o que vai acontecer no futuro? hehehhehe.
    Pra eu que sou fã dos RPGs por turno, não vejo problemas, já que a biblioteca de jogos legada existente é gigante e com o tempo que tenho, não vai faltar até o resto da vida hehehe.
    Mas gosto de discutir e essas análises! Parabéns! Muito bom! Show.

    2 replies
  • Micro picture
    jailsonbraga · almost 2 years ago · 2 pontos

    cara... esse seu relato me deu uma ideia interessante pra incrementar o meu artigo.

    otima analise man. congratz!

    1 reply
  • Micro picture
    kess · over 1 year ago · 1 ponto

    Isso ajudano ainda mais a corroborar minha ideia da grande maioria dos jogadores serem casuais, pq só comprar o jogo de "tirinho, navinha, corrida e futebol"...

Keep reading → Collapse ←
Loading...