2017-01-23 23:51:54 -0200 2017-01-23 23:51:54 -0200
anduzerandu Anderson Alves

Registro de finalizações: Batman: Arkham Knight

Zerado dia 23/01/17

Eu comecei esse jogo achando que seria uma aventura rápida, ate porque eu já manjo desse Batman da Rocksteady, mas AK acabou se estendendo bastante e me tomou vários dias, que fiz questão de transmitir do início ao fim no Twitch. A culpa da longevidade do jogo se dá em parte por conta de elementos que só foram possíveis com o poder da nova geração, como os mapas maiores e missões mais compridas e em parte por algumas coisas que fizeram o jogo durar até mais do que deveria, talvez.

O jogo não mudou muito em relação as suas mecânicas, que usa bastante de itens e habilidades vistas nos títulos anteriores, mas adiciona novas, como a possibilidade de dirigir o Batmóvel.

É incrível como o jogo tem um pouco de vários gêneros de videogame mas de uma forma bem sólida e funcional, mas agora ele ganhou uma cara bem GTA graças ao carro e missões nele enquanto continua com o beat'em up em partes de porrada e uso do stealth em diversas partes, típico do herói e dos jogos.

De cara o atrativo maior são os gráficos do jogo. Luzes de neon pela cidade, holofotes, chuva, a lua e como todas essas coisas interagem com os personagens, cenário e até mesmo a capa do Batman é muito legal e dá um clima ainda mais noir ao jogo. Que coisa linda essa Gotham!

Logo, uma pequena decepção: a volta de vários vilões que pegamos nos outros jogos, um pouco de cada um sendo que basicamente de novidade há apenas o Arkham Knight. Eu achava que esse nome se referia ao Batman, mas o Cavaleiro de Arkham é o vilão "principal" do jogo, mesmo que na minha opinião esse título seja muito mais do Espantalho.

As ações são bem familiares e pouco mudaram, ainda bem. Você anda, corre, voa pela cidade, dá porrada, usa os equipamentos etc. Já outros comandos mais avançados e específicos se juntam numa grande montante de possibilidades que resultam em muito esquecimento de como lidar com alguns inimigos ou em abrir a tela de habilidades quando queríamos o mapa. Claro que a prática que leva ao aprendizado de tudo isso, mas alguns comandos mais raros me confundiam aqui e ali.

Agora a inserção do carro foi demais! O Batmóvel tem dois modos: o de dirigir pela cidade em grande velocidade e fácil controle, ótimo para explorar, escapar ou simplesmente nos levar aos objetivos que marcamos no mapa e o modo de batalha, que o torna um tanque que atira com o canhão e metralhadora e o deixa mais lentos, mas numa versatilidade incrível.

A campanha tem aqueles enredos típicos da Rocksteady: te dão um objetivo e você encontra uma problemática, que te leva a outro objetivo que leva a outra problemática. Resultado: você faz vários objetivos para obter algo para poder prosseguir.

A campanha tenta juntar um pouco de tudo, te dão um monte de equipamentos, sendo que alguns são usados regularmente, como aquele clássico gel explosivo, enquanto outros, como aquele arpão que gruda entre duas paredes e te atravessa para o outro lado, super usado em Arkham Origins deve ter ido usado duas vezes na campanha toda.

Você cumpre objetivos para ganhar pontos e melhorar habilidades ou conseguir novas e mesmo com tanta coisa, partes de derrotar vários inimigos num lugar limitado basicamente se limitam muito a porradaria e com pouquíssimos usos para seus itens.

Além do mais, o modo história apresenta os vilões e não os dá um fim, jogando-os para as sidequests. Esses sidequests nesse jogo são horríveis. Não que as missões sejam ruins, mas elas dificilmente marcam seus objetivos pela cidade, te obrigando a explorar como louco e achar as coisas. Encontre a Criatura da Noite que está voando pela cidade, desarme as muitas bombas dispostas pelas três ilhas, encontre as marcas em cima dos prédios e muitas outras dessas missões.

O que ferra, e que deu uma má fama a esse jogo, é que esses sidequests são meio que obrigatórias para conseguir zerar. Eu fiz quase todas, sendo que a maioria é bem chata, tendo que procurar no grande mapa sem nenhuma dica ou ter que fazer várias e várias vezes. O final verdadeiro nos obriga a ter terminado todas as missões secundárias, incluindo a temível missão do Charada, que é simplesmente pegar 300+ troféus pelo jogo. Resultado: fazer o final normal e assistir o melhor no Youtube.

Resumindo: Batman: Arkham Knight é um jogaço! Temos aqui um grande avanço pra série, que já era muito bem feita em seu total, mas que alcançou um nível maior. Eu acho que o jogo poderia ser mais casual e ser possível terminar sem ter que fazer as repetitivas sidequests, mas a aventura, que durou 21h e pouco pra mim, foi bem marcante.

De bom: visuais demais, personagens e suas animações de primeira. Batalhas divertidas, cheias de combos, counters, uso do cenário e até mesmo lutas com auxílio de outros heróis. Os vilões são capturados ao fechar as suas missões e ficam presos em exposição da delegacia da cidade, muito legal. Cenário grande, que você pode sobrevoar ou dirigir. Enredo muito legal e com umas partes bem viajadas.

De ruim: sidequests obrigatórios pra fechar o jogo e mesmo fazendo ao menos metade, você se cansa rápido com a repetitividade. Sidequests que não te ajudam e que dependem muitas vezes de sorte para prosseguir. Pequenas travadas no XONE quando dirigia rápido e o cenário tinha que carregar ou sei lá. Partes de stealth com inimigos fortes, drones e máquinas que te detonam fácil e que dão uma super estressada. Muitas partes de batalhas de tanques obrigatórias que além de longas e as vezes chatas, param seu progresso para aquilo.

No geral, vale muito a pena jogar AK, que promete ser o final do Batman, embora todos nós duvidemos disso. O final poderia ser definitivo ou ter muito bem uma continuação. Se você gostou dos jogos anteriores, vai gostar desse, sem dúvidas. A fórmula está um pouco desgastada, mas as inovações estão bem legais!

Batman: Arkham Knight

Platform: Xbox One
503 Players
173 Check-ins

7
  • Micro picture
    darleysantos676 · over 2 years ago · 2 pontos

    Parece lindão esse jogo *-*, o que me faz lembrar de começar a trilogia Batman do PS3 rsrs.

    2 replies
  • Micro picture
    sergiotecnico · over 2 years ago · 2 pontos

    Eu tinha a mesma "idéia" antes de jogar, que o Batman era o Arkham Knight...

Keep reading → Collapse ←
Loading...