2019-02-15 18:22:49 -0200 2019-02-15 18:22:49 -0200
markinhus André Zanetti Andricopoulos checked-in to:
Post by markinhus: <p>Enquanto todo mundo tá lá jogando RE 2 Remake, e
Resident Evil: Operation Raccoon City

Platform: PC
724 Players
21 Check-ins

Enquanto todo mundo tá lá jogando RE 2 Remake, eu to aqui testando os jogos que eu deixei passar na ultima geração de consoles no meu novo notebook.  E um que eu já quase comprei várias vezes no X360 foi esse aqui, e ainda bem que não comprei porque pelo amor, o que a dona capcom estava pensando quando lançou esse jogo?

Em ORC você controla uma unidade de elite da Umbrella que tem como missão recuperar uma amostra do G-Virus de William Birkin, sendo o líder da unidade o icônico Hunk. 

O jogador pode escolher um personagem que vai desde médico, assalto, furtivo, entre todas aquelas classes genéricas que estamos acostumados, e os outros três membros são definidos pelo próprio jogo. E cada um desses personagens tem também sua habilidade de classe, nada diferente do que já estamos habituados. 

As mecânicas de jogo são tudo aquilo que também já é padrão nos TPS's, porém o sistema de cover é muito ruim. Aqui você tem que encostar em uma parede ou barricada para que o personagem entre automaticamente em estado de 'cover', porém o game nem sempre entende que o personagem está encostado em algum desses objetos e o boneco fica lá paradão tomando dano dos inimigos (que são todos burros).  Os ataques físicos também são ridículos em inimigos humanos, pois eles quase não tomam dano e o ataque deles é muito mais forte que o do player, isso independente da dificuldade. 

As armas não parecem ter diferença nenhuma uma das outras - com exceção da shotgun - pois parecem não tirar quase nada de dano dos inimigos, tem um recuo ridículo e é um parto para acertar os tiros nos inimigos, tendo que estarmos a uma distância bem próxima do oponente para conseguir causar um dano adequado.

Quantos aos inimigos, a maior parte deles são outros humanos, sendo que os zumbis propriamente ditos só aparecem no segundo capitulo da trama --'. Fora isso ainda temos os lickers, e o chefe do primeiro capítulo é o próprio Birkin. 

Aqui é onde achei que se encontra o maior defeito do jogo: os cenários. São TODOS genéricos, parecendo que você passa sempre pelo mesmo lugar, sem contar que são longos e não tem muita coisa pra fazer a não ser pegar alguns coletáveis que você pode descarregar em um notebook e ver pelo menu principal. 

Desinstalei o jogo assim quando cheguei no terceiro capítulo, sério, depois de ver que ainda tinha um monte de fases pra jogar, eu desisti. Demorei meia hora para terminar os dois primeiros capítulos e não ia aguentar jogar muito mais desse jogo. 

Acho que se o game tivesse sido feito com mais capricho e cuidado poderia realmente ter saído algo mais legal, já que ver a história do que aconteceu em Raccoon City sendo contada por outros ângulos é sempre legal, mas esse jogo aqui foi muito mau executado. 

Minha cara jogando esse jogo estava igualzinha a do Birkin hahahaha

10
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...