2018-10-03 09:11:31 -0300 2018-10-03 09:11:31 -0300
historia_dos_games André Zanetti Andricopoulos

A origem e o fim da Muse Software

Single 3676183 featured image

No final dos anos 70, os computadores domésticos começaram a se provarem uma excelente plataforma para jogos. Em Agosto de 1978, Ed Zaron funda a Muse Software para publicar jogos para o computador mais popular dos Estados Unidos, o Apple II. Dentre os jogos lançados naquele ano, temos Tank War, inspirado em Combat do Atari 2600, Side Show, uma coletânea de 6 jogos básicos, Maze Game, um dos precursores em jogos de labirinto em 3D com visão de primeira pessoa e Escape!, também com visão 3D, mas com alguns personagens espalhados pelo labirinto. Com propostas inovadoras e jogos cheio de ação, a empresa ganhou destaque no primeiro ano de desenvolvimento.

 Além de jogos, a Muse Software começou a criar programas auxiliares, como o editor de texto Super-Text. Em 1979, o jogo de estratégia e conquista Global War traz um mapa-múndi com as áreas conquistadas. Em 1980, ela desenvolve um clone de Missile Command, o ABM. Mas apenas em 1981, ela consegue emplacar o jogo que a fez finalmente se destacar no mercado de jogo, Castle Wolfenstein. O primeiro jogo em stealth da história trazia uma trama de espionagem e violência. O sucesso do jogo foi tremendo que fomentou o desenvolvimento de outros games, além de empregar novos programadores, chegando a 40 funcionários ao final de 1983. O jogo foi portado para outros computadores domésticos, como a linha 8-bits da Atari, Commodore 64 e IBM-PC.

 Tudo ia muito bem, quando o mercado de consoles caiu e os de computadores aumentou. O que parecia positivo, acabou gerando o fim da companhia, pois várias outras empresas começaram a apresentar jogos ainda melhores, mais complexos e uma série de novas opções de computadores surgiram. Em 1984, eles lançam a continuação de seu grande sucesso, Beyond Castle Wolfenstein, porém, apresentou pouca inovação em relação ao anterior e a empresa não conseguiu mais emplacar nenhum grande sucesso. Os videogames recuperam sua grandeza e conseguiram fazer frente aos computadores. Em Outubro de 1987, a empresa declara falência e perde suas propriedades intelectuais.

@andre_andricopoulos, @filipessoa, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @velhoretrogamer, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @luizkorynga, @marlonildo, @joanan_van_dort, @zak_yagami, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @fredson [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

38
  • Micro picture
    joanan_van_dort · 19 dias atrás · 2 pontos

    O primeiro Wolfenstein era mesmo um bom jogo!

    5 respostas
  • Micro picture
    msvalle · 18 dias atrás · 2 pontos

    Joguei os dois Wolfenstein, eram muito bons mesmo! Muitas horas tentando escapar hehe

    2 respostas
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 18 dias atrás · 2 pontos

    Caramba...quanta info interessante.
    Imagens bizarras (cores) porém revolucionario na época

    2 respostas
  • Micro picture
    porlock · 1 dia atrás · 1 ponto

    caramba.. eu fiquei away mó tempão.. kkkkk

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...