0blivion

Víciado na Franquia Final Fantasy e também em tudo basicamente

Você não está seguindo 0blivion.

Siga-o para acompanhar suas atualizações.

Seguir

  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-12-12 13:24:39 -0200 Thumb picture

    Jogos em promoção

    Aproveitei essa promoção de fim de ano e peguei um jogo atual e 4 antigos pro PS3, o mais atual é o Uncharted Lost Legacy e dos mais antigos é a coletânea do God of War 1 e 2 e os 3 Tomb Raider de ps1 que estão cerca de 2 reais, e como nunca tive na infância aproveitei. Sei que tudo isso saiu 40 reais no carrinho. Fica a dica caso alguém também goste de uns jogos mais clássicos

    Tomb Raider -- Featuring Lara Croft

    Plataforma: Playstation 3
    4 Jogadores

    11
    • Micro picture
      kevinryman · 1 dia atrás · 1 ponto

      Qual a sua idade? Se não for indiscrição de minha parte.

    • Micro picture
      0blivion · 1 dia atrás · 1 ponto

      sem problema, tenho 24

  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-12-10 15:56:22 -0200 Thumb picture
    0blivion fez um check-in em:
    <p>Um dos meus amigos comprou esse jogo em uma dess - Alvanista
    A Way Out

    Plataforma: Playstation 4
    105 Jogadores
    16 Check-ins

    Um dos meus amigos comprou esse jogo em uma dessas promoção maluca de black friday e como precisa de alguém pra jogar junto esse jogo ele levou la em casa. 

    O jogo é extremamente divertido sério, dei muita risada de algumas partes, destaque para uma etapa em que os 2 tem que remar pra controlar um barco e desviar de pedras, mas se os 2 não tiverem uma sincronia só da cagada, ai a gente tava indo tão mal nessa parte que qualquer batida destruia o barco, e pra ajudar a gente remou tão errado que ele virou ao contrário, depois que ele virou ao contrário não sabíamos pra onde ele tava indo e não acertou mais nenhuma pedra, acho que jesus entrou na causa só pode.

    O jogo tem uma inspiração muito forte em "Um Sonho de Liberdade", se alguém não conhece esse filme deveria ver antes de jogar ou ver do mesmo jeito (Está em primeiro no top rating do IMDB). Pra quem conhece o filme uma das inspirações é fazer barulho justamente na hora de um trovão pra ninguém escutar eles tentando fugindo da prisão.

    Outra hora conto mais sobre ele porque tenho certeza que mais alguma coisa vai me surpreender

    10
  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-12-06 17:46:06 -0200 Thumb picture
    0blivion fez um check-in em:
    <p>Estou jogando principalmente essa obra prima da - Alvanista
    Red Dead Redemption 2

    Plataforma: Playstation 4
    384 Jogadores
    101 Check-ins

    Estou jogando principalmente essa obra prima da Rockstar atualmente já que as aulas estão acabando posso aproveitar melhor. O jogo está magnífico por enquanto e eu digo isso porque estou só fazendo bobagem secundária e mesmo assim estou adorando, tipo as caças, pesca, cartazes de recompensa. Porém tem um problema nisso, se você deixa de fazer as missões principais por muito tempo parece que a narrativa ta perdendo o foco, o que não é verdade nem mentira. 

    .

    .

    Abaixo pode ter spoilers muito leves se você não jogou até o capítulo 3:

    .

    .

    Porque a trama até agora esta muito simples, nada de errado aconteceu, nem ninguém importante foi morto etc. Porém acredito que tudo vai mudar futuramente pois precisa justificar muita coisa pra encaixar na história do primeiro jogo.

    Os personagens principais estão muito bem desenvolvidos, todos falam sobre seus passados, o que acham dos outros membros, o que pensam do líder Dutch. Falando nele ele é um ótimo personagem tem ideais bem bacanas até o momento e é compreensível porque muitos o seguem, sem falar na sua grande habilidade de manipulação ou persuasão. Ele pensa em vingança mas por enquanto só quer saber em sobreviver e o bem estar da gangue, portanto no momento acho ele bem "legal" mesmo sendo um líder de uma gangue de foras da lei. 

    Outra coisa legal é que Arthur o protagonista está percebendo que o mundo não aceita mais os modos de viver da gangue, o preço a pagar pelos crimes agora é muito mais alto do que era antigamente, e existem muitos caçadores de recompensa sem falar que eles vivem como nômades agora pois é muito arriscado viver em um só lugar.

    Por enquanto é isso mais pra frente trago mais observações do jogo em algum outro aspecto que eu não tenha mencionado ainda.

    15
  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-12-06 17:08:15 -0200 Thumb picture
    0blivion fez um check-in em:
    <p>Continuando esse jogo em ritmo meio lerdo devido - Alvanista
    Castlevania: Harmony of Dissonance

    Plataforma: Gameboy Advance
    1802 Jogadores
    122 Check-ins

    Continuando esse jogo em ritmo meio lerdo devido ao Red Dead, mas agora cheguei no segundo castelo e provavelmente vou me perder muito. O jogo ta bem fácil principalmente nos chefes, pelo que usei até agora a cruz dos belmonts com elemento de vento está mais do que suficiente pra matar tudo até agora. Se alguém souber uma combinação de spell mais apelona me avisa uahueha. Esse sitema de mudar os elementos do chicote é sensacional, se tivesse isso nos outros castlevanias que não são limitados ao uso somente do Vampire Killer acho que ia ser ainda mais interessante. Provavelmente meu próximo check in vai ser do fim

    10
  • 2018-11-28 14:59:05 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Trinta softhouses da geração 16 bits

    Vi esse post no fórum RETROSPACE, e achei interessante demais, e resolvi postar aqui.

    Acho que todo mundo (ao menos eu) ja teve curiosidade em saber o que aconteceu com aquelas empresas que lançavam ou publicavam jogos da era 16 bits pra Snes e Mega Drive,se elas ainda existem,faliram ou se ainda estão envolvidas no ramo dos games de alguma forma.





    Acclaim Entertainment, Inc.

    Origem: Empresa fundada em 1987 na cidade de Nova York, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~50
    Contribuições para o console: Focada essencialmente em publicar games, a empresa começou suas operações no console através da sua subsidiária Flying Edge, já que haviam questões legais com a Nintendo que impediam a utilização do nome Acclaim em consoles da Sega. Outra subsidiária, a Arena Entertainment, também foi utilizada para os mesmos fins. Ambas, Flying Edge e Arena, tiveram suas atividades encerradas em 1994 quando a Acclaim passou a utilizar sua própria marca nos consoles Sega.
    A Acclaim ficou fortemente conhecida por publicar ports de arcades da Midway, como as séries Mortal Kombat e NBA Jam, além de Arch Rivals. Também marcou forte presença com os jogos da série Os Simpsons (Space Mutants, Nightmare e Virtual Bart), WWF (Wrestlemania, Raw, Royal Rumble, Arcade), jogos de super-heróis, como Batman Forever e série Spiderman & Venom, além de games baseados em filmes, como Robocop 3 e Terminator 2.
    Situação atual: A empresa faliu em 2004 mas resurgiu em 2006 como Acclaim Games, focando no lançamento de MMO orientais no ocidente. Fechou definitivamente em 2010.


    Accolade

    Origem: Empresa fundada em 1984 na Califórnia, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~30
    Contribuições para o console: A empresa começou escrevendo sua história no Mega Drive na clandestinidade: seus jogos não eram licenciados pela Sega. Apenas em 1993 a empresa regularizou sua situação com a Sega e passou a lançar seus jogos de maneira oficial. Ela atuou tanto na criação quanto na publicação de jogos, fazendo fama principalmente pelas séries Bubsy, Hardball e Barkley Shut Up and Jam.
    Situação atual: Foi incorporada à Infogrames no ano 2000 e em 2017 teve seu nome comprado por uma empresa de Hong Kong.


    Ancient

    Origem: Empresa fundada em 1990 na cidade de Tóquio, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~5
    Contribuições para o console: Empresa do mago Yuzo Koshiro, especializada na parte sonora dos jogos mas que também coloca a mão na massa. No Mega Drive a empresa (ou, em alguns casos, apenas Koshiro) colaborou com a série Streets of Rage, The Revenge Of Shinobi, Slap Fight MD, além de produzir Beyond Oasis.
    Situação atual: A empresa continua em atividade, sendo o seu trabalho mais recente Gotta Protectors para Nintendo 3DS, lançado em 2014.


    Appaloosa Interactive (Novatrade)

    Origem: Empresa fundada em 1982 na Hungria.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
    Contribuições para o console: Conhecida anteriormente por Novatrade, mudou-se para os EUA em 1989 e transformou-se em Appaloosa em 1996. Lançou jogos de destaque no Mega Drive, muitos encomendados pela Sega, como a série Ecco the Dolphin, Cyborg Justice e Lost World: Jurassic Park, além de portar California Games.
    Situação atual: A companhia se dissolveu em 2006.


    BlueSky Software

    Origem: Empresa fundada em 1988 na Califórnia, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
    Contribuições para o console: Empresa que manteve laços bem estreitos com a Sega até meados dos anos 90, tendo feito vários games por encomenda para a dona do Mega Drive. Destacam-se a série Vectorman, World Series Baseball, Jurassic Park, Joe Montana, além de Desert Demolition e Shadowrun.
    Situação atual: Foi adquirida pela Titus Software em 1998 e com a falência da Titus em 2001, a Bluesky também deixou de existir.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)


    Capcom

    Origem: Empresa fundada em 1979 em Osaka, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
    Contribuições para o console: A história da Capcom no Mega Drive possui duas fases distintas: a primeira fase são dos arcade games da companhia que foram portados pela Sega, como Strider, Forgotten Worlds e Ghouls'n Ghosts. A segunda fase, a partir de 1993, é quando a companhia passa a dar suporte ao console da Sega de maneira oficial, desenvolvendo os jogos internamente, como Street Fighter II Special Champion Edition, Super Street Fighter II, Mega Man: The Wily Wars e Saturday Night Slam Masters. No caso de The Punisher, a Capcom terceirizou o port, que foi feito pela Sculptured Software (a mesma que portou Mortal Kombat 3).
    Situação atual: Continua sendo uma das maiores softhouses do planeta, um dos seus jogos mais recentes, Monster Hunter World, já ultrapassou a marca de 8 milhões de cópia vendidas.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)


    Climax Entertainment e Sonic! Software Planning

    Origem: Empresas fundadas em 1990 e 1991, respectivamente, em Tóquio no Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: 4
    Contribuições para o console: Aqui uma história bem interessante de empresas irmãs de ex funcionários da Enix que fizeram história no Mega Drive criando juntas alguns dos melhores RPGs do console, como Shining in the Darkness e Shining Force. Após Shining Force, a Climax encabeçou sozinha o incrível Landstalker enquanto a Sonic! (nenhuma ligação com o Sonic Team) cuidou da sequência Shining Force II.
    Situação atual: A Climax fechou as portas entre 2014 e 2015 por problemas financeiros. A Sonic! se fundiu com a Camelot (outra empresa irmã) após Shinning Force III e permance na ativa.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)


    Data East

    Origem: Empresa fundada em 1976 na cidade de Tóquio, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
    Contribuições para o console: A Data East é famosa pelos seus arcades e fez alguns ports de sucesso para o Mega, como Two Crude Dudes, Midnight Resistance, Joe & Mac e Side Pocket. Também publicou Outrunners nos EUA.
    Situação atual: Faliu em 2003 e teve seu espólio comprado em 2004 por uma softhouse japonesa focada em games mobile.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)


    Disney Interactive

    Origem: Braço da Disney fundado em 1988 na Califórnia, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
    Contribuições para o console: Anteriormente conhecida por Disney Software, a empresa teve como foco o aumento da qualidade dos jogos baseados em franquias Disney, fornecendo artistas e suporte técnico para empresas terceirizadas que criavam os jogos. A lista de sucessos é enorme, valendo destacar Aladdin, The Lion King, Mickey Mania, Toy Story e Pocahontas.
    Situação atual: Entre várias fusões e reestruturações, a empresa deixou de existir oficialmente em 2016.

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)

    http://media.alvanista.com/uploads/timeline_image/20...(img)


    Electronic Arts

    Origem: Empresa fundada em 1982 na Califórnia, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~120
    Contribuições para o console: É impossível falar do Mega Drive sem falar da Electronic Arts, muito do sucesso do console no ocidente se deve a ela e, depois da Sega, foi a empresa que mais esteve presente no Mega, foram mais de 100 jogos lançados, entre criações e publicações.
    A linha de jogos esportiva foi tão importante que gerou um novo braço, a EA Sports, que fez fama com os jogos da série Fifa Soccer (94, 95, 96, 97 e 98), NBA (anual desde Lakers versus Celtics de 1990 até NBA Live '97 de 1996), Madden NFL (anual desde John Madden Football de 1990 até Madden NFL 98 de 1997), NHL (anual desde NHL Hockey de 1991 até NHL 98 de 1997), além de séries de baseball (Triple Play, Tony La Russa Baseball e MLBPA Baseball), golf (série PGA), Tennis e Rugby.
    A empresa publicou vários RPGs ocidentais, como Buck Rogers: Countdown to Doomsday e Rings of Power, simuladores (F-22 Interceptor e F-117 Night Storm), jogos de estratégia (Populous, Power Monger e General Chaos), games de plataforma como Rolo to the Rescue e série James Pond. Mas seus maiores sucessos no console foram as séries Road Rash e Strike (Desert Strike, Jungle Strike e Urban Strike). Literalmente fez barba, cabelo e bigode!
    Situação atual: Continua sendo uma das maiores softhouses do mundo, ainda tendo muita força com jogos esportivos.

    https://i.imgur.com/VaZyRAD.png

    https://i.imgur.com/6t2ukO0.png


    Gremlin Interactive

    Origem: Empresa fundada em 1984 na cidade de Sheffield na Inglaterra.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~10
    Contribuições para o console: A Gremlin marcou a geração 16bit com seus jogos de corrida, seja a série Lotus ou a série Top Gear e o Mega Drive recebeu 2 títulos da primeira e 1 da segunda. Também produziu os jogos do Nigel Mansell para o console e série Premier Manager.
    Situação atual: A empresa foi comprada pela Infogrames em 1999 e em 2003 vários de seus ex-funcionários fundaram a Sumo Digital.

    https://i.imgur.com/GevOmiA.png

    https://i.imgur.com/pHRElX6.png


    Konami

    Origem: Empresa fundada em 1969 em Osaka, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~15
    Contribuições para o console: A empresa, uma das maiores do mundo nas décadas de 80 e 90, só chegou ao Mega Drive em 1992, mas trouxe um suporte decente ao console, com vários games originais, como Tiny Toon Adventures, Rocket Knight Adventures, Castlevania Bloodlines e Contra: Hard Corps. Também trouxe alguns dos seus arcades de maior sucesso, como Teenage Mutant Ninja Turtles: The Hyperstone Heist e Sunset Riders, além do badalado International Superstar Soccer Deluxe.
    Situação atual: A empresa continua na ativa, embora sem a força de anos atrás, focando mais seus esforços em games mobile.

    https://i.imgur.com/68U2YZs.png

    https://i.imgur.com/kWPoTRA.png


    Namco

    Origem: Empresa fundada em 1955 na cidade de Tóquio, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
    Contribuições para o console: A Namco havia sido muito forte na geração 8 bit mas na 16 bit ficou um pouco apagada. Ainda assim, o suporte para o Mega Drive foi bom, com boas séries como Rolling Thunder, Splatterhouse e Pac-Man, além de Weaponlord.
    Situação atual: A empresa se fundiu com a Bandai em 2006 e continua forte no mercado.

    https://i.imgur.com/d3SpcbP.png

    https://i.imgur.com/Ww4m2qP.png


    NCS

    Origem: Empresa fundada em 1980 no Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~15
    Contribuições para o console: Também conhecida pelo nome Masaya, trouxe ao Mega Drive uma grande quantidade de games de estratégia e shoot 'em ups, destacando-se Langrisser, Gynoug, Gley Lancer, e Hellfire.
    Situação atual: A divisão de games Masaya ainda existe mas não pertence mais a NCS, que se foca em outras atividades.

    https://i.imgur.com/m2iRLd5.png

    https://i.imgur.com/l8ovE9s.png


    Nihon Falcom

    Origem: Empresa fundada em 1981 no Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: 5
    Contribuições para o console: RPGs nunca foram o forte do Mega Drive e pra tentar melhorar essa situação a Sega fez uma parceria com a Nihon Falcom, que trouxe bons games do estilo para o console, como a série Dragon Slayer, Sorcerian, YS III e Lord Monarch. Infelizmente, apenas YS III chegou ao ocidente.
    Situação atual: A empresa continua a todo vapor com a série YS e The Legend of Heroes.

    https://i.imgur.com/wQEvgWp.png


    Kid Chameleon, Sonic Spinball e Comix Zone.
    Situação atual: Foi dissolvida em 1996 durante a problemática criação de Sonic Xtreme.

    https://i.imgur.com/BbcO9E4.png

    https://i.imgur.com/9VN4xIb.png


    SNK

    Origem: Empresa fundada em 1978 em Osaka, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: -10
    Contribuições para o console: Embora não tenha dado suporte de maneira oficial ao Mega, sempre terceirizando o port dos seus títulos (geralmente pelas mãos da Takara ou Sega), os arcades da SNK tiveram boas conversões para o console, em especial Fatal Fury 2 e Samurai Shodown. As séries Art of Fighting, World Heroes e King of the Monsters também marcaram presença com ao menos um título.
    Situação atual: A empresa faliu em 2001, voltou como SNK Playmore em 2003 e a partir de 2016 voltou a se chamar apenas SNK.

    https://i.imgur.com/GO8DYgY.png

    https://i.imgur.com/i45tIRO.png


    Sony Imagesoft

    Origem: Braço da Sony fundando em 1989 na Califórnia, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: -15
    Contribuições para o console: A Sony Imagesoft foi um dos primeiros contatos da companhia com o mundo dos games, a sua passagem pelo Mega Drive foi, em geral, publicando games baseados em filmes, como Last Action Hero, Hook, Mary Shelley's Frankenstein e No Escape. Também lançou uma linha de jogos esportivos ESPN.
    Situação atual: Com o lançamento do Playstation em 1995, a companhia foi fundida com a Sony Computer Entertainment of America.

    https://i.imgur.com/KE5PrqJ.png

    https://i.imgur.com/hTuKZRU.png


    Sunsoft

    Origem: Empresa fundada na cidade de Aichi no Japão em 1971.
    Quantidade de games criados/publicados no console: -20
    Contribuições para o console: A Sunsoft atuava mais na publicação de games, mas também tinha suas criações. A empresa trouxe alguns games interessantes para o Mega, como o excelente Scooby-Doo Mystery, série Aero the Acro-Bat, série Beauty and the Beast, série Batman (Batman e Batman Return of The Jocker) e Panorama Cotton.
    Situação atual: A empresa continua na ativa, embora mais focada em explorar seus sucessos do passado e publicar jogos no Japão.

    https://i.imgur.com/RlGOURw.png

    https://i.imgur.com/LuMKeWT.png


    Taito

    Origem: Empresa fundada em 1953 em Tóquio, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~20
    Contribuições para o console: A Taito contava com uma ampla linha de arcades nos anos 80 e 90 e alguns deles foram portados para o Mega Drive, como Rastan Saga II, Darius II, Fire Mustang, Growl e Hit the Ice. Nem sempre a qualidade das conversões convencia, sendo a Taito mais conhecida pela quantidade do que pela qualidade dos ports. Também lançou games originais, como The Flintstones e Chase H.Q. II.
    Situação atual: A empresa foi comprada pela Square Enix em 2005, porém sua marca ainda existe.

    https://i.imgur.com/l1GU0fx.png

    https://i.imgur.com/YvUI8JO.png


    Tec Toy

    Origem: Empresa fundada em 1987 na cidade de São Paulo.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~10 (modificados ou originais)
    Contribuições para o console: A Tec Toy é bem conhecida do público brasileiro e além de publicar os jogos de diversas companhias para o Mega Drive no Brasil, também se aventurou em lançar versões traduzidas para o português (Phantasy Star II, Phantasy Star III, Shining in the Darkness, YuYu Hakusho e série Carmen Sandiego), games adaptados (Turma da Mônica na Terra dos Monstros), conversões (Duke Nukem 3D) e games originais (série Show do Milhão e Férias Frustradas do Pica Pau). Fez história.
    Situação atual: A empresa passou por várias fases ao longo dos anos, de concordatas a diversificação dos produtos, novos consoles (Zeebo), mas ainda mantém forte ligação com o Mega Drive e recentemente relançou o console no Brasil.

    https://i.imgur.com/UhG9Af3.png

    https://i.imgur.com/B8xTsoB.png


    Tecmo

    Origem: Empresa fundada em 1967 em Tóquio, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: 7
    Contribuições para o console: Apesar de ter sido forte no NES, a passagem da Tecmo pelos 16bit foi um pouco apagada e no Mega Drive ela se resumiu a sua boa linha de jogos esportivos, começando com Tecmo World Cup '92, trilogia Tecmo Super Bowl, Tecmo Super NBA Basketball, Tecmo Super Baseball e Tecmo Super Hockey.
    Situação atual: A empresa se fundiu com a Koei em 2009 e continua na ativa como Koei Tecmo.

    https://i.imgur.com/sa36SwU.png

    https://i.imgur.com/IPMFnWC.png


    Technosoft

    Origem: Empresa fundada em 1980 em Nagasaki, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: 6
    Contribuições para o console: Também conhecida por Tecnosoft, a empresa marcou época com sua série suprema de shoot 'em ups: Thunder Force. Também criou Herzog Zwei, que é considerado o pai dos RTS. Elemental Master e Devil Crash também vieram pelas mãos dela.
    Situação atual: A empresa foi comprada por uma fabricante de pachinko em 2001 e em 2016 teve os direitos sobre seus jogos comprados pela Sega.

    https://i.imgur.com/hw2mmkH.png

    https://i.imgur.com/jKwu7ZT.png


    Time Warner Interactive (Tengen)

    Origem: Braço da Atari fundado em 1987 na Califórnia, EUA.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~30
    Contribuições para o console: Divisão da Atari focada no desenvolvimento e publicação de games para plataformas domésticas, a Tengen foi comprada em 1994 pela Time Warner e teve seu nome alterado para Time Warner Interactive. A lista de games lançada é bem grande, destacando-se arcades da Atari, como Pit Fighter, Primal Rage, PaperBoy, RoadBlasters, Hard Drivin' e Gauntlet IV. Destaca-se também a série RBI Baseball, MIG-29, Prince of Persia e Sylvester and Tweety in Cagey Capers.
    Situação atual: O estúdio foi comprado pela Midway em 1996, tornando-se Midway Games West e sobreviveu até 2003.

    https://i.imgur.com/tv7fNre.png

    https://i.imgur.com/DYnHwtt.png


    Traveller's Tales

    Origem: Estúdio fundado em 1990 no Reino Unido.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~5
    Contribuições para o console: A TT lançou alguns bons jogos para o Mega Drive, fazendo alguns games sob encomenda da Sega nos anos 90 e 2000. Destacam-se Puggsy, Mickey Mania, Sonic 3D Blaste Toy Story.
    Situação atual: A empresar continua na ativa, agora como um braço da Warner Bros., sendo famosa pelos jogos da série Lego.

    https://i.imgur.com/2MZqLgo.png

    https://i.imgur.com/74oEvtv.png


    Treasure

    Origem: Empresa fundada em 1992 em Tóquio, Japão.
    Quantidade de games criados/publicados no console: 6
    Contribuições para o console: Empresa fundada por ex funcionários da Konami, fez história no Mega Drive por seus jogos cheio de efeitos visuais, levando o console ao limite. Dentre os jogos lançados destacam-se Gunstar Heroes, Alien Soldier, Yuu Yuu Hakusho e Dynamite Headdy.
    Situação atual: A empresa ainda existe mas seu último jogo lançado é de 2014,

    https://i.imgur.com/rh9uW5O.png

    https://i.imgur.com/OURSP4F.png


    U.S. Gold

    Origem: Empresa fundada em 1984 na cidade de Birmingham, Inglaterra.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~15
    Contribuições para o console: Empresa que ficou famosa por produzir a (não muito boa) continuação de Strider da Capcom, Strider II, pegando carona no sucesso que o primeiro game fez no console. Publicou alguns games para o Mega e adquiriu licença para lançar os jogos oficiais da Copa do Mundo de 1994 (World Cup USA 94), Olimpíadas de 1996 (Olympic Summer Games e Izzy's Quest for the Olympic Rings) e Olimpíadas de Inverno 1994 (Winter Olympics: Lillehammer '94). Também publicou o ótimo Flashback.
    Situação atual: Foi comprada pela Eidos em 1996 e seu nome não foi mais utilizado.

    https://i.imgur.com/NDwHXmW.png

    https://i.imgur.com/CFA5Uok.png


    Virgin Interactive

    Origem: Braço da companhia Virgin fundado em 1981 na Inglaterra.
    Quantidade de games criados/publicados no console: ~30
    Contribuições para o console: Empresa que se destacou no Mega Drive tanto pela qualidade quanto pela quantidade, foram em torno de 30 games lançados. Fez história com vários jogos Disney, como The Lion King, Aladdin e The Jungle Book, publicou os jogos da série Earthworm Jim e Out of This World, além de fazer fama com a série Cool Spot e Robocop vs Terminator.
    Situação atual: A parte norte americana foi vendida para a Eletronic Arts em 1998 e uma parta da européia para a Titus em 1999. A parte que sobrou virou Virgin Play e foi liquidada em 2009.


    Fonte:
     https://forum.outerspace.com.br/index.php?threads...


































    Sonic the Hedgehog (1991)

    Plataforma: Genesis
    8723 Jogadores
    148 Check-ins

    44
    • Micro picture
      _gustavo · 16 dias atrás · 2 pontos

      Excelente o post <3
      Pena o alva ter limite de 10 imagens por post =/

    • Micro picture
      bakujirou · 16 dias atrás · 2 pontos

      mt legal o seu post, fez um belo trabalho

    • Micro picture
      leopoldino · 16 dias atrás · 2 pontos

      Muito legal.

  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-11-27 17:24:48 -0200 Thumb picture

    Dúvida

    Gente alguém aqui usa Nobreak pra consoles com Disco Rígido? queria saber se adianta usar ou da pra confiar no reparo de sistema do ps4.

    12
    • Micro picture
      tiagotrigger · 17 dias atrás · 2 pontos

      Não entendi muito bem a dúvida, se tem disco rígido ou não, não faz diferença pro nobreak. Mas, pode usar sim tranquilo, um colega meu tem um nobreak que usa igual o fonsaca, liga a TV com o PS4.
      Sobre o sistema de reparo do PS4, não conheço, então não sei.

    • Micro picture
      0blivion · 17 dias atrás · 2 pontos

      Não tem a ver com o disco rígido fazer diferença pro nobreak, digo isso porque tem desligamentos direto aqui na cidade e tenho medo de o hd estragar por desligar repentinamente

      2 respostas
    • Micro picture
      fonsaca · 17 dias atrás · 1 ponto

      Cara, eu não tenho ctza se adianta, mas que eu uso na TV Led e consoles ligados a ela (PS4, por exemplo), eu uso. Kkkk!
      Meu PS3 queimou o HD com poucos anos de uso, mas depois que comecei a usar o Nobreak, nunca mais tive nenhum problema.

      5 respostas
  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-11-27 16:32:43 -0200 Thumb picture
    0blivion fez um check-in em:
    <p>Continuando a saga metroidvania da série vim par - Alvanista
    Castlevania: Harmony of Dissonance

    Plataforma: Gameboy Advance
    1802 Jogadores
    122 Check-ins

    Continuando a saga metroidvania da série vim parar nesse jogo do sósia do Alucard, joguei pouco cerca de 2 chefes, mas da pra notar que é muito diferente do Aria, primeiro que o Juste é extremamente ágil e isso é bem legal se posteriormente eu conseguir ficar bom nas esquivas/dashes (se é que existe esse plural de dash). 

    O castelo pelo que dizem é imenso e to percebendo que parece ser mesmo, tomara que não tão imenso a ponto de me fazer enjoar.

    A sacada de combinar as skills com os elementos é muito legal e acaba por tornar algumas que eu não gosto mais úteis, ponto extremamente positivo pro jogo.

    Mas é impossivel não notar a tristeza que é a trilha sonora =(, se fosse com mais qualidade talvez fosse muito boa de se ouvir mas pelo menos no emulador tem um certo chiado e que eu acho que é assim mesmo até no proprio GBA, mas fazer o que vou continuar e ver no que da

    11
    • Micro picture
      mastershadow · 17 dias atrás · 2 pontos

      Vamo manda ver nesses Castlevanias!

  • 2018-11-27 07:27:24 -0200 Thumb picture
    Thumb picture
    18
    • Micro picture
      santz · 17 dias atrás · 2 pontos

      Malditas Medusas.

      2 respostas
    • Micro picture
      0blivion · 17 dias atrás · 2 pontos

      Nem cheguei ainda nessa parte e já to me identificando

  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-11-26 10:44:25 -0200 Thumb picture
    0blivion fez um check-in em:
    <p>Finalmente finalizado, muito bom jogar esse esti - Alvanista
    Castlevania: Aria of Sorrow

    Plataforma: Gameboy Advance
    2803 Jogadores
    153 Check-ins

    Finalmente finalizado, muito bom jogar esse estilo de jogo e o Aria conseguiu manter a essência da série em todos os aspectos, acho que fiz quase tudo do jogo e deu menos de 8 horas, talvez essa duração decepcione alguns mas pra mim foi muito bom ser curto porque não cheguei nem perto de enjoar. 

    Abaixo alguns spoiler básicos só pra a

    visar, mesmo o jogo sendo antigo auheuh.

    As batalhas finais eu achei que são bem díficeis se você não estiver bem equipado, mesmo estando com a melhor arma e a que eu acredito ser a melhor armadura ainda usei todas as poções que tinha, destaque para a batalha contra Julius Belmont que foi bem divertida e eu nem sabia que ia ter. Achei legal a última luta não ser o Drácula pois nós mesmos somos o famoso antagonista de certa forma.

    Como falta somente 1% do castelo eu irei parar por aqui e vou tentar fechar o Harmony, mesmo eu não curtindo muito o início dele, eu tenho algum problema com os jogos que tem belmonts como protagonista porque odeio esse chicote (me julguem), mas vamos ver.

    11
  • 0blivion William Alexandre Senoski
    2018-11-24 11:46:21 -0200 Thumb picture
    0blivion fez um check-in em:
    <p>Finalmente chegou meu jogo depois de uns 15 dias - Alvanista
    Red Dead Redemption 2

    Plataforma: Playstation 4
    384 Jogadores
    101 Check-ins

    Finalmente chegou meu jogo depois de uns 15 dias de pura tortura e angústia, ai mais umas 2 horas de sofrimento instalando e atualizando,  mais uma dor no coração de perder 95GB de espaço em disco mas... após isso é só alegria.

    O jogo começa em um inverno rigoroso e já impressiona pelas pegadas na neve, e logo procuram um abrigo e tudo parece meio Oito Odiados por ter tantos personagens se abrigando em um lugar só, e nenhum deles presta (deve ser isso). Nenhum presta no sentido de que são uma gangue, mas em desenvolvimento eles estão muito bem construídos, parece que buscaram inspiração nos diálogos etc com a Naughty Dog.

    Saindo desse local com Neve que o jogo começa de verdade, liberdade vem de uma vez só como de costume nos jogos da Rockstar e ínumeras coisas pra se fazer, e com isso o sentimento de perdido mas aproveitando cada canto do mapa.

    Um dos problemas que estou tendo são os controles do jogo, ta difícil memorizar e o Arthur é muito pesado pra fazer qualquer coisa, até pra abrir uma gaveta. Mas o sentimento de peso vem do estilo que adotaram pro jogo e não que seja problemas na performance, parece que ele pegou uma vibe realista de GTAIV. Porém nesse GTA era extremamente mal executado esse realismo e me deu uma raiva do cara trupicando por tudo, já aqui o realismo está mais nos detalhes do que na jogabilidade em si, apesar de ainda existir. Chega de falar por hoje auheaue uma hora posto algo mais

    15
    • Micro picture
      fonsaca · 17 dias atrás · 1 ponto

      Parece interessante!
      Vou esperar cair um pouco o preço (se aguentar) e comprarei tbm!

      4 respostas
Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...